Mostrando itens por marcador: governoderoraima

A Sesau (Secretaria de Saúde) tem reforçado o trabalho de combate ao avanço do Coronavírus em Roraima, bem como a orientação para profissionais de instituições ligadas direta ou indiretamente à área de saúde. Esta semana, o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto, acompanhado da secretária-adjunta, Patrícia Renovato, esteve reunido com membros do CRM-RR (Conselho Regional de Medicina de Roraima).

Durante o encontro, na sede do CRM, o secretário explanou sobre todas as ações que estão sendo realizadas no Estado com foco reorganização das unidades de saúde para o combate ao Covid-19.

“Nosso objetivo é aproveitar momentos como este para mostrar tudo o que estamos fazendo para atender às demandas dos profissionais de saúde, pois são estes guerreiros que estão na linha de frente do trabalho de combate ao Coronavírus. Nosso papel é promover condições para que eles possam desempenhar suas tarefas com dignidade e segurança”, esclareceu o secretário.

Na reunião, foram apresentadas algumas das ações executadas no Estado, por meio do COE (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima). Na oportunidade, os profissionais tiraram dúvidas sobre quais as orientações do Ministério da Saúde para as unidades de saúde, públicas e particulares, a partir de agora.

“Foi um momento muito importante e esclarecedor. Quero agradecer ao secretário de Saúde, que reservou um momento da agenda de trabalho para estar aqui conosco dialogando e esclarecendo tudo sobre esse momento tão delicado”, agradeceu a presidente do CRM, Dra. Rosa Leal.

“É muito salutar e construtivo esse tipo de diálogo, pois trocamos informações, dividimos opiniões e construímos soluções que atendam a todos. O importante é reforçar que as dificuldades existem, mas a gestão de governo está empenhada em melhorar as condições de atendimento nas Unidades Hospitalares para que a população roraimense e as pessoas que escolheram Roraima para viver sintam-se satisfeitas com a prestação dos serviços”, finalizou o secretário.

Publicado em Cidadania
Sábado, 21 Março 2020 02:05

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), esclarece que a informação divulgada nas redes sociais e grupos de aplicativo de mensagens instantâneas, informando que Roraima possui um caso confirmado de coronavírus está incorreta. Na verdade, o caso se refere ao Estado de Rondônia, cuja sigla é RO e não RR, conforme amplamente divulgado pela imprensa nacional nesta sexta-feira, 20 e confirmado pelo site do Ministério da Saúde no link: https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46568-ministerio-da-saude-declara-transmissao-comunitaria-nacional.

Dessa maneira, Roraima figura, ao lado do Maranhão, sem registro de casos confirmados de coronavírus Covid-19 até o momento.

 

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 21 Março 2020 00:19

COMUNICADO

A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização do boletim passará a abordar somente as notificações locais, atendendo assim as recomendações feitas pelo Ministério da Saúde sobre a abordagem dos dados relacionados ao COVID-19. O Estado contabilizou 28 casos que atendem aos os critérios de definição para a doença até às 16h30 desta sexta-feira, 20. Desse total, 16 foram notificados com como suspeitos e outros 12 foram descartados.

Vale lembrar ainda, que por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

De forma excepcional, o Governo do Estado de Roraima por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), firmou um Termo de Cooperação Técnica com a Prefeitura de Pacaraima/Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto para a concessão de dois ônibus escolares e de 200 carteiras universitárias.

O documento foi assinado a quarta-feira passada, dia 18, pela secretária de Educação e Desporto do Estado, Leila Perussolo; o prefeito de Pacaraima, Juliano Torquato, e pelo secretário Municipal de Educação, Cultura e Desporto de Pacaraima, Abraão Oliveira.

Os dois ônibus serão utilizados para o transporte na área urbana do município de estudantes de escolas municipais e estaduais, especificamente os alunos do Colégio Estadual Militarizado Cícero Vieira Neto.

A medida foi adotada para promover a segurança dos estudantes que precisam se deslocar dentro da cidade para ir à escola, uma vez que o município de Pacaraima (que faz fronteira com a Venezuela) está repleto de imigrantes venezuelanos transitando diariamente pela cidade em uma movimentação intensa.

No mês passado, uma estudante foi estuprada quando estava a caminho da escola. Para tentar evitar mais casos como esse, a Seed e a Prefeitura de Pacaraima firmaram o Termo de Cooperação Técnica.

A secretária Leila Perussolo disse que a ação fortalece o regime de colaboração entre Estado e municípios, mas deixou bem claro que se trata de uma medida excepcional em função da situação atípica vivida em Pacaraima.

