Mostrando itens por marcador: governoderoraima

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu nesta terça-feira, dia 10, uma reunião com os membros que compõem o COE-RR (Centro de Operações de Emergência de Saúde Pública de Roraima). A ação marca o início atividades do grupo de forma consolidada.

“Além de repassar a atualização do Plano Estadual de Contingenciamento, a reunião de hoje também foi para determinar a gestão de cada membro dentro do COE, justamente para facilitar a elaboração de estratégias para prevenir um possível surto do Coronavírus aqui no nosso Estado”, afirmou a secretária adjunta da Sesau, Dra. Patrícia Renovato.

O encontro contou ainda com a participação da coordenadora Geral de Vigilância em Saúde, Neila Macedo, da diretora do DVE (Departamento de Vigilância Epidemiológica), Valdirene Oliveira, membros da comissão de monitoramento do Coronavírus, gerentes de núcleos gerais da Sesau e representantes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Distritos Sanitários Indígenas, SAMU, Operação Acolhida e Vigilância Sanitária de Boa Vista.

Na reunião de hoje, ficaram definidos os órgãos que ficarão responsáveis por gerenciar ações específicas dentro do COE. O Gabinete da Sesau e a CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), por exemplo, vão responder pelo Comando Geral do Centro, enquanto a CGUE (Coordenadoria Geral de Urgência e Emergência) e Vigilância Sanitária de Boa Vista passarão a gerenciar a área de Planejamento e Operações do grupo.

A tutela da coordenação de logística do COE ficará sob a responsabilidade da CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica) e da CGA (Coordenadoria Geral de Administração) da Secretaria, e a DVE e a gerência médica clínica da Comissão de Monitoramento do Coronavírus serão os porta-vozes das ações que estão sendo executadas pelo Centro no Estado.

Já o CIEVS (Centro de Informações Estatísticas de Vigilância em Saúde) passará a ganhar o reforço de técnicos do município de Boa Vista, que ajudarão nos trabalhos que já estavam sendo desenvolvidos pela Comissão de Monitoramento do Coronavírus.

"Com a efetivação do COE e já tendo sido definida as representações participantes, hoje foi a vez de delegar as responsabilidades de cada membro, para justamente facilitar a execução das ações dentro do que foi idealizado dentro do Plano de Contingenciamento", ressaltou Valdirene Oliveira, diretora do DVE.

Também ficou definido que o grupo realizará reuniões gerais todas as quartas-feiras, facilitando não só o entendimento entre as gerências existentes no COE, mas também a correção de problemas que possam dificultar a execução de atividades.

“O Coronavírus é uma preocupação de todos que compõem esse grupo e cada um vai atuar dentro da sua área, facilitando a identificação e realização dos encaminhamentos necessários contra essa doença”, completou Valdirene.

 

LACEN vai promover mais um treinamento sobre o Covid-19

Frente à necessidade de fortalecer a eficácia das análises sobre o Novo Coronavírus, o LACEN-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima) vai promover um treinamento sobre coleta, armazenamento e transporte de amostras de casos suspeitos. A ação será nesta quinta-feira, 12, pela manhã, no Campus Boa Vista do IFRR (Instituto Federal de Roraima).

“Esse treinamento, juntamente com os outros que a equipe do laboratório de biologia molecular já executou, faz parte do plano de ação de contingenciamento do Coronavírus. Será um treinamento ministrado para aproximadamente 40 profissionais da área de saúde do D-SEI Leste e FAB [Força Aérea Brasileira]”, contou Cátia Menezes, diretora técnica do LACEN-RR.

Já foram capacitados pelo LACEN-RR profissionais de saúde dos municípios de fronteira, SESAI (Secretaria Especial de Saúde Indígena) e Operação Acolhida. Com a ativação do COE, a expectativa é que novas capacitações venham a ocorrer no decorrer deste mês.

