Mostrando itens por marcador: governoderoraima

Domingo, 19 Abril 2020 01:23

COMUNICADO

A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 585 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Deste total, 76 são considerados suspeitos, 287 foram descartados e 222 foram confirmados.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 200 casos foram notificados em Boa Vista, 09 em Pacaraima, 04 no Cantá, 03 no Bonfim, 03 em Rorainópolis, 01 em Alto Alegre, 01 em Mucajaí e 01 em São Luis.

Em relação aos casos suspeitos, conforme o boletim deste Sábado, 18, foram notificados 65 casos em Boa Vista, 06 em Pacaraima, 02 em Bonfim, 02 no Cantá e 01 em Mucajaí.

Já sobre os casos descartados, 246 notificações ocorreram em Boa Vista, 11 em Pacaraima, 09 em Mucajaí, 06 em Bonfim, 06 em São Luiz, 04 no Cantá, 03 em Caroebe, e 02 em Rorainópolis.

O Estado também contabiliza 03 óbitos pela COVID-19, 02 no município de Boa Vista e 01 em Alto Alegre. Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

A tarde deste sábado,18, foi de muito trabalho para manter o ambiente interno da Feira do Produtor higienizado contra bactérias e reforçar a proteção contra o novo coronavírus (Covid-19).

A ação de sanitização realizada pelo Governo de Roraima, por meio de uma ação integrada entre a Sesau (Secretaria de Saúde) e a Seapa (Secretaria de Agricultura e Abastecimento) garantiu a limpeza sanitária de todo o ambiente interno.

Conforme a engenheira agrônoma Rannyonara Oliveira Rodrigues, que integra a empresa responsável pelo procedimento, o serviço não compromete a qualidade dos alimentos.

“É importante reforçar que essa solução utilizada na sanitização não afeta os produtos que vão para a mesa do consumidor, pois não são utilizadas substâncias que possam comprometer a qualidade dos alimentos. Além disso, tem um efeito positivo que é combater bactérias e vírus que possam estar no ambiente”, esclareceu.

De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto, a ação de hoje atende a uma solicitação do secretário de agricultura, Emerson Baú, seguindo as diretrizes de trabalho do governador Antônio Denarium.

“Trata-se de uma ação super importante uma vez que estes locais registram naturalmente a aglomeração de pessoas, por isso é preciso manter o controle em relação a higiene, para garantir a eliminação de bactérias e assim garantir a confiança e tranquilidade para as pessoas que trabalham aqui”, enfatizou o secretário.

As equipes realizaram a atividade de higienização sanitária, com aplicação de hipoclorito, em todo o complexo interno a Feira do Produtor.

Publicado em DESTAQUES

Com o intuito de ajudar economicamente os pequenos produtores rurais, neste período de quarentena por conta da pandemia da Covid-19, o Governo de Roraima, por meio da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), planejou a feira itinerante, “Feira Pague e Leve da Agricultura Familiar”, para incentivar a compra dos produtos originários dos pequenos produtores.

A atividade começa na próxima terça-feira, 21, das 7h30 às 14h, em frente à Seapa, que fica localizada na Rua General Penha Brasil, 1121, no bairro São Francisco. Segundo o secretário de Agricultura, Emerson Baú, a “Feira Pague e Leve da Agricultura Familiar” será dentro da Seapa; e os consumidores podem esperar o atendimento na frente da Secretaria, sem necessitar de descer do carro. “Resolvemos fazer dentro do espaço da Seapa. Estaremos num ambiente interno nosso, e podemos possibilitar aos consumidores, de dentro dos seus veículos, escolherem e indicarem os produtos que querem comprar”, explicou.

O comerciante estará preparado para atender, com todas as normas de segurança exigidas. O objetivo é que não haja contato físico, ou quase nenhum. “Essa é uma forma que encontramos para ser um meio de escoamento para a agricultura familiar, para os feirantes que estão penalizados por não ter como vender a sua produção”, frisou Emerson.

A feira ocorrerá de terça-feira a sexta-feira, e os agricultores familiares e as cooperativas vão se revezar nos quiosques que serão montados, com a finalidade de oferecer produtos variados aos clientes.

