Segunda, 04 Novembro 2019 05:53

OPERAÇÃO ENEM 2019 | Trabalho integrado garante segurança no decorrer das provas Destaque

Escrito por SECOM-RR
Mais de 15 mil estudantes farão as provas em Roraima neste domingo Mais de 15 mil estudantes farão as provas em Roraima neste domingo Eides Antonelli

O Governo de Roraima, por meio da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), participa neste domingo, 3, dia da primeira prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano, da Operação Enem 2019, com objetivo de garantir segurança no decorrer do certame.

Os trabalhos começaram nas primeiras horas da manhã com o transporte das provas das instalações do Décimo Grupo de Artilharia de Campanha de Selva para distribuição nos locais de aplicação. Conforme o secretário estadual de Segurança Pública, coronel Olivan Júnior, Roraima, de acordo com a Coordenação do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), foi um dos primeiros Estados a concluir a entrega das provas, que foi finalizada às 9 horas.

Instalado no Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), na sede da Sesp, o Centro Integrado de Comando e Controle da Operação Enem 2019 é formado por membros de várias instituições do sistema de segurança pública, entre as quais, Polícia Federal e Rodoviária Federal, Exército Brasileiro, Polícia Civil e Militar e Corpo de Bombeiros Militar. Além de integrantes do consórcio aplicador das provas, Correios, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) e Emhur (Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional).

De acordo com o coordenador do Ciops, Germano Nelson, eventuais ocorrências durante a realização das provas serão comunicadas a um delegado da Polícia Federal, e ele acionará o efetivo que está de prontidão na Superintendência da Corporação em Roraima.

Além do efetivo utilizado no policiamento ostensivo na Capital e no interior, a Polícia Militar mantém, no decorrer das provas, efetivo de serviço extraordinário, formado por 133 policiais, nos 34 locais de prova em Boa Vista e nos seis municípios do interior onde está sendo aplicada a avaliação do Enem.

“Fizemos um planejamento para manter a segurança durante a realização das provas em Roraima. Na Capital, há 34 locais de aplicação de provas e em todos há policiais. Temos também equipes com viaturas fazendo policiamento exclusivo. No interior, temos mais seis municípios em que estão sendo realizadas provas. Em todos, há oficiais e equipes reforçando policiamento”, afirmou o comandante do Giro (Grupamento Independente de Intervenção Rápida e Ostensiva) da PM e coordenador operacional de Segurança da Operação Enem 2019, capitão Wesley Santos.

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) também está com equipes nas ruas, atuando principalmente para garantir a fluência do trânsito em pontos onde há mais ocorrências de engarrafamentos. “O Detran faz parte deste serviço integrado e está trabalhando em pontos com maior fluxo de trânsito”, explicou o coordenador do Ciops, Germano Nelson.

Estas atividades conjuntas visam a garantir a segurança no transcorrer do processo de realização do Enem em Roraima, cujas provas de Linguagens, Código e Suas Tecnologias e Ciências Humanas e Suas Tecnologias, além da Redação, começaram a ser aplicadas às 12h30 e prosseguem até 18 as horas.

“Desde as cinco horas da manhã, estamos trabalhando com o Centro Integrado de Comando e Controle na Sesp, que é a operação Enem 2019. Estamos controlando 12.959 realizadores de prova em 34 locais de provas na Capital e 2.395 realizadores de prova nas localidades do interior”, enfatizou o secretário de Segurança Pública, Olivan Júnior, ao chegar, na manhã deste domingo, à Escola Estadual Luiz Rittler de Lucena, onde 736 estudantes, dos 15.354 que participam do Enem no Estado, realizam provas.

Segundo ele, as ações de segurança pública para o Enem foram planejadas a partir do mês de março. “É preciso destacar que realizamos um planejamento iniciado em março. O primeiro sinal de sucesso foi a distribuição de provas. Estamos visitando os pontos considerados por nós mais importantes pela quantidade de estudantes que farão as provas. Vamos percorrer as escolas, para verificar as condições locais. Esperamos que tudo ocorra dentro da maior normalidade e tranquilidade e que, amanhã, possamos ter certeza de que tudo transcorreu com sucesso”, afirmou.

Sucesso é também o objetivo de Esmeralda Sousa, de 18 anos, estudante do terceiro ano do Ensino Médio da Escola Estadual Gonçalves Dias, que, às 11 horas deste domingo, aguardava abertura dos portões da Escola Luiz Rittler de Lucena. “Espero conseguir boas notas para realizar meu sonho de ser jornalista. Estou ansiosa. Passei um ano estudando e finalmente chegou o dia de fazer a prova”, disse.

Nos quesitos segurança e autoconfiança, Érica Oliveira, de 16 anos, aluna do segundo ano do Ensino Médio, também da Escola Gonçalves Dias, já pode considerar a experiência do Enem exitosa. “Minha expectativa para esta prova é boa, porque estudei bastante e estou preparada para conseguir uma boa nota”, ressaltou, enquanto esperava para entrar na Escola Luiz Rittler de Lucena, onde fará as provas.