“É importante o treinamento que será ministrado, pois isso ajudará a nossa rede de atenção a ficar preparada para o surgimento de um caso suspeito, independentemente de onde ele seja detectado. Com isso, as equipes estão prontas pra fazer a coleta no local de origem, evitando a necessidade de deslocamento do paciente com a suspeita do vírus”, completou. 

 

Publicado em DESTAQUES

Com o tema “Música e Matemática”, a 16° Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) inicia período de inscrições. As escolas devem acessar o endereço eletrônico  http://www.obmep.org.br/ até o dia 20 de março para participarem. As provas da primeira fase ocorrerão no dia 26 de maio.

A OBMEP é voltada para escolas públicas e privadas de todo o país e tem como objetivos estimular e promover o estudo da matemática, contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Básica, possibilitando que o maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade.

A Olimpíada é dividida em três níveis. O primeiro é destinado para alunos do 6° a 7° ano do Ensino Fundamental. O nível dois é para alunos do 8° e 9° ano também para alunos do Ensino Fundamental e o nível três para alunos do Ensino Médio.

 “É importante que as escolas fiquem atentas aos prazos, pois é de suma importância a participação dos estudantes na Olimpíada de Matemática para identificar os jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas, entre outras situações”, explicou Margareth Sales coordenadora da OBMEP na Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

As provas da OBMEP são aplicadas em duas fases. A primeira é objetiva com 20 questões, aplicada em cada escola inscrita. A correção é feita pelos professores das escolas a partir de instruções e os são gabaritos elaborados pela OBMEP.

A segunda fase ocorre no dia 26 de setembro e é uma prova discursiva com seis questões aplicadas em centros escolhidos pela OBMEP. Participam dessa fase apenas os alunos classificados na 1° fase pelas escolas, segundo os critérios descritos no Regulamento.

 PREMIAÇÃO

A divulgação dos premiados ocorre no dia 08 de dezembro. Nesse ano, os alunos serão premiados com medalhas. Sendo 500 de ouro para as escolas públicas e 75 para privadas, 1.500 de prata para escolas públicas e 225 para privadas.

Além de 4.500 de bronze para escolas públicas e 675 para privadas e 46.200 menções Honrosas para escolas públicas e 5.700 para escolas privadas. Além disso, professores, escolas e Secretarias de Educação também receberão prêmios.

Os alunos premiados com medalhas serão convidados para participar do Programa de Iniciação Científica Jr.

 OBMEP - A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas foi Criada em 2005, com o objetivo de descobrir jovens talentos para a Matemática, contribuir para estimular o estudo da disciplina por meio da resolução de problemas que despertem o interesse e a curiosidade de professores e estudantes, além de promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

A OBMEP é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.

Publicado em DESTAQUES
Terça, 10 Março 2020 21:57

COMUNICADO

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica do país com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente, sempre a partir das 16 horas, no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização do MS (Ministério da Saúde) aponta para um aumento nos casos positivos, que foram de 25 para 34 registros, enquanto os casos suspeitos caíram de 930 para 893 notificações

Já os casos descartados também cresceram, indo de 685 para 780 notificações.

Publicado em DESTAQUES

Os estudantes do Colégio Estadual Militarizado Cícero Vieira Neto, localizado em Pacaraima, ao Norte do Estado, já contam com novas carteiras escolares. A unidade de ensino recebeu 450 unidades e o material foi entregue nesta terça-feira, 10. Uma equipe do DGE (Departamento de Gestão Escolar) acompanhou a entrega.

Além das carteiras, a instituição de ensino também recebeu 10 kits para refeitório. Cada kit de refeitório é formado por uma mesa e seis cadeiras e estão sendo distribuídos pelo Delog (Departamento de Logística) conforme cronograma elaborado pela Seed (Secretaria de Educação e Desportos).

De acordo com o Censo Escolar, o Colégio Estadual Militarizado Cícero Vieira atende 956 alunos no Ensino Fundamental (anos finais), Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos). Deste quantitativo, 398 são estudantes venezuelanos.

