Como forma de reconhecimento pelos relevantes serviços prestado ao Estado, o Governo de Roraima concedeu nesta sexta-feira, dia 12, a Medalha Ordem do Mérito Forte São Joaquim, ao grau de Oficial, para o comandante da Força Nacional no Estado, capitão Souza Neto. Após cumprir sua missão em Roraima, ele seguirá para Ponta Porã (MS).

A cerimônia de entrega da comenda ocorreu na sala de reuniões do Palácio Senador Hélio Campos. A Medalha Forte São Joaquim é a maior comenda do Estado, concedida a autoridades e personalidades que de alguma forma contribuíram para o desenvolvimento de Roraima.

“Estamos concedendo a Medalha Ordem do Mérito Forte São Joaquim ao capitão Souza Neto, pelos relevantes serviços prestados a toda a sociedade roraimense, onde está sendo substituído por um novo capitão. A Força Nacional é nossa parceira e sempre em ação conjunta com a Polícia Militar de Roraima e a Polícia Civil tem mostrado um excelente desempenho”, destacou Antonio Denarium.

Após seis meses atuando na Segurança Pública do Estado de Roraima, o capitão Souza Neto passa o comando da Força Nacional em Boa Vista para o capitão Artur Silva, que dará continuidade ao trabalho que vinha sendo desempenhado pela tropa.

“É uma honra, uma satisfação estar sendo reconhecido. Tenho certeza que minha passagem pelo Estado foi um grande aprendizado”, disse Souza Neto.

Com a missão de substituir Souza Neto, o capitão Artur Silva disse que a prioridade será manter os trabalhos até aqui desenvolvidos. “O objetivo inicial é manter o que o capitão vinha fazendo, cumprir as determinações e apoiar as instituições para dar mais tranqüilidade à população”, declarou.

Participaram da solenidade o secretário-chefe da Casa Militar, coronel Elson Paiva; o comandante da PMRR, coronel Elias Santana; o subcomandante da PMRR, Eliabe Campos; o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Anderson Carvalho; o secretário de Administração, Pedro Cerino; e a chefe do Cerimonial do Governo, Bruna Sacke.

HISTÓRICO - O capitão QOPM Joaquim Vieira de Souza Neto é natural de Cocais (PI), graduado como Bacharel em Direito pela Universidade em São Paulo, e pós-graduado em Ciências Jurídicas pela Universidade Cruzeiro do Sul. Ingressou nas fileiras da corporação da Polícia Militar do Maranhão em 2010, como cadete, o 1º ano no CFO (Curso de Formação de Oficiais).

Em 2014 foi declarado aspirante a Oficial PM, sendo designado para servir ao 8º Batalhão da PM, Jerônimo de Albuquerque, sediado na capital de São Luiz (MA). Em 2015 foi transferido para 10º BPM (Batalhão de Polícia Militar) da cidade de Timor (MA), assumindo o comando do Policiamento Especializado.

Em meados de 2015, concluiu com êxito o curso de INC (Instrução e Nivelamento de Conhecimento) da FN (Força Nacional de Segurança Pública).

Em 2016, foi convocado pela primeira vez para participar da segurança pública nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Em 2017, de volta ao Estado de origem, realizou o curso de Técnicas e Táticas Urbanas.

Em 2018, foi novamente convocado a operar na FN, concluindo com êxito a 4º readaptação da base em Brasília (DF), tendo sido designado ao termino do curso a atuar em Manaus (AM), onde atuou como subcomandante da operação no sistema prisional do Estado.

Em 2019, foi designado para assumir o comando da Operação Boa Vista, na operação dos órgãos de segurança pública do Estado de Roraima.

Publicado em Cidadania

O presidente da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), James Serrador, visitou nesta quinta-feira, 11, as obras de extensão de rede da vila Campos Novos, no município de Iracema. Acompanhado do gerente do Sistema de Interior, Nelyerton Andrade, Serrador conferiu o andamento das obras de ampliação do sistema de abastecimento.

