Mostrando itens por marcador: governoderoraima

Domingo, 05 Julho 2020 01:03

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS. A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 33.293 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.
Destes, 18.922 foram confirmados, sendo 6.595 por RT-PCR e 12.327 por teste rápido, 14.371 foram descartados e 368 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 245 em Alto Alegre, 180 no Amajari, 14.567 casos foram notificados em Boa Vista, 207 em Bonfim, 434 no Cantá, 205 em Caracaraí, 424 em Caroebe, 104 em Iracema, 347 em Mucajaí, 122 em Normandia, 815 em Pacaraima, 569 em Rorainópolis, 359 em São João da Baliza, 84 em São Luiz e 52 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 286 em Alto Alegre, 122 em Amajari, 11.389 notificações ocorreram em Boa Vista, 181 em Bonfim, 176 no Cantá, 213 em Caracaraí, 197 em Caroebe, 118 em Iracema, 634 em Mucajaí, 76 em Normandia, 176 em Pacaraima, 390 em Rorainópolis, 143 em São João da Baliza, 83 em São Luís e 16 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 368 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 07 em Alto Alegre, 03 em Amajarí, 293 no município de Boa Vista, 05 no Bonfim, 06 no Cantá, 03 em Caracaraí, 02 em Caroebe, 04 em Iracema, 05 em Mucajaí, 07 em Normandia, 17 em Pacaraima, 10 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 01 São Luiz e 01 em Uiramutã.

Além disso, 4.483 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 53 em Alto Alegre, 31 em Amajari, 3.384 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 213 no Cantá, 33 em Caracaraí, 104 em Caroebe, 08 em Iracema, 62 em Mucajaí, 13 em Normandia, 173 em Pacaraima, 144 em Rorainópolis, 37 em São João da Baliza, 57 de São Luiz e 06 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo simplificado da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), que oferece 462 vagas temporárias, sendo 176 para contratação imediata, em funções de níveis fundamental, médio e superior, com remunerações de até R 3.917,62.

Para o nível fundamental, as oportunidades são na função de Auxiliar de Cuidado, com remuneração de R$ 1.100,00. Já para o nível médio, as vagas são nas funções de Cuidador e Coordenador, que oferecem salário de R$ 1.550,00 e R$ 2.000,00, respectivamente; para o nível superior, as vagas são para Assistente Social e Psicólogo, cuja remuneração é de R$ 3.917,62.

Prazo de inscrição vai até segunda, dia 6

É preciso atenção ao calendário. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas até segunda-feira, 6 de julho, pela internet no site do Instituto Selecon. A seleção será feita mediante análise de títulos.  O resultado final do processo seletivo está previsto para o dia 18 de julho.

O certame terá validade de seis meses, podendo ser prorrogado por igual período. Os contratados irão atuar no enfrentamento à Covid-19 nos Abrigos Institucionais e Casas Lares da Secretaria.

“Através deste processo seletivo emergencial, teremos a plena condição de executar as atividades em todas as unidades descentralizadas da Setrabes, em 2020. Todo o processo foi realizado de forma organizada em parceria com o Instituto Selecon, onde começamos a discutir todos os procedimentos. Inclusive, desde o mês de abril, foi instituída pela Pasta uma comissão responsável por organizar todo o certame”, informou a secretária Tânia Soares.

“Vamos colocar toda nossa expertise à disposição, para que o Estado seja beneficiado com a contratação de profissionais bem capacitados. O Governo do Estado, que atualmente desenvolve diversas políticas de inclusão social para o povo de Roraima, pode ficar seguro no serviço que será prestado e ter a certeza de que poderá atender aos anseios da população, uma vez que seus profissionais estarão aptos para desenvolver um excelente trabalho", disse Marcus São Thiago, diretor de Concursos e Processos Seletivos do Selecon.

Serviço

Processo seletivo Setrabes-RR

Vagas: 462 (176 imediatas e 286 para cadastro de reserva)

Escolaridade: nível fundamental, médio e superior

Inscrições: de 4 a 6 de julho de 2020

Inscrição gratuita

Site para Inscrição: www.selecon.org.br.