“Pacaraima é um município que se encontra em vulnerabilidade social. Os últimos acontecimentos na cidade e o clamor da sociedade fizeram com que as medidas entre os entes federativos Estado e município fossem aprimoradas. Ressaltamos que é uma situação atípica e é decorrente da situação de calamidade social que hoje está estabelecida em Pacaraima”, enfatizou a secretária.

O prefeito de Pacaraima disse que a medida vai auxiliar os alunos que residem longe das escolas. “Temos alunos que caminham muito cedo pela manhã, ou no início da noite, para se deslocarem até a escola e isso tem trazido preocupação para nós. Esse Termo é para atender a essa população que reside distante da escola e para evitar novas ocorrências”, ressaltou.

O Termo de Cooperação tem a vigência de dois anos a contar da data da assinatura, podendo ser renovado por igual período por interesse das partes. Ficou estabelecido que a Prefeitura deverá arcar com despesas de manutenção do veículo e manter a documentação regularizada. O documento foi publicado no DOERR (Diário Oficial do Estado) desta sexta-feira, dia 20.

Publicado em DESTAQUES

O Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima) suspendeu os atendimentos presenciais ao público externo até o dia 31 deste mês como medida para prevenir contaminação pelo novo  coronavírus. Com a suspensão dos atendimentos, o Instituto disponibilizou canais de atendimento por telefone e e-mail.

O presidente do Iteraima, Márcio Grangeiro, explicou que a medida segue as recomendações do Governo do Estado, Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde de evitar aglomeração de pessoas.

“Neste momento, estamos atendendo ao que está preconizado nas portarias e decretos do Governo estadual e do Governo Federal, e todas as medidas que estão sendo tomadas a nível  de estado e de mundo no sentido de resguardar a idoneidade das pessoas. Nós tomamos essas medidas no sentido de evitar maiores problemas tanto aos nossos servidores quanto aos usuários”.

Com a suspensão dos atendimentos presenciais ao público externo, a população pode entrar em contato com o Iteraima pelo telefone (95) 98408-0403 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Outras medidas foram adotadas e regulamentadas por portaria, que também prevê outras providências, como a dispensa do ponto eletrônico, suspensão de afastamento de servidores para missões fora do Instituto, dispensa de servidores que compõem o grupo de risco, entre outras.

 

Publicado em DESTAQUES

Lançada em Roraima no dia 25 de setembro de 2019 pela Delegacia Geral da PCRR (Polícia Civil de Roraima), a Delegacia Online, que em um primeiro momento registrava somente casos de extravios, de furtos simples e de preservação de direitos, ampliou o leque de registros para atender ainda mais ao cidadão. O NTI (Núcleo da Tecnologia da Informação) da Polícia Civil realizou os ajustes inserindo os novos tipos de crimes que podem ser registrados na Delegacia Online.

A partir de agora, acessando o site da Polícia Civil (www.pc.rr.gov.br), o cidadão clica em Delegacia Online e pode registrar o BO (Boletim de Ocorrência) de crimes como injúria, apropriação indébita, difamação, calúnia, extravio (tais como perdas de documentos e objetos, inclusive aparelhos celulares), estelionato, dano, constrangimento, furto simples, preservação de direito e maus tratos a animais.

Para o delegado geral de Polícia, Herbert de Amorim Cardoso, é extremamente importante que as pessoas atendam às orientações das Instituições de saúde dos governos Federal e do Estado, que têm divulgado resoluções, recomendações e até mesmo decretos, numa tentativa de evitar o avanço do novo coronavírus no Brasil.

Dessa forma, destaca Cardoso, com as medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (COVID-19), deliberadas pelo Consupol (Conselho Superior de Polícia) na última terça-feira, dia 17, os registros de BO’s deverão ser realizados de forma online e somente casos extremos podem ocorrer presencialmente.

“Neste aspecto, são considerados urgentes os casos de homicídios, latrocínios e remoções de cadáver; violência doméstica e contra crianças e adolescentes; casos em que possam ocorrer o perecimento da prova, demandando imediata intervenção policial; ainda os casos de estupro, sequestro, cárcere privado; os furtos e roubos de veículos, uma vez que há a necessidade urgente de se colocar a restrição no veículo por órgãos policiais; além de ações de grupos criminosos e quadrilhas e autos de prisão e de apreensão em flagrante”, define Cardoso.

Na Central de Flagrantes, que funciona na sede do 5º Distrito Policial, está totalmente suspenso o registro de BO. Nessa unidade policial serão atendidos somente os casos emergenciais que resultem em APF (Auto de Prisão em Flagrante) ou AAFAI (Auto de Apreensão do Ato Infracional).