O presidente visitou o campo de obras e, junto aos colaboradores, conheceu a região onde as novas redes serão construídas. As obras irão aumentar em mais 1km a rede de distribuição, beneficiando quase 500 novos usuários.

“Estamos aumentando 1.000 metros de extensão de rede que vai beneficiar centenas de famílias e vamos também, em breve, instalar filtros russos para melhorar ainda mais o processo de tratamento da água”, garantiu Serrador, acrescentando que a previsão é que interligação na rede esteja concluída até o final do próximo mês.

Na próxima semana, os novos usuários da vila Campos Novos serão cadastrados no sistema da Caer. “A empresa vem trabalhando para dotar os municípios de um completo sistema de abastecimento, garantindo mais qualidade de vida dos moradores, além do desenvolvimento e avanço da região”, afirmou o presidente.

Incentivar os estudantes da rede pública estadual de ensino a realizarem pesquisas e trabalhos de cunho científico. Esta é a intenção da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio de um plano de ação desenvolvido pela DIFIC (Divisão do Fortalecimento do Currículo).

Dentro do plano de ação, organizado pela Coordenação de Iniciação Científica da DIFIC, estão previstas a formação de parcerias com instituições públicas e particulares e a realização de encontros e palestras para professores da rede estadual de ensino.

Nas palestras, técnicos da Seed apresentam a metodologia ativa STEM (Scicence, Technology, Engineering, and Mathematics), ou seja, uma metodologia diferenciada de trabalho envolvendo disciplinas de Ciências, Matemática, além de Tecnologia e Engenharia.

Nas palestras que são realizadas durante o encontro pedagógico das escolas, as técnicas também abordam sobre projetos, desde a elaboração, as etapas seguintes e também sobre como trabalhar os projetos e as pesquisas na sala de aula com os estudantes.

A ideia da ação é que a pesquisa científica se torne um processo contínuo no desenvolvimento do aluno. A iniciação científica será trabalhada com os estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

“O nosso trabalho é voltado para a iniciação científica dos alunos das escolas públicas do nosso Estado. Nós vamos às escolas e, durante as capacitações com os professores, realizamos atividades relacionadas às etapas dos projetos científicos e também levamos orientações sobre a Feira de Ciências do Estado”, explicou Gisele de Oliveira, da Coordenação de Iniciação Científica.

Gisele explicou ainda que no primeiro semestre desde ano foram realizadas capacitações para professores de 31 escolas de Boa Vista e que no segundo semestre o trabalho vai continuar na capital e também no interior.

“Inicialmente, a capacitação ocorrerá em uma escola por município, selecionada pela maior quantidade de professores e estudantes. Convidaremos todos os professores das demais escolas daquele município para no dia participar da capacitação na escola definida, como forma de levar o conhecimento para o maior número de profissionais”, explicou Gisele.

FEIRA DE CIÊNCIAS - Nas escolas, a capacitação realizada pela Coordenação de Iniciação Científica também está sendo direcionada para a Feira de Ciências do Estado, prevista para ocorrer na segunda quinzena do mês de novembro. Este ano, a feira terá como tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”.

“Nós falamos sobre bioeconomia, sobre sustentabilidade, potencialidades de Roraima e sobre as possibilidades de contribuição para o desenvolvimento do nosso Estado, enfatizando que os projetos e as ideias devem partir do estudante e o professor deve ser o orientador da pesquisa”, destacou Gisele.

Os trabalhos da Coordenação de Iniciação Científica também são realizados pelos professores Dayane Rodrigues e Diego Araújo, da DIFIC do DEB (Departamento de Educação Básica) da Seed.

Para o desenvolvimento das ações, a Coordenação de Iniciação Científica já conta com a parceria do Centro da Visão (Dr. Amarildo Rodrigues), Sukatinha e Dra. Janice de Oliveira.

Publicado em Educação

Ainda como parte das celebrações das festas juninas, algumas escolas estaduais promovem nesta sexta-feira, 12, e sábado, 13, arraial e festas típicas caipiras, como forma de integração social com a comunidade escolar.