 “Nosso Colégio está de parabéns. Nós estávamos há muito tempo sem receber esses móveis. Essa ação vem melhorar a apresentação do nosso colégio e também dar comodidade, tanto para nossos alunos quanto para os nossos professores”, destacou o coronel Júlio Cezar, gestor militar do Colégio.

 No total, o Governo do Estado por meio da Seed adquiriu 1,5 mil kits de refeitórios. Além disso, também foram adquiridas 15 mil carteiras escolares, 580 mesas para atendimento a alunos cadeirantes, 2,5 mil cadeiras para professores. O valor investido com recursos próprios foi na ordem de R$ 6.399.812,20.

Os mobiliários começaram a chegar ao Estado, estão sendo armazenados no Ginásio Hélio Campos, onde estão sendo conferidos, montados, tombados e depois distribuídos para as unidades de ensino.

Em relação às carteiras escolares, chegaram na primeira leva, 7.850 unidades e foram distribuídas 4.464 carteiras para dez escolas da Capital. Outras 3.386 estão sendo distribuídas para as escolas do interior e indígenas.

Em Normandia, a Escola Estadual Mariano Vieira na sede, recebeu 400 novas carteiras escolares e 08 kits para refeitório. A Escola Estadual Indígena Tuxaua Evaristo recebeu 100 carteiras e 4 kits refeitório e a Escola Índio Marajó, também em Normandia, recebeu 125 carteiras e 6 kits refeitórios.

A Seed aguarda a chegada dos demais mobiliários para fazer a distribuição de forma a contemplar o maior número possível de escolas da rede estadual de ensino que há anos não recebiam móveis novos.

Os materiais que estão sendo adquiridos são para atender toda a rede, contemplando unidades escolares localizadas na capital, no interior e nas comunidades indígenas. Em breve será aberto novo processo licitatório para aquisição de mais 40 mil carteiras escolares com recursos de emenda de parlamentar federal.

 

Publicado em DESTAQUES

Secretários de escola da rede estadual e municipal que atuam nas escolas dos municípios de Pacaraima e Uiramutã participam nesta semana de uma capacitação para a segunda etapa de coleta dos dados do Censo Escolar. A capacitação é coordenada pela GAIE (Gerência de Avaliação e Informações Educacionais) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Esta segunda etapa do Censo Escolar é chamada de ‘Situação Aluno’ e é nesta fase que são coletados dados referentes ao ano 2019 sobre transferências, abandono ou falecimento de estudantes e ainda sobre o rendimento do aluno, ou seja, se foi aprovado ou reprovado no ano letivo.

Os dados são coletados pelas escolas e informados no Sistema Educacenso, que está aberto para esta segunda etapa desde o dia 3 de fevereiro e segue até o dia 20 de março. Depois, em abril, será aberto novamente para eventuais correções e em maio será divulgado o resultado final do Censo Escolar 2019.

A responsabilidade da inserção dos dados no sistema é dos secretários escolares que atuam nas instituições de ensino. É importante que as informações sejam inseridas corretamente e da forma mais fidedigna possível.

Para tirar dúvidas e esclarecer sobre a inserção dos dados no Sistema, uma equipe de técnicos da GAIE está percorrendo os municípios ministrando um treinamento para os secretários escolares.

 “Esse treinamento ocorre não apenas para as escolas da rede pública estadual, mas também para a rede municipal, privada e federal porque toda rede que oferece a Educação Básica entra no Censo Escolar”, destacou Rosalete Saldanha, gerente da GAIE.

Já passaram pelo treinamento os secretários que atuam nas escolas dos municípios de Amajari, Caracaraí, Caroebe, Normandia, São João da Baliza, São Luiz, Rorainópolis, Alto Alegre e Mucajaí.

Os próximos municípios a receberem o treinamento são Bonfim, Cantá e Iracema. Em Boa Vista, o treinamento foi realizado na segunda quinzena de fevereiro.