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 04 Julho 2020 11:06

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS. 

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br. 

 A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 33.003 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Destes, 18.769 foram confirmados, sendo 6.565 por RT-PCR e 12.204 por teste rápido, 14.234 foram descartados e 364 óbitos. 

 Com relação apenas as confirmações para a doença, 245 em Alto Alegre, 180 no Amajari, 14.444 casos foram notificados em Boa Vista, 204 em Bonfim, 434 no Cantá, 205 em Caracaraí, 422 em Caroebe, 103 em Iracema, 347 em Mucajaí, 122 em Normandia, 815 em Pacaraima, 560 em Rorainópolis, 345 em São João da Baliza, 84 em São Luiz e 51 em Uiramutã. 

 Já sobre os casos descartados, 286 em Alto Alegre, 122 em Amajari, 11.269 notificações ocorreram em Boa Vista, 180 em Bonfim, 175 no Cantá, 213 em Caracaraí, 196 em Caroebe, 117 em Iracema, 634 em Mucajaí, 76 em Normandia, 176 em Pacaraima, 383 em Rorainópolis, 138 em São João da Baliza, 82 em São Luís e 16 em Uiramutã. 

 O Estado também contabiliza 364 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 07 em Alto Alegre, 03 em Amajarí, 291 no município de Boa Vista, 05 no Bonfim, 06 no Cantá, 03 em Caracaraí, 02 em Caroebe, 04 em Iracema, 05 em Mucajaí, 07 em Normandia, 17 em Pacaraima, 09 em Rorainópolis, 02 em São João da Baliza, 01 São Luiz e 01 em Uiramutã. 

 Além disso, 4.430 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. 

 Deste total, 53 em Alto Alegre, 31 em Amajari, 3.384 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 165 no Cantá, 33 em Caracaraí, 104 em Caroebe, 08 em Iracema, 59 em Mucajaí, 13 em Normandia, 173 em Pacaraima, 142 em Rorainópolis, 37 em São João da Baliza, 57 de São Luiz e 06 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença. 

Publicado em DESTAQUES

O esforço conjunto de órgãos públicos e entidades privadas, bem como instituições sem fins lucrativos, tem sido fundamental para o reforço das ações de enfrentamento ao Coronavírus (COVID-19). Na tarde desta sexta-feira, dia 3, a Sesau (Secretaria de Saúde) recebeu do CICV (Comitê Internacional da Cruz Vermelha) em Roraima a doação de EPI's (Equipamento de Proteção Individual) e produtos de higiene e limpeza.

Para o secretário adjunto de Saúde, Armando Santos, a ajuda é bem-vinda e reforçará as medidas adotadas pelo Estado para conter os impactos da pandemia. “Toda contribuição à população é sempre uma ajuda importante. O trabalho solidário da Cruz Vermelha tem feito a diferença no Brasil e no mundo e nós agradecemos essa parceria”, disse o secretário.

O material arrecadado será direcionado a Pacaraima, onde atenderá as necessidades do Hospital Délio de Oliveira Tupinambá. Entre os insumos arrecadados, estão luvas cirúrgicas, máscaras de proteção, álcool em gel, sabão líquido, fraldas geriátricas, papel toalha, água sanitária e macacões de proteção.

De acordo com o chefe do escritório da CICV em Boa Vista, Fernando Fornaris, o trabalho humanitário tem como foco contribuir para o atendimento na área de saúde e, com isso, ajudar o maior número de pessoas. “A Cruz Vermelha, como entidade humanitária, compartilha com as autoridades locais a responsabilidade de cuidar das populações mais vulneráveis. Por isso, consideramos importante fortalecer as ações de prevenção contra a propagação do vírus”, explicou.

--

Publicado em DESTAQUES

O Governo de Roraima iniciou a obra de reforma da quadra de esportes da Escola Estadual Professora Antônia Coelho de Lucena, localizada no bairro Silvio Leite, em Boa Vista. A obra ocorre com recursos próprios na ordem de R$ 461.462,51. A Seinf (Secretaria de Infraestrutura) é responsável pela execução do serviço e a previsão é que a conclusão ocorra no inicio de novembro.