Neste sábado, 13, a Escola Estadual Euclides da Cunha, no centro da Capital Boa Vista, promoverá o “Arraiá do Cunha” a partir das 19h. Na programação, apresentações de quadrilhas e outras danças típicas, além de barracas com guloseimas diversas.

Também no sábado, 13, outra unidade de ensino que estará em festa é a Escola Estadual Penha Brasil, localizada no bairro Aparecida, com o já tradicional “Arraiá do Generá” a partir das 19h, em sua quadra poliesportiva. Comidas e danças típicas da época farão parte da festa.

“Teremos apresentação da quadrilha Sinhá Benta, da quadrilha da Escola Estadual Carlo Casadio, de dois grupos de dança e também um bingo com vários brindes”, destacou Raimundo Francisco, gestor da escola.

No bairro São Vicente, ocorrerá o “Arraiá do Vicentão” na Escola Estadual São Vicente de Paula. O evento será das 15h às 20h30.

EM PACARAIMA

No município de Pacaraima, o Colégio Estadual Militarizado Cícero Vieira Neto promove hoje, 12, e amanhã, 13, o I Festival De Inverno Caipira. Na programação, apresentações culturais e tradicionais, como quadrilha, dança do boi, dança caribenha, carimbó, grupo de dança de Santa Helena (Venezuela), entre outras. Haverá ainda a escolha do rei e rainha do festival, comidas típicas, rifa, leilão, bingo e banda de forró para encerrar a noite.

“Estamos preparando tudo com muito carinho. Serão dois dias de festa e contamos com a participação da comunidade para prestigiar os nossos alunos”, afirmou Maria de Jesus, gestora pedagógica da instituição.

Publicado em Educação

A fim de deixar as aulas das disciplinas de Física e Matemática mais interessantes, o professor Dilson Teixeira desenvolveu o projeto Lançamento de Projéteis - mais popularmente conhecidos como foguetes. A culminância do projeto ocorre neste sábado, 13, na pista de aeromodelismo do Parque Anauá, das 8h às 11h.

Durante o desenvolvimento das atividades, os alunos tiveram que calcular a velocidade dos foguetes, altura, alcance, entre outras questões. Para criar os projéteis, os estudantes participaram de oficinas para montagem e base de lançamento.

“Essa é uma forma de mostrarmos na prática o que a parte teórica quer dizer, pois só assim o aluno é capaz de compreender da melhor forma o que está nos livros, além de deixar as aulas mais dinâmicas e interessantes”, explicou o coordenador do projeto, Dilson Teixeira.

O projeto é desenvolvido com alunos do Ensino Médio da instituição de ensino. Cerca de 30 foguetes foram confeccionados. Alguns dos materiais utilizados são recicláveis, como garrafa pet e caixa de arquivo. Os demais são de P.V.C e materiais de encanamento.

“Além dos alunos aprenderem na prática o conteúdo ministrado em sala de aula, eles estarão contribuindo com o meio ambiente, pois buscamos reutilizar alguns materiais para confecção dos foguetes”, ressaltou Teixeira.

No decorrer dos lançamentos no Parque, as turmas participantes irão competir: vence a que o foguete tiver maior alcance. A turma vencedora ganhará um troféu desenhado por um dos alunos da instituição.

“A competição é uma forma de estimular ainda mais os alunos a participarem do projeto. Estamos satisfeitos com a interação e participação dos estudantes, pois estão empenhados em desenvolver um bom trabalho”, afirmou o coordenador.

Cinco estudantes irão representar a escola na 13° MOBFOG (Mostra Brasileira de Foguetes), em novembro, no Rio de Janeiro (RJ). A mostra é uma olimpíada inteiramente experimental, pois consiste em construir e lançar foguetes o mais distante possível.

I CONCURSO DE FOGUETES - Além da Ayrton Senna, a Escola Monteiro Lobato também desenvolve um projeto de lançamento de foguetes e, neste sábado, 13, irá realizar o I Concurso de Foguetes. O evento terá a participação das escolas estaduais Maria das Dores Brasil, América Sarmento Ribeiro e Antonio Carlos da Silva Natalino.