 CENSO ESCOLAR – O Censo Escolar da Educação Básica é uma importante ferramenta dentro do sistema educacional. Por meio da coleta de dados é possível obter informações individualizadas de cada estudante, professor, turma e escola do País de todas as redes, públicas e privadas.

O Censo Escolar é coordenado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e é realizado em todo o Brasil. A coleta dos dados inicia na última quarta-feira do mês de maio.

Por meio do Censo Escolar é possível realizar o monitoramento e o desenvolvimento da Educação, por meio de indicadores como o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), taxas de rendimento, distorção idade-série, entre outros.

Além disso, os dados coletados também servem de base para estabelecer as políticas públicas na área da Educação e também para o repasse de recursos oriundos do Governo Federal para o fomento das ações educacionais.

Em Roraima, de acordo com os dados do Censo Escolar 2019, existem 374 escolas e 75.386 alunos matriculados. Na Capital Boa Vista são 57 escolas e 40.633 estudantes.

Na Educação indígena são 254 escolas e 16.802 alunos matriculados. Em relação aos alunos imigrantes venezuelanos o Censo registrou 4.123 alunos matriculados nas escolas da rede estadual em 2019.

 

 

Publicado em DESTAQUES

Nesta terça-feira,10, os moradores da Vila Félix Pinto, no município do Cantá, receberam a equipe da Saúde Itinerante da Secretaria de Saúde, que disponibilizou atendimento médico especializado na área de oftalmologia. A ação faz parte do “Ação Cathedral Cidadã”.

Durante toda a manhã os moradores da região tiveram compromisso marcado com a saúde. A dona de casa, Rosângela Souza Silveira, moradora da Vila Félix Pinto, acordou cedo para não chegar atrasada na consulta médica.

 “Essa ação é muito importante, pois como a gente mora no interior tem as dificuldades para se deslocar até a cidade, e o médico vir aqui é muito importante e proveitoso para todos nós que moramos aqui no interior. Espero que sejam realizadas outras vezes porque nós precisamos desse trabalho aqui no interior”, agradeceu a dona de casa.

A expectativa da Secretaria de Saúde é realizar cerca de 60 atendimentos, conforme agendamento prévio, contribuindo assim para a assistência dos pacientes que necessitam passar pela avaliação oftalmológica.

Para Erisvan Rodrigues Nogueira, que mora na Vila Félix Pinto há 20 anos a ação chegou em boa hora. “A gente fica muito feliz de ser contemplado com esse tipo de ação sendo feita aqui no município. Hoje estamos tendo o privilégio de ser atendido gratuitamente e isso é muito bom, principalmente para as pessoas carentes que não tem condições de pagar pela consulta. E ter hoje essa consulta aqui na nossa porta é bom demais”, agradeceu.

As atividades iniciaram às 9h, no Posto de Saúde do Município e encerraram às 14h. “Contribuir com ações como esta é muito gratificante pra gente, pois é a oportunidade que a Sesau tem de levar atendimentos na área de saúde para quem mais precisa e muitas vezes não tem como se deslocar até a capital para realizar uma consulta. A saúde é uma das prioridades do Governador Antonio Denarium e o nosso compromisso é fazer com todo o povo macuxi, bem como as pessoas que escolheram Roraima para viver tenham acesso aos serviços”, enfatizou o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto.

 

Publicado em DESTAQUES

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) está realizando o recadastramento do setor 28, área que abrange os bairros, Santa Luzia e Senador Hélio Campos para atualizar o cadastro de 5.829 imóveis da região. A atualização verifica desde as caixas padrão, até o número de lote e residência.

Além de atualizar o cadastro do imóvel in loco, a ação proporciona uma comunicação direta e mais eficiente entre a Companhia e o cliente, pois ajuda a conhecer a real situação da cidade e da população.

Esse recadastramento ajuda no planejamento de futuras obras e ações baseadas nas necessidades encontradas por nossas equipes. Só para renovar o parque de hidrômetros e alcançar 100% de hidrometração em Boa Vista e no interior, a Caer está fazendo um investimento R$ 4,5 milhões em aquisição dos aparelhos” disse Cícero Batista, diretor Comercial e do Interior da Caer.