Em nenhuma delegacia de polícia será permitida à aglomeração de pessoas. A permanência de pessoas alheias ao quadro de servidores só será permitida enquanto estiver ocorrendo o procedimento policial e com a presença exclusiva da pessoa envolvida no caso.

“A orientação é que as pessoas evitem se expor e que fiquem em casa. Desta forma, se surgir a necessidade de registrar um Boletim de Ocorrência, o cidadão deve fazer de forma online, acessando pelo computador, notebook ou telefone celular. Ampliamos o leque de atendimento para atendermos o maior número de pessoas possíveis. De forma presencial, somente será permitido o atendimento aos casos graves, que já destacamos”, disse Cardoso.

Publicado em DESTAQUES

O secretário de Cultura do Estado de Roraima, Marksjohnson Castro, participou na última quinta-feira (19) de uma reunião online convocada pela secretária Especial da Cultura, Regina Duarte, para tratar sobre os impactos da pandemia do coronavírus (Covid-19) no setor cultural do país. O objetivo principal da videoconferência foi idealizar ações conjuntas entre União, Estados e Distrito Federal para amenizar os problemas e impasses causados pela doença.

Participaram da reunião 21 dos 27 secretários dos estados brasileiros, que expuseram suas demandas e dificuldades enfrentadas atualmente, principalmente após o cancelamento de exposições, shows, apresentações pelo país, bem como o fechamento de salas de cinema, museus, entre outros. Durante o encontro online, a secretária Especial afirmou que sua equipe está fazendo um levantamento para saber o tamanho real do impacto gerado nos setores do Audiovisual, Economia Criativa, Fomento e Incentivo (Lei Rouanet) e Lei da Ancine.

Ainda de acordo com ela, na próxima semana deve ser publicada uma instrução normativa para suavizar esse impacto. “Estamos vivendo uma situação dramática nesse momento e a nossa vontade é de contribuir e abraçar os fazedores de cultura do país, que merecem todo o carinho”, acrescentou Regina Duarte.

Para Marksjohnson Castro, a reunião foi essencial, visto que a classe artística de Roraima tem procurado a secretaria nos últimos dias em busca de soluções paliativas. “A Cultura está sofrendo junto com o Brasil. Os artistas locais estão ociosos e vivendo esse momento delicado de maneira ainda mais intensa. O propósito dessa reunião foi justamente apresentar essas demandas e pensar em soluções para não deixar ninguém desamparado”, enfatizou.

Ainda de acordo com o secretário, em breve serão anunciadas medidas para auxiliar os profissionais da cultura de Roraima. “Um colegiado está sendo montado e estamos construindo algumas proposições a serem debatidas na próxima semana para saber como o governo Federal pode incentivar os estados e municípios. Lançaremos medidas o mais rápido possível após liberação da União”, concluiu Castro.

 

Publicado em DESTAQUES

A identificação por meio de impressões digitais é eficiente, mas com o emprego de recursos oferecidos pela tecnologia, esse procedimento torna-se eficaz. Aliada à tecnologia chamada AFIS (Sistema de Identificação Automatizada de Impressões Digitais), referência no Brasil na identificação de indivíduos por comparação da impressão digital, os peritos do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz) desenvolveram, a custo zero, estudos e testes de um sistema onde as fotos capturadas por celular, tenham qualidade suficiente para que sejam reconhecidas pelos sistemas de identificação.

De acordo com o diretor do IIOC, Amadeu Triani, o sistema AFIS tem sido usado para comparar uma impressão digital com impressões previamente arquivadas em bancos de dados espalhados por vários países. Com o sistema desenvolvido pelos peritos de Roraima, a pesquisa é feita com uma imagem digital, com uma resolução de no mínimo 500 dpi para que seja reconhecida nos sistemas de identificação.

“Os peritos oficiais papiloscopistas de Roraima desenvolveram os estudos e testes de um sistema, em que as fotos capturadas por celular tenham qualidade suficiente para que sejam reconhecidas pelos sistemas de identificação. O objetivo é dar celeridade nas identificações necropapiloscópicas, principalmente em locais de crimes, acelerando os resultados das investigações, identificações de vítimas, pessoas comuns no local de crime e possíveis autores”, detalha.

Amadeu Triani, que é um dos idealizadores do projeto, observa que o perito executa todos os procedimentos operacionais padrões, de acordo com a complexidade do caso, adotando a metodologia científica correta para realizar a coleta das impressões.

“Logo após a esses procedimentos, é sacada a fotografia com o próprio celular do perito, enviada por aplicativo específico para outro perito preparar a imagem e submeter ao sistema de pesquisa, para então identificar o cadáver desconhecido. Se o indivíduo estiver cadastrado em nosso banco de dados o trabalho é concluído em minutos”, esclarece.