O projeto é desenvolvido desde o início deste ano na disciplina de Física e abrange as turmas do Ensino Médio. A escola já confeccionou cerca de 30 foguetes para a competição. Entre os materiais utilizados estão garrafas pet e encanamento, entre outros itens.

A turma que tiver a melhor equipe, o lançamento mais distante, entre outras especificidades, ganhará medalhas e certificados. “Os alunos estão empolgados. Nós e eles ficamos felizes quando o foguete atinge o alcance e velocidade desejados. Sem dúvidas, o projeto é a prática dos conhecimentos adquiridos em sala de aula”, ressaltou Moisés Gonçalves, diretor da escola Monteiro Lobato.

Publicado em Educação

Está quase tudo pronto para o “Arraial Pingo D’água”, a tradicional festa junina  realizada pela Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) para colaboradores e familiares. As atividades iniciarão a partir das 19h, nesta sexta-feira, 12, no Clube da Caer - Restaurante da Vizinha -, na Avenida Santos Dumont, 302, bairro São Pedro, em Boa Vista.

“Será uma noite muito especial, com ambiente agradável, boa música e muita alegria. Por isso, contamos com a participação de todos os colaboradores e amigos”, esclareceu o presidente da Caer, James Serrador. 

A programação inclui a apresentação da quadrilha “Coração Caipira”, barracas com comidas típicas, bebidas, pescaria, brinquedos infantis (incluindo pula-pula) e bingo. A animação ficará por conta da banda Forró Kangaia, com música ao vivo.

“Dessa vez a novidade é que a festa será aberta ao público externo e assim esperamos aproximar ainda mais a Companhia da comunidade”, finalizou o presidente.

Publicado em Secom

Escolas da rede estadual de ensino da capital e também do interior já começaram a trabalhar com as hortas e algumas já estão com a produção a todo o vapor. Em busca de potencializar essa produção e implementar a ação nas demais instituições de ensino, a Seed (Secretaria de Estado da Educação e Desporto) desenvolverá o Projeto Horta na Escola.

Em Boa Vista, as escolas Major Alcides, Antônia Coelho de Lucena, Maria das Neves Rezende, Oswaldo Cruz, Caranã, Dom José Nepote, Olavo Brasil, Diva Lima, além dos Colégios Estaduais Militarizados Luiz Ribeiro de Lima, Luiz Rittler Brito de Lucena e Colégio Militar Estadual Derly Luiz Vieira Borges já estão trabalhando a horta. Algumas estão no processo inicial de preparo da terra e do espaço e outras já usufruindo da própria produção, como é o caso por exemplo da Escola Caranã.

De acordo com a gestora da unidade de ensino, Luzinete Mota, os alunos e professores trabalharam juntos para a confecção da horta. “A horta já existia na escola e este ano estamos dando continuidade ao projeto. Alunos e professores se envolvem com a limpeza, cuidado e recolhimento da produção”, explicou a gestora.

Ela destacou ainda que os alunos têm um tempo reservado para cuidar da horta. Hoje, a escola produz cheiro-verde, pimentão, abóbora, rúcula, limão, macaxeira, tomate, berinjela, maxixe, quiabo, além de plantas medicinais, como capim santo, malva santa e boldo. No interior do Estado, a Escola Estadual Presidente Castelo Branco, em Caracaraí, também já desenvolve um trabalho de produção com hortas.

A Seed, por meio do Projeto Horta na Escola, vai estimular esses plantios, sensibilizando a comunidade escolar quanto à importância da alimentação saudável, empreendedorismo e com a possibilidade de complementação da renda familiar, uma vez que os conhecimentos adquiridos na escola poderão ser implementados nas casas das famílias dos estudantes, fomentando a pequena produção.