O recadastramento acontece de porta em porta, por uma equipe treinada, que está em campo de segunda à sexta-feira e finais de semana entre os horários de 8h30min às 17h. Todas as equipes da Caer, sem exceção, estão devidamente uniformizadas e/ou identificadas com crachás. A ação segue pelos próximos meses, até que todos os imóveis sejam atualizados.

Cícero destacou ainda, que no setor 28 existem 3.193 imóveis sem hidrômetros. “Nas casas que o agente não consegue falar com os clientes, deixamos um comunicado orientando o morador a se dirigir até a sede da empresa para realizar a atualização do cadastro” explicou.

Após notificação, o usuário deve comparecer no setor de cadastro da empresa, localizada na rua Melvin Jones, 219, São Pedro, munidos dos seguintes documentos:

• Cópia do RG (Registro Geral), CPF ou documento oficial com foto;

• Cópia do documento do imóvel (Títulos, Recibo de compras e vendas ou escritura registrado em cartório / com comprovação de quadra e lote da prefeitura);

• Cópia do Alvará de Asfaltamento da prefeitura pago (no caso de ligação de esgoto);

• Alvará de funcionamento (no caso de lanches).

Caso haja quaisquer dúvidas ao receber a equipe do recadastramento, entre em contato com o call-center 0800-280-9520, onde serão disponibilizadas informações atualizadas e localização dos agentes.

Publicado em DESTAQUES

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), está intensificando a assistência médica dentro da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo). Nesta segunda-feira, dia 9, a unidade prisional recebeu uma ação de saúde. O trabalho é realizado de maneira integrada com a Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) e o MPRR (Ministério Público de Roraima).

O cronograma inclui a realização de consultas médicas, fornecimento de medicação, imunização, corte de cabelo entre outros serviços. As atividades seguem até o dia 20 deste mês, nos turnos da manhã e tarde.

De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto, a iniciativa consiste em disponibilizar assistência adequada aos pacientes reeducandos, atendendo à orientação do Governo do Estado de melhorar a qualidade de vida de toda a população, incluindo as pessoas restritas de liberdade.

Eles são cidadãos que estão em uma condição social diferenciada, mas merecem atenção do Poder Público, e esse é o nosso papel, assegurar a universalidade de [SUS] Sistema Único de Saúde, garantindo o acesso a todos”, esclareceu o secretário.

O cronograma de atividades envolve a CGAB (Coordenadoria Geral de Atenção Básica), a CGAF (Coordenadoria de Assistência Farmacêutica) e Logística. Ao todo estão envolvidos três médicos clínicos gerais, 19 técnicos de enfermagem, dois enfermeiros, três farmacêuticos, um infectologista, um dermatologista, uma psicóloga e um assistente social.

Após o mutirão continuarão na Pamc, cinco técnicos de enfermagem, duas enfermeiras, um clínico geral, um psiquiatra, um assistente social, um psicólogo, quatro dentistas, um técnico de saúde bucal e dois farmacêuticas, com atendimentos pela manhã e tarde.

O trabalho é realizado de maneira segura e organizada, com a separação dos reeducandos e encaminhamento para a prestação dos serviços. “Tudo foi planejado para que não ocorra nenhum sinistro. Desta forma, eles formam pequenos grupos e seguem todo o fluxo de atendimento, passando por todos os serviços. E com esse controle fica muito fácil de os profissionais atuarem, e eles serem atendidos da melhor maneira possível, acrescentou o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes.

Durante os 10 dias de ação devem ser atendidos todos os 2,1 mil reeducandos que estão na unidade prisional. “Vimos que existe uma boa vontade muito grande em prestar esse serviço, percebemos que as secretarias de Saúde e de Justiça fizeram o alinhamento necessário para que esse trabalho fosse possível. Acreditamos que esse empenho demonstra o interesse da gestão em resolver os problemas dessa parte da população”, enfatizou o promotor da Vara de Execução Penal, Antônio Cheffer.