A escola estava há quatro anos sem quadra, após um desabamento total da estrutura física. "Desde esse período, estamos sem quadra. As aulas de educação física eram feitas na sala de aula ou em uma parte coberta da escola", explicou a gestora da instituição, Elizângela Miranda.

A quadra medirá 45 por 30 metros e a reforma contempla pintura, colocação de telhado, piso, alambrado, arquibancada e sistema de iluminação, entre outros componentes de uma quadra esportiva. A obra iniciou no dia 30 de junho e o período para execução será de 180 dias.

“A comunidade, os alunos e servidores estão felizes com essa obra e não vemos a hora de ser concluída. A quadra de esportes tem um valor significativo dentro da escola: é onde ocorrem as reuniões e eventos. Estamos muito ansiosos”, ressaltou Elizângela.

A Escola Estadual Professora Antônia Coelho de Lucena está localizada na Rua Vicente Tavares de Melo, n° 539, bairro Senador Hélio Campos. Segundo dados do Censo Escolar 2019, são atendidos 617 alunos nos anos finais do Ensino Fundamental.

REFORMA GERAL – Além da quadra, o prédio da Escola Estadual Professora Antônia Coelho de Lucena em breve passará por uma reforma geral. Os recursos já estão garantidos por meio de emenda parlamentar. "O Governo do Estado, com o olhar atento e compromisso com a educação, vem investindo recursos próprios para reforma das escolas para proporcionar aos estudantes qualidade e condições de continuidade do processo escolar”, comentou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

--

Publicado em DESTAQUES

Por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), o Governo de Roraima realizou na manhã desta sexta-feira, 3, o lançamento do processo seletivo simplificado para contratação de 462 profissionais, dos quais, 176 serão para contratação imediata. O governador Antonio Denarium, por meio de videoconferência, anunciou a abertura do processo seletivo com as inscrições de forma gratuita, iniciando neste sábado, 4, e finalizando na segunda-feira, 6.

O processo seletivo será coordenado pelo Selecon (Instituto Nacional de Seleções e Concursos) sem qualquer ônus para o Estado, através da celebração de um acordo de cooperação técnica com a Setrabes para organizar todo o seletivo simplificado destinado à contratação de psicólogos, assistentes sociais, coordenadores, cuidadores e auxiliar de cuidadores da área da assistência social, para exercerem suas funções nos abrigos institucionais e casas lares que integram a Setrabes.

O governador Antonio Denarium destacou a relevância da parceria, especialmente pela expertise do Instituto Selecon no que tange à organização de processos seletivos simplificados, vislumbrando, com isso, realizar um certame com total lisura, credibilidade e comprometimento com a legalidade exigida.

“É uma oportunidade que estamos ofertando à população de integrar, de forma temporária, o quadro de servidores da Setrabes neste processo seletivo simplificado, abrangendo 176 vagas com contratação imediata e as demais ficarão em cadastro de reserva, podendo ser preenchidas durante a validade do certame, de acordo com as necessidades da Setrabes”, declarou.

A secretária Tânia Soares informou que as contratações vão abranger os abrigos e unidades de acolhimento sob a coordenação da Setrabes, possibilitando o desenvolvimento das atividades institucionais com a atuação dos novos servidores.

“Através deste processo seletivo emergencial, teremos a plena condição de executar as atividades em todas as unidades descentralizadas da Setrabes, em 2020. Todo o processo foi realizado de forma organizada em parceria com o Instituto Selecon, onde começamos a discutir todos os procedimentos. Inclusive, desde o mês de abril, foi instituída pela pasta uma comissão responsável por organizar todo o certame”, informou.

EDITAL E INSCRIÇÕES – O edital e inscrições do processo seletivo estará disponível via internet e poderá ser acessado pelo candidato no site do Instituto Selecon, no endereço eletrônico www.selecon.org.br. As inscrições terão início neste sábado, 4, e seguem até na próxima segunda-feira, 6. O termo de cooperação e o edital do processo seletivo estão publicados no DOE-RR (Diário Oficial do Estado de Roraima) nº 3.753, de 2 de julho de 2020.