Para esta ação, a Seed contará com a parceria da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que disponibilizará as tecnologias a serem utilizadas e orientações. A deputada Angela Águida Portela será outra parceira, trazendo a expertise dos Projetos Verde Vivo e Carijó, desenvolvidos anteriormente por ela em algumas escolas do interior do Estado.

A Seed deve começar a implementar o Projeto Horta na Escola já no segundo semestre deste ano.

TEMPO INTEGRAL - As EMTI (Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral) também irão trabalhar o Projeto Horta, porém em uma proposta diferenciada. A Educação em Tempo Integral é um projeto educativo integrado, onde o aluno, além do desenvolvimento intelectual, tem possibilidades diversas de aprendizado voltadas à criatividade, ao empreendedorismo, à produção de arte e valorização de sua história, entre outros, a fim de se tornar um cidadão consciente de seus direitos e deveres.

Dentro dessa proposta da EMTI, a horta aparece como uma unidade curricular (eletiva) a ser desenvolvida por meio de projetos interdisciplinares, dentro da parte flexível do currículo. A sua implementação será de forma sistematizada, com o cumprimento de etapas. A primeira delas será a escuta com a comunidade escolar, professores, alunos e comunidade externa sobre a implementação da horta na escola.

A segunda etapa compreenderá os estudos sobre a importância da horta a partir dos conhecimentos teóricos e pesquisas, incluindo também visitas técnicas em hortas já estabelecidas e em instituições como, por exemplo, a Embrapa. Por fim, a terceira etapa será a parte da execução, ou seja, o plantio e a construção da horta.

“O objetivo dessa atividade, por meio da eletiva, é aprofundar e ampliar a aprendizagem dos alunos, fazer com que possam desenvolver competências e habilidades dentro de aspectos como o empreendedorismo e a iniciação científica. O envolvimento deles com a pesquisa vai fazer com que realizem a atividade com sucesso na prática”, destacou Cátia Maria dos Santos Costa, coordenadora da EMTI.

O Projeto Horta, dentro do contexto da EMTI, busca educar pela pesquisa e também proporcionar aos estudantes a sensibilização quanto à alimentação saudável, aos cuidados com o meio ambiente, a valorização de técnicas agrícolas, o empreendedorismo e senso do trabalho em equipe, por meio de uma aprendizagem colaborativa.

Em Roraima, existem cinco Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral: Maria das Dores Brasil e América Sarmento em Boa Vista; José de Alencar, em Rorainópolis; Padre José Monticone, em Mucajaí; e José Vieira Sales Guerra, em Caracaraí.

No momento, as instituições de ensino realizam a primeira etapa, que é a escuta da comunidade escolar. As demais fases também terão continuidade no segundo semestre de 2019.

Publicado em Educação

O Governo Federal autorizou, por meio da Conab (Superintendência Regional da Companhia Regional de Abastecimento), o repasse de 11,8 toneladas de leite em pó para o Governo de Roraima suprir as necessidades do atendimento social do Estado. O repasse foi feito por maio das autorizações oficiais 01166 e 01434.

O quantitativo foi repassado à Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) que, baseado nos critérios elencados no termo, vai dar a destinação ao leite em pó em tempo hábil.

Ao receber o material, a secretária Tânia Soeres destacou a importância da doação que irá suprir as demandas das diversas unidade de acolhimento e atenção mantidas pelo Governo, além de ajudar as entidades parcerias que desenvolvem trabalho social.

Com o agravamento da crise humanitária na Venezuela, o Brasil destinou mais de 22 toneladas de leite em pó para ajudar as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade alimentar e nutricional no país vizinho.

Entraves diplomáticos impediram a entrada do alimento na Venezuela e, com isso, o quantitativo foi armazenado nas dependências da Conab, em Boa Vista.

No termo, consta que é necessário registro de notas fiscais de saída do alimento, além de informações complementares, como indicação dos beneficiários com quantitativo de pessoas assistidas, grupo populacional enquadrado, entre outros.