Conforme o secretário de Agricultura, a Seapa segue orientação do governador Antonio Denarium para apoiar a agricultura familiar. As recomendações de segurança serão aplicadas rigorosamente e os cuidados serão redobrados. “O governador pediu para verificar como poderíamos apoiar nas vendas da agricultura familiar. Buscamos ideias e encontramos o sistema de feirinha drive thru. Ele é reforçado pela CNA (Confederação Nacional da Agricultura) e outros Estados já estão fazendo”, informou.

DELIVERY - Outra alternativa de incentivo de venda para os feirantes e pequenos comerciantes que trabalham com hortifruti e derivados é o sistema de delivery, por meio do qual a pessoa liga, pede os produtos e recebe na comodidade da casa.

O secretário Emerson Baú explica que essa é mais uma forma de escoar a produção. “O consumo diminuiu, as pessoas estão mais em casa, e é na crise que o empreendedor vê a oportunidade. Eles já estão percebendo isso, já estão fazendo também parcerias, as cooperativas estão organizadas”, afirmou.

As artes de divulgação estão sendo feitas pela Seapa para ajudar quem não pode pagar por elas. “Quero pedir e sensibilizar a população para consumir estes produtos, que compre dos pequenos comerciantes, que se torne cliente dos feirantes, para que eles possam ter condições de continuar produzindo e assim não falte alimento nas nossas mesas”, finaliza o secretário.

Publicado em Agricultura e Pesca

Um dos principais pontos de comercialização de produtos da agricultura roraimense, a Feira do Produtor, situada na Avenida Glaycon de Paiva - São Vicente, receberá o trabalho de higienização sanitária. A limpeza será realizada neste sábado, 18, a partir das 15h.

A ação faz parte do combate ao novo coronavírus (Covid-19), realizado pelo Governo de Roraima, por meio de uma atividade integrada entre a Sesau (Secretaria de Saúde) e a Seapa (Secretaria de Agricultura e Abastecimento).

De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto, esse trabalho de limpeza é fundamental, especialmente em pontos estratégicos como este local.

“A Feira do Produtor é um dos locais de maior importância para a economia roraimense. Produtores de todo o Estado vendem seus produtos lá, e devemos garantir a segurança de quem trabalha no local e das pessoas que buscam o ambiente para fazer suas compras”, enfatizou.

Segundo o representante da empresa responsável pela execução do serviço, Rafael Carvalho, o trabalho consiste na utilização de produtos diferentes de uma dedetização comum, para dar a garantia no impedimento de contaminações.

“A sanitização que vamos executar, diferente de uma dedetização contra pragas, é uma limpeza com produtos químicos capazes de matar todas as bactérias ou vírus que, por ventura, estejam circulando na feira”, explicou.

Conforme o coordenador de Urgência e Emergência da Sesau, Francisvaldo Paixão, o trabalho de sanitização é executado em outros pontos, como o Ministério Público de Contas e o depósito de medicamentos da CGAF (Coordenadoria Geral de Assistência Farmacêutica), onde remédios que são utilizados em todas as Unidades do Estado ficam armazenados.

“Esse trabalho todo tem o intuito de desinfetar as áreas que são muito movimentadas e que possuem alto risco de infecção pelo coronavírus, devido ao fluxo constante de pessoas e mercadorias”, afirmou.

INÍCIO - No dia 5 de abril, a Sesau realizou uma ação de conscientização aos feirantes e consumidores da Feira do Produtor em parceria com a Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Desde o início da pandemia, foram adotadas várias medidas para controlar a circulação das pessoas nas feiras, entre as quais, o controle nos acessos e horário de funcionamento estabelecido.

“Trata-se de medidas que evidenciam a preocupação do Governo de Roraima com a sua população, e o nosso papel é prover as ações para que as demandas sejam atendidas e, dessa forma, realizar uma gestão cada vez mais integrada”, finalizou o secretário.

Publicado em DESTAQUES

Em função da pandemia do coronavírus, as aulas na rede estadual de ensino estão ocorrendo na forma não presencial, por meio do uso das tecnologias e acesso à internet e da distribuição de material didático elaborado pelos professores.

Para alcançar os estudantes do interior, o Governo do Estado, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desportos), organizou uma logística de atendimento junto às empresas que ofertam o serviço de transporte escolar.

Sem alunos para transportar nesse período, as empresas vão distribuir para os estudantes do interior: apostilas, exercícios, tarefas escolares, entre outros materiais didáticos preparados pelos professores.