Durante a ação, as equipes da saúde farão o rastreamento de doenças infectocontagiosas que acometem a pele dos detentos; tratamento in loco de problemas comuns como a escabiose e micose e fornecimento de medicamentos prescritos pelos médicos que integram o mutirão.

Também serão realizados o agendamento de consultas para pacientes que necessitem de tratamento especializado e encaminhamento para a unidade hospitalar para atendimento dos casos considerados graves.

Serão 10 dias de muito trabalho em prol da melhoria da condição de saúde destes cidadãos. Se for necessário, estenderemos o período de atividades. O nosso propósito é garantir que todos recebam atendimento e recebam o tratamento adequado”, disse o secretário.

Publicado em DESTAQUES
Segunda, 09 Março 2020 21:53

COMUNICADO

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica do país com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente, sempre a partir das 16 horas, no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização do MS (Ministério da Saúde) aponta para os mesmos 25 casos positivos do boletim anterior, enquanto o número de casos suspeitos subiu de 663 para 930 notificações

Já os casos descartados também cresceram, indo de 632 para 685 notificações.

Publicado em DESTAQUES

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio do Ceforr (     Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima) está com vagas abertas para o curso “Dinamização da Biblioteca”, são ofertadas 100 vagas. Os interessados devem acessar o link https://forms.gle/KCApeZ6XLazMziAN6 até o dia 13 de março.

O curso será realizado todas as terças-feiras, na Escola Estadual Ayrton Senna, no período de 17 de março a 02 de junho. O público alvo são professores que atuam na biblioteca. São ofertadas 100 vagas. O curso será realizado todas as terças-feiras, na Escola Estadual Ayrton Senna, no período de 17 de março a 02 de junho. O público alvo são professores que atuam na biblioteca.

Além do curso Dinamização da Biblioteca, também foram ofertados os cursos: Educação Especial Numa Visão Inclusiva e Gestão Ambiental Escolar: Teorias e Práticas. “Estamos iniciando os cursos de formação continuada no Ceforr. É importante a participação de todos para garantirmos um ensino de qualidade da rede estadual e aprimorar os conhecimentos dos profissionais da Educação”, comentou a diretora do Ceforr, Stela Damas.

As formações serão divididas em duas etapas, a primeira será a parte teórica, que ocorrerá no decorrer dos cursos e a parte prática que ocorrerá dentro das escolas. Ao final, os participantes receberão certificação.

Para o curso de Educação Especial numa visão inclusiva, foram ofertadas 80 vagas. A formação ocorrerá todas as terças-feiras, na Escola Estadual Ana Libória, no período de 10 de março a 30 de junho. O curso é direcionado para os professores auxiliares.

Já o curso de gestão ambiental escolar: teorias e práticas, foram ofertadas 100 vagas. A formação ocorrerá todas as quintas-feiras, no Colégio Militar Estadual Cel. PM Derly Luiz Vieira Borges, no período de 12 de março a 02 de julho. A ação é voltada para professores, coordenadores pedagógicos, apoio pedagógico, supervisores e gestores da rede estadual de ensino.

CEFORR - O Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima está localizado na travessa Presidente Castelo Branco, S/N, bairro Calungá e é o setor da Seed responsável pelas formações continuadas e capacitações dos profissionais que atuam na Educação do Estado.

Em 2019, o Centro promoveu a capacitação de 1.827 servidores. Foram capacitados todos os profissionais que atuam no ambiente escolar como cuidadores, orientados educacionais, secretários escolares, gestores, professores e coordenadores pedagógicos.

O Ceforr também promoveu capacitação direcionada aos professores que atuam nas turmas de Correção de Fluxo. O Centro realiza a certificação de todos os cursos realizados pela Seed.

 

--

Publicado em DESTAQUES