Publicado em MANCHETES

A boa trafegabilidade nas estradas é importante para a atividade econômica e locomoção das pessoas. As pontes são peças fundamentais nessa engrenagem e o Governo de Roraima, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), tem trabalhado para proporcionar qualidade nesse quesito. São cerca de 80 delas, até o momento, que o Estado contabiliza entre recuperadas, que passam por reforma e outras em processo de licitação para serem atendidas.

Já foram reformadas 37 pontes em quatros municípios, somente na gestão do governador Antonio Denarium, contemplando os municípios de Cantá, Mucajaí, Amajari, Alto Alegre e na RR-325. Conforme o produtor Vitor Hugo Ferronatto, a ponte do rio Acará, em Amajari, foi reformada recentemente e garante o transporte de gado e arroz produzido na região. “A ponte do rio Acará não estava em boas condições. Com a reforma, agora fica melhor para transportar o gado e escoar grãos dos pequenos produtores da região”, afirmou Ferronatto.

Os setores citados por Ferronatto precisam de boas pontes e são importantes para a economia. O ano-safra de 2020 tem 10.400 hectares de área plantada de arroz, com estimativa para colheita de aproximadamente 76 mil toneladas. Na pecuária de corte, 39.838 bovinos foram enviados para abate entre janeiro e maio deste ano. Os dados são da Seplan (Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento), Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Aderr (Agência de Defesa Agropecuária).

Para continuar o trabalho de proporcionar boa trafegabilidade, atualmente estão sendo concluídas as reformas de uma ponte na vicinal 2 do Picadão (Cantá) e uma no igarapé Aruanã, na RR-319 (Boa Vista). Além disso, os 15 municípios de Roraima serão atendidos com a reforma de 25 pontes, no total. São obras prestes a começar.

Cinco pontes de concreto serão construídas e 10 de madeira reformadas

Na RR-325, entre Mucajaí e Alto Alegre, está previsto para este mês de julho o início da construção de cinco pontes de concreto dupla via, que permite a passagem de dois automóveis simultaneamente.

Em processo de licitação para posterior reforma, estão 10 pontes: uma no igarapé Macaquinho, comunidade da Anta, em Alto Alegre, município que também terá reformada uma ponte na vicinal da Estação Ecológica de Maracá; três na vicinal 23 do Apiaú, em Mucajaí; uma na vicinal PA Ametista, no Amajari; e duas nas vicinais 8, uma na Jacamim e uma na RR-207, no Cantá.

--

Publicado em DESTAQUES

Em um momento onde boas notícias devem ser compartilhadas, a equipe do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) teve um momento especial esta semana, de energia positiva fundamental para continuar a batalha contra o Coronavírus (COVID-19). Três pacientes receberam a notícia da alta hospitalar, após evolução para o tratamento contra a doença.

Antes de voltar para casa, as pacientes Rosa Leite Pereira (73 anos), Edna Orlando (78 anos) e Nazaré de Sousa Barros (64 anos) receberam o carinho da equipe que atua no hospital. Após quatro, seis e sete dias de internação, respectivamente, elas seguem com a recuperação em casa, conforme as recomendações de isolamento social.

Segundo a coordenadora do Paar (Pronto Atendimento Airton Rocha), Talita Araújo, a recuperação dos pacientes traz otimismo para a equipe da unidade. “Cada alta representa muito para nós. A cada paciente recuperado, vem uma sensação de dever cumprido e a certeza de que estamos indo pelo caminho certo. Toda a equipe do Pronto Atendimento, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem vibra com esses momentos que são nosso combustível para continuar nessa luta”, contou Talita.

Atualmente, o Estado de Roraima possui 4.430 recuperados da COVID-19. Os registros da doença podem ser acompanhados pelo Boletim Epidemiológico elaborado pelo Cievs (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde), divulgado pela Sesau.