Uma forma de garantir que o aluno não fique ocioso, que receba conteúdo e ocupe seu tempo com atividades educacionais em casa. Foram definidos locais estratégicos para a entrega do material no interior. Também serão agendados os dias que o transporte irá recolher as atividades e levar novo conteúdo.

A Seed realizou diversas reuniões com os representantes das empresas. As ações estão sendo articuladas por meio do DAE (Departamento de Apoio ao Estudante). No total, 36 empresas devem prestar o serviço, que já iniciou na quinta-feira, 16.

“O DAE está coordenando essa ação de Governo que busca levar materiais de estudos para os alunos nesse tempo de pandemia do coronavírus. Já iniciamos a entrega em dez municípios e vamos continuar trabalhando para atender todos os municípios do Estado”, destacou Naicon Rodrigues, diretor do DAE.

Na quinta e na sexta-feira, foram distribuídos os materiais para os estudantes de escolas localizadas nos municípios de Bonfim, Pacaraima, Boa Vista (Zona Rural), Alto Alegre, Rorainópolis, Normandia, Mucajaí, São Luiz do Anauá, Amajari e Cantá. Na próxima semana, a logística continua, de forma a atender todos os municípios do Estado.

Além da entrega do material pelo transporte escolar, a Seed também já distribuiu para os seis centros regionais de ensino indígena, localizados em Uiramutã, Alto Alegre, Amajari, Cantá, Normandia e Pacaraima, máquinas impressoras e papel A4 para auxiliar o trabalho dos professores indígenas.

“O Governo do Estado está fazendo um grande esforço para garantir que os estudantes recebam conteúdos e atividades de rotina neste período de aulas não presenciais. Estamos intensificando os trabalhos e, a partir desta semana, os alunos do interior começam a receber o material para estudo. Neste período, contamos também com a colaboração e compreensão dos pais, para juntos enfrentarmos esse momento novo e inesperado causado pelo Covid-19”, destacou Leila Perussolo, secretária de Educação e Desporto.

REDE ESTADUAL - A rede estadual de ensino adotou as aulas na forma não presencial desde o dia 6 de abril, conforme o estabelecido no Decreto governamental nº 28.663, de 31 de março de 2020.

Desta forma, a Seed está trabalhando com duas frentes para atender as escolas da rede: uma frente direcionada aos alunos com acesso à internet e outra para estudantes que não dispõem desse recurso.

Para os alunos que têm acesso à internet, cada escola definiu a tecnologia a ser utilizada para o repasse de conteúdos didáticos, entre elas, redes sociais Whatsapp, Facebook, Youtube, e aplicativos de encontros on line.

Para os estudantes que não têm acesso à internet estão sendo elaboradas apostilas e atividades de rotina para que os pais ou responsáveis possam retirar o material na escola, com prazo para ser devolvido com a realização das atividades propostas. No interior, os pais que não têm como retirar, o material será levado por meio do transporte escolar.

A Seed também elaborou um Plano de Orientações de atividades não presenciais para as escolas da capital, interior e indígenas. O documento contém informações para direcionar a atuação de gestores, coordenadores pedagógicos, professores, pais e alunos enquanto durar o período de enfrentamento do coronavírus.

Publicado em DESTAQUES

Dando sequência às ações de apoio à Campanha de Vacinação contra a Influenza, o Governo de Roraima, por meio do NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização) da Sesau (Secretaria de Saúde), realizou na manhã de sexta-feira, dia 17, a imunização de agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

“Foram administradas 66 doses de vacina, e esse público faz parte da segunda fase da campanha, que iniciou ontem, dia 16”, disse a Alice Dantas, gerente do NEPNI.

Ao todo, o Estado recebeu 44 mil doses da vacina para esta fase. Além dos membros das forças de segurança e salvamento, fazem parte do público alvo os portadores de doenças crônicas, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, portuários, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade e adolescentes que cumprem medida socioeducativa.

“É importante frisar que, nesse momento, os motoristas de aplicativos não fazem parte dessa etapa, que vai até o dia 8 de maio, quando inicia a terceira fase para os demais grupos alvos da campanha”, completou.

ESTADO ATINGE META DE IMUNIZAÇÃO DE IDOSOS

Os dados da primeira etapa ainda não foram totalmente finalizados, porém, segundo parcial do próprio NEPNI, o Estado já conseguiu atingir a meta para os idosos.