Segundo Triani, o tempo de preparo da coleta da imagem leva em torno de 10 minutos e o sistema reconhece a impressão digital com seus pontos característicos, retorna depois de seis a 10 minutos com o resultado da identificação. “Existem sistemas no Brasil que só têm respostas efetivas dessas identificações depois de dias. Aqui em Roraima, com o uso desse aplicativo por celular vai, ajudar a perícia a alcançar respostas efetivas em curto prazo”, afirma o diretor.

O diretor esclareceu que o sistema criado pelo IIOC já está inserido no contrato que agregou o ABIS (Sistemas de Identificação Automatizada de Biometrias Múltiplas). “Desta forma, além de biometrias múltiplas, foram inclusas a identificação facial no contrato do sistema AFIS, que permite o desenvolvimento de novas ferramentas pelos peritos oficiais papiloscopistas de Roraima, sem custo financeiro, agregando nova tecnologia, conhecimento científico aos peritos e é inédito no País”, ressalta Triani.

Publicado em DESTAQUES

Frente à necessidade de garantir a proteção dos profissionais de saúde, que estão na linha de frente contra o Novo Coronavírus (COVID-19), o Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, está adquirindo novos EPI´s (Equipamento de Proteção Individual) para atender todas as unidades hospitalares do Estado.

Iniciadas nesta semana, as entregas ocorrem de acordo com cronograma estabelecido pela CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica) da Sesau, preconizando as unidades com maior demanda de atendimento no Estado.

“Hoje nós estamos disponibilizando máscaras N95, também estamos abastecidos de máscaras e luvas, e com isso as unidades podem contam com o que há de necessário para atender as necessidades dos profissionais das nossas unidades de saúde”, destacou Yonara Correa, coordenadora geral da CGAF.

O Estado recebeu aproximadamente 8 mil unidades de máscaras de proteção N95, sendo o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento uma das unidades contempladas de imediato. Também estão sendo encaminhados para a Unidade litros de álcool em gel 70% para subsidiar as ações de higienização pessoal.

“O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Saúde, não tem medido esforços para garantir segurança aos profissionais que atuam nas unidades. Essa preocupação aumentou ainda mais nesse momento de epidemia e esse tipo de ação é mais uma precaução contra a doença, minimizando assim, os riscos de contaminação mesmo que o Estado não tenha nenhum caso de COVID-19”, enfatizou o secretário de saúde, Francisco Monteiro Neto.

As entregas para o HGR continuam até a próxima semana quando novos materiais deverão chegar ao Estado. As outras unidades também estão incluídas no cronograma da CGAF.

“O nosso objetivo é manter o abastecimento regular em todas as unidades de saúde para que os profissionais possam desempenhar suas atividades com tranquilidade. Os profissionais estão sendo orientados sobre o fluxo de entrega, então é importante que tenham calma, pois todas as unidades serão atendidas”, salientou.

 

 

 

Publicado em DESTAQUES

A espera dos soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima acabou nesta quinta-feira, 19. O Governo de Roraima assinou a  autorização de processo seletivo para cursos de formação para cabos e sargentos.  São 40 vagas para cada patente nas duas instituições. A  segurança é um dos quadros mais defasados e esse seletivo vem para valorizar os militares roraimenses. Denarium também autorizou para este ano o curso de formação de sargentos para o quadro QE para todos de 2007.1 e 2007.2.

O governador explicou que a ação é o reconhecimento da importância do trabalho e da missão das forças de segurança em servir e proteger. Destacando o trabalho dos parlamentares presentes na ocasião, o deputado federal Jhonatan de Jesus e os deputados estaduais Soldado Sampaio, Renan Filho e Jeferson Alves que juntos com o secretário de Planejamento, Marcos Jorge articularam para viabilizar financeiramente os cursos. Agradeceu também ao comandante da  PMRR e do CBM-RR por serem extremamente diligentes em busca de melhorias para as corporações.

“Acabamos de autorizar o curso para formação de sargentos e também pra toda tropa da Polícia Militar, os soldados vão ficar mais animados ainda abrimos e autorizamos o processo seletivo para cabos e terceiro sargento. É o Governo do Estado valorizando todas as as forças de segurança”, disse.

Para o comandante da Polícia Militar de Roraima coronel Elias Santana esse foi um dia de alegria. “Nós já vamos iniciar esse ano o curso de formação de sargentos e vamos lançar também os editais para o processo seletivo pra selecionar alguns cabos, alunos sargentos para o próximo ano”, comemorou    

Publicado em DESTAQUES