O boletim é a única fonte oficial de informação sobre a situação epidemiológica relacionada ao Coronavírus em Roraima e está disponível no site da Sesau, no endereço www.sesau.rr.gov.br e na plataforma roraimacontraocorona.rr.gov.br, onde as pessoas podem ter acesso a informações importantes sobre a doença. "É fundamental que as pessoas busquem informações oficiais e estejam bem informadas e que também atendam às medidas de enfrentamento dessa doença”, reforçou a coordenadora.

Publicado em DESTAQUES

A PGE-RR (Procuradoria Geral do Estado) conseguiu junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) uma liminar a favor da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), para que o órgão possa celebrar convênios com o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A decisão viabiliza um convênio de R$ 4,6 milhões que serão utilizados para investimento e custeio em ações de combate à mosca da carambola e erradicação da febre aftosa.                     

No dia 16 de junho, a Aderr enviou um ofício à PGE-RR informando que estava em fase de celebração de convênio com o Mapa, no entanto, o registro do CNPJ do Estado no Cauc (Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias), sistema que registra inadimplência de estados e municípios junto ao Governo Federal por dívidas adquiridas em gestões anteriores, impedia a efetivação.

No dia 30 de junho, o procurador geral do Estado, Jean Pierre Michetti, e a procuradora da PGE-RR na coordenadoria de Brasília, Vanessa Freitas, entraram com um pedido de liminar junto ao STF alegando que a Aderr é uma autarquia e, portanto. possui CNPJ próprio. “A agência tem autonomia administrativa e financeira, com CNPJ próprio e não vinculado ao do Estado de Roraima. O convênio que se busca firmar e os que no futuro serão disponibilizados têm como parte principal a Aderr”, explicou o procurador geral.

No dia 1º de julho, o relator da ação no STF, ministro Ricardo Lewandowski, deferiu liminar abstendo a União de aplicar as restrições decorrentes das inscrições do CNPJ do Estado de Roraima no Cauc à celebração de convênios entre órgãos federais e a Aderr, até o julgamento definitivo da ação, sem prejuízo de melhor exame da matéria quando do julgamento do mérito.

Ações de combate à mosca da carambola e erradicação da febre aftosa

O convênio entre a Aderr e o Mapa (R$ 4,6 milhões) vai possibilitar investimentos em ações de defesa animal e vegetal. Na área vegetal, o foco é o combate à mosca da carambola. Já na defesa animal, os esforços são para erradicação da febre aftosa.

Os recursos serão utilizados na reestruturação do Sistema Unificado de Atenção à Saúde Agropecuária. “Parte desse recurso é investimento e parte é para custeio. A parte de investimento vai para a compra de veículos, mesas, cadeiras, armários, material de informática, como computadores e impressoras, GPS, entre outros. A parte de custeio, que é a mais substancial desse convênio, vai servir para custear as ações básicas de defesa animal e vegetal”, disse o presidente da Aderr, Gelb Platão.

Ele lembrou que Roraima é reconhecido pela OIE (sigla em inglês para Organização Mundial de Saúde Animal) como livre de febre aftosa com vacinação. O próximo passo é elevar o nível para área livre sem vacinação. Na área vegetal, a erradicação da mosca da carambola possibilita a exportação de frutas para outros estados e países.

O convênio contempla todos os programas da Aderr, como Controle e Erradicação da Anemia Infecciosa Equina, Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose, Cancro Cítrico, dentre outros.

Publicado em DESTAQUES

Por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), o Governo do Estado realizou na tarde desta quinta-feira, 2, a entrega da primeira etapa do programa Renda Cidadão, abrangendo nesta fase 1.152 pessoas que se encontram em situação de extrema pobreza como auxílio para a complementação de sua alimentação.

O evento ocorreu no auditório do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) e contou com a participação do governador Antonio Denarium, acompanhado da primeira dama Simone Denarium, secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, demais secretários de Estado, parlamentares, prefeito do município de Rorainópolis, Leandro Pereira, e autoridades militares.