Até o momento, 23.512 das 25.702 pessoas desse grupo foram imunizadas, o que dá um total de 91,48% de cobertura vacinal. Entre os profissionais de saúde, o percentual, até agora, é de 62,85%, uma vez que 8.390 dos 13.349 alvos da campanha já foram vacinados.

“É importante que a população compreenda a importância que a vacina tem para justamente evitarmos o adoecimento das pessoas, principalmente agora que estamos enfrentando a pandemia do coronavírus”, pontuou o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto.

Vale lembrar que a meta preconizada pelo Ministério da Saúde é de 90% dos públicos alvos da campanha até o dia 22 de maio. As doses estão sendo encaminhadas por etapas, em razão da capacidade de produção do Instituto Butantã, responsável pela geração da vacina.

“Todas as Unidades Básicas de Saúde com sala de vacinação já receberam as doses, e as pessoas que se enquadram no público alvo dessa etapa podem solicitar a vacina”, concluiu Alice.

Publicado em DESTAQUES

As ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19) serão reforçadas em Roraima. Nessa sexta-feira, 17, a Sesau (Secretaria de Saúde) recebeu da Maçonaria de Roraima - Grande Oriente Estadual a doação de EPIs (Equipamento de Proteção Individual).

Foram doadas 30 máscaras faciais que serão utilizadas por profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus.

“Toda ajuda é valiosa nesse momento, fundamental para permitir aos profissionais de saúde maior segurança no desempenho das atividades. Agradecemos imensamente pelo apoio”, enfatizou a secretária adjunta de Saúde, Patrícia Renovato.

As máscaras faciais, que integram a linha de Equipamentos de Proteção Individual serão entregues aos profissionais que atuam no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) e no HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth).

“O papel da Maçonaria é contribuir para o bem-estar da sociedade, e nós estamos juntos aqui para somar esforços nessa batalha tão dura contra o coronavírus”, enfatizou o grão mestre José Eudes Pereira de Siqueira.

“Estes Equipamentos de Proteção Individual são essenciais para o nosso trabalho no dia a dia. Nos ajudarão e muito no atendimento aos pacientes”, salientou o médico intensivista do HGR, Júlio Menezes Osorla, que também integra a Maçonaria.

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 18 Abril 2020 02:23

COMUNICADO

A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o registros de 30.767 casos confirmados de COVID-19 e 1.947 óbitos no Brasil. 

O estado de Roraima possui até esse momento 532 notificações para o COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Deste total, 46 são considerados suspeitos, 285 foram descartados e 201 foram confirmados.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 183 casos foram notificados em Boa Vista, 07 em Pacaraima, 04 no Cantá, 03 no Bonfim, 01 em Alto Alegre, 01 em Mucajaí, 01 em Rorainópolis e 01 São Luiz.

Em relação aos casos suspeitos, conforme o boletim desta sexta-feira, 17, foram notificados 40 casos em Boa Vista, 03 em Pacaraima, 02 no Cantá e 01 em Rorainópolis..

Já sobre os casos descartados, 244 notificações ocorreram em Boa Vista, 11 em Pacaraima, 09 em Mucajaí, 06 em Bonfim, 06 em São Luiz, 04 no Cantá, 03 em Caroebe e 02 em Rorainópolis.

O Estado também contabiliza 03 óbitos por Covid-19, 02 no município de Boa Vista e 01 em Alto Alegre. Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

A RR-203, estrada que dá acesso à Vila do Tepequém (Amajari-RR), receberá manutenção pelo Governo de Roraima. O aviso de licitação foi anunciado pelo governador Antonio Denarium nesta quinta-feira, 16, e já está disponível para as empresas interessadas em participar do certame no site seinf.rr.gov.br, no campo "licitação".

A estrada tem início na BR-174 e vai até o topo da Serra do Tepequém, mais especificamente na Vila do Paiva, o que representa 105 km de rodovia asfaltada que receberá serviços de conservação e manutenção. Importante rodovia para os moradores e produtores que precisam trafegá-la diariamente, a RR-203 é fundamental também para o setor turístico, como afirma o governador Antonio Denarium.