“Em nome do governador Antônio Denarium, nós agradecemos ao Governo Federal, através da superintendente regional da Conab, Maria Darcy Xavier, pelo olhar carinhoso e atencioso para com os nossos assistidos, que são pessoas carentes e necessitam da mão amiga do Estado. Vivemos dias difíceis e, através de parcerias, poderemos superar as dificuldades e promover políticas que restaurem a confiança da nossa população. Mais uma vez, o nosso muito obrigado”, agradeceu Tânia Soares.

Publicado em Secom

O PCS (Programa Cuidando do Servidor), desenvolvido pela Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), por meio da Escola de Governo, realizou de maio a julho ações em seis unidades estaduais. Foram mais de 1,5 mil servidores atendidos por diversos serviços ofertados pelos parceiros.

O Programa percorre todas as secretarias estaduais com informações e atendimentos aos servidores efetivos, comissionados e federais. Os atendimentos preventivos à saúde são feitos pelos cursos superiores do Centro Universitário Estácio da Amazônia. Também há atendimento do Procon Roraima.

Iniciado em 06 de maio na sede da Setrabes (Secretaria de Estado do Bem-Estar Social), o PCS beneficiou até julho 1.512 servidores, com avaliação de anamnese pelo curso de Serviço Social, além de serviços de Enfermagem (aferição de pressão, medição de glicose, vacinação e consulta de enfermagem), Nutrição (antropometria nutricional e diagnóstico dietético), Fisioterapia (avaliação da cinético funcional), Educação Física (avaliação funcional e dinâmica laboral) e Procon Roraima (com orientação financeira).

Clube de Benefício do Servidor - Também coordenado pela Escola de Governo, o Programa Clube de Benefício do Servidor emitiu 1.706 carteirinhas destinadas aos servidores e dependentes, que garantem descontos nas empresas conveniadas.

Atualmente, são 51 empresas de diversos segmentos que assinaram os termos de adesão ao programa, como educação, lazer, cultura, saúde, estética, serviços e alimentos. A relação completa das empresas pode ser consultada no site www.servidor.rr.gov.br ou na sede da Segad, segundo Piso – sala 19.

Publicado em Secom

Aproveitando o clima frio do município de Pacaraima, ao Norte do Estado, o CEM XVII (Colégio Estadual Militarizado Cícero Vieira Neto), realizará na próxima sexta-feira, 12, e no sábado, 13, a 1° Edição do Festival de Inverno. O evento é aberto ao público e ocorre das 19h às 23h nas dependências da instituição.

O objetivo do evento é valorizar o clima da região e aproximar a comunidade da escola, trazendo uma temática diferenciada. “Esse ano modificamos o arraial tradicional. Estamos valorizando o nosso clima nublado para realizar a festa. Queremos apresentar para a comunidade um espetáculo diferenciado”, explicou a gestora pedagógica da escola, Maria de Jesus Vieira.

Durante o evento, haverá diversas apresentações culturais e tradicionais, como quadrilha, dança do boi, dança caribenha, carimbó, grupo de dança de Santa Helena (Venezuela), entre outras danças, além da escolha do rei e rainha do Festival, comidas típicas, rifa, leilão, bingo e banda de forró para encerrar a noite.

“Estamos preparando tudo com muito carinho. Serão dois dias de festa e contamos com a participação da comunidade para prestigiar os nossos alunos”, afirmou Maria de Jesus.

O colégio está localizado no município de Pacaraima, na fronteira entre o Brasil e a Venezuela, e atende 1.189 alunos no Ensino Fundamental e Ensino Médio. Destes, 510 são alunos venezuelanos. O colégio foi militarizado em fevereiro de 2018.

A militarização das escolas ocorre mediante uma parceria da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e a PMRR (Polícia Militar de Roraima) para compartilhar a gestão das escolas estaduais.

Atualmente em todo o Estado existem 18 colégios militarizados, sendo 11 na capital e 07 no interior (nos municípios de Mucajaí, Caracaraí, Rorainópolis, Nova Colina, Pacaraima, Bonfim e Alto Alegre).

Publicado em Educação
Página 1 de 35