O Renda Cidadã integra a nova política de segurança alimentar e nutricional e faz parte de uma das ações do Programa Roraima Verde, que reúne outras duas atividades de combate à fome: a Horta Comunitária Cidadã e o Minha Horta Cidadã, que capacita e incentiva os beneficiados a produzir hortaliças com foco na subsistência e geração de renda.

O programa teve sua regulamentação através da aprovação da proposta de lei encaminhada pelo Executivo ao Legislativo quando, após sua aprovação, foi a lei foi sancionada no mês de abril, oficializando a ação social de extrema relevância às famílias de baixa renda, abrangendo todo os municípios com a contemplação de um crédito de R$ 200,00. Com esse benefício, todos os meses as famílias contempladas poderão ter acesso à compra de gêneros alimentícios nas redes credenciadas.

Conforme a secretária Tânia Soares, a finalidade principal do programa é amenizar o cenário de vulnerabilidade social que Roraima enfrenta, seguindo uma política do Suas (Sistema Único de Assistência Social), que tem como enfoque emergencial o combate à fome, tomando como base esta diretriz da ONU (Organização das Nações Unidas).

“Tivemos como referência durante todo o processo da contemplação das família os dados extraídos do CadÙnico. Neste apanhado, a equipe de coordenação das visitas verificou que somente na capital Boa Vista 9% da população está enquadrada na faixa de extrema pobreza, onde as famílias possuem uma renda mensal de no máximo R$ 89,00 por pessoa. Concluir essa primeira etapa é muito gratificante pela relevância social em possibilitar dignidade e respeito aos contemplados, em garantir a oportunidade na aquisição de seus alimentos e suprir esta carência alimentar”, ressaltou.

 

Programa fechará 2020 com até 10 mil famílias contempladas

Em seu pronunciamento, o governador Antonio Denarium anunciou a ampliação do programa para até 10 mil famílias em 2020, o que supera a meta inicial que seria atender 3 mil famílias este ano e, dessa forma, fazer chegar o benefício a quem realmente necessita, complementando o acesso à alimentação. Denarium agradeceu o apoio da ALE-RR (Assembleia Legislativa de Roraima) que, de forma unânime, aprovou a proposta de lei encaminhada pelo Executivo.

“Inicialmente, nossa meta era atender as famílias com o valor de R$ 180,00, porém, com muito esforço e equilibrando mês a mês o nosso orçamento, conseguimos elevar o valor para R$ 200,00. Também com muito esforço e empenho de nossa equipe de Governo, podemos anunciar a ampliação, ainda em 2020, do atendimento para 10 mil famílias. Tenho como meta até o final de nossa gestão abranger o número máximo de pessoas que se encontram na faixa de pobreza ou passando por alguma necessidade alimentar em todo o Estado”, garantiu.

A dona de casa Angélica Gomes, uma das contempladas nessa primeira fase, disse que o benefício chega em boa hora para suprir a necessidade alimentar de sua família que, por conta do fechamento do comércio, não tem como procurar uma ocupação e garantir o sustento de seus filhos. “Vai ajudar bastante nesse momento de extrema necessidade que estamos passando sem ter como buscar uma fonte de renda”, afirmou.

 

O Renda Cidadã

O programa Renda Cidadã tem a finalidade de transferência de renda, beneficiando as famílias em situação de extrema pobreza e que não recebam nenhum outro tipo de benefício monetário, com o objetivo ao enfrentamento e alívio de sua situação de vulnerabilidade social. O programa está condicionado ao cumprimento de contrapartidas que reforçam o acesso a direitos sociais básicos, principalmente na área da segurança alimentar, com impacto imediato na saúde e assistência social.

O pagamento do benefício no valor de R$ 200,00 é possível através de cartão-alimentação, de modo a disponibilizar a assistência necessária para a família se reestruturar e superar a situação de vulnerabilidade alimentar e nutricional. Assim, essas famílias têm a opção de escolha e compra dos itens alimentícios conforme sua necessidade nas mais de 700 empresas em todo o Estado conveniadas com a empresa Alelo, que administra o cartão.

Publicado em MANCHETES
Página 1 de 147