“É o Governo do Estado dando condições de melhor trafegabilidade aos moradores da região de Amajari e também melhorando atendimento aos turistas de Roraima e outros estados que utilizam a RR-203, que dá acesso à Serra do Tepequém”, disse o chefe do Executivo.

O próximo passo rumo à recuperação da RR-203 será a abertura do processo licitatório, que ocorrerá no dia 25 de maio, às 9h, na Seinf (Secretaria de Infraestrutura). Na ocasião, as empresas interessadas em participar do certame apresentarão as documentações com os preços.

O Edital de Concorrência Tipo Menor Preço n° 005/2020, está disponível no site seinf.rr.gov.br.

Outras obras de estradas em licitação

A RR-207 (Cantá-Bonfim) e RR-205 (Boa Vista-Alto Alegre) serão recuperadas e o processo licitatório foi aberto neste mês de abril.

Outra importante estrada, a RR-342 (Taiano-Alto Alegre), será totalmente asfaltada. A obra foi dividida em dois lotes, sendo que o primeiro (28 km) está no procedimento interno de licitação. A segunda etapa, que compreende 18 km de asfalto, terá o processo licitatório aberto ainda neste mês de abril.

 

Publicado em DESTAQUES

Ampliar as formas de atendimento dos serviços essenciais oferecidos para população é uma prioridade do Governo de Roraima. Com este intuito, a PCRR (Polícia Civil de Roraima) passou a registrar, desde esta quinta-feira, dia 16, por meio da Delegacia Online, o BO (Boletim de Ocorrência) para os crimes de roubos. Além disso, o sistema da Delegacia Online foi modernizado e agora os estrangeiros também podem fazer o registro de crimes sofridos em Roraima.

De acordo com o delegado geral de Polícia, Herbert de Amorim Cardoso, os registros de BOs têm aumentado nos últimos meses, o que ajuda a desafogar o atendimento presencial nas delegacias.

 “Com a adição da tipificação de roubo aos tipos de boletins que podem ser registrados na modalidade online, acreditamos que reduziremos ainda mais o atendimento presencial nas delegacias. Assim, estamos cumprindo no momento a determinação de evitar aglomerações e aliando a isso a comodidade e a segurança do registro de ocorrência online”, ressaltou.

O delegado geral destacou ainda as atualizações implementadas na plataforma da Delegacia Online neste ano. “É importante destacar que agora estrangeiros que estão em Roraima também podem registrar ocorrência online. O sistema passou por algumas modernizações, o que possibilitou que o estrangeiro possa informar o país de origem e qual a sua situação legal no Brasil e no nosso Estado”, detalhou.

No mês passado, uma resolução emitida pelo Consupol (Conselho Superior de Polícia) já havia deliberado por reduzir o atendimento presencial nas unidades policiais, em virtude do contágio do coronavírus (Covid-19).

Lançada no dia 25 de setembro de 2019, a Delegacia Online, que em um primeiro momento registrava somente casos de extravios, de furtos simples e de preservação de direitos, ampliou o leque de registros para atender ainda mais ao cidadão. Inicialmente, a Delegacia Online atendia apenas três tipos de naturezas de registros de BO e passou para 12. Agora, acessando o site da Polícia Civil (www.pc.rr.gov.br), o cidadão clica em Delegacia Online e pode registrar o BO de 13 modalidades que são: roubo, injúria, apropriação indébita, difamação, calúnia, extravio (tais como perdas de documentos e objetos, inclusive aparelhos celulares), estelionato, dano, ameaça, constrangimento, furto simples, preservação de direito e maus tratos a animais.

DADOS – De setembro a 31 de dezembro de 2019, a Polícia Civil registrou 1.505 BOs pela Delegacia Online. De Janeiro até 17 de abril, já foram registradas 1.984 BOs.

COMO ACESSAR – O Boletim de Ocorrência pode ser registrado por meio do site da Polícia Civil de Roraima no endereço www.pc.rr.gov.br. O cidadão pode clicar em Delegacia Online e fazer o relato. Para isso, o cidadão deverá possuir uma conta de e-mail (correio eletrônico) e acesso à internet. No momento da solicitação, ele prestará as informações necessárias ao registro e receberá um número de protocolo.

Após análise pela equipe da Polícia Civil e validação dos dados apresentados, será encaminhado ao e-mail indicado o respectivo BO ou os motivos pelo qual seu registro possa ter sido negado.

Publicado em DESTAQUES