Segunda, 14 Outubro 2019 01:52

FEIRA DE CIÊNCIAS | Essência da perfumaria na Amazônica é um dos projetos apresentados na IX edição da Feira de Ciências da Escola Major Alcides Destaque

Escrito por MARÍLIA MESQUITA
A Feira ocorreu nesta sexta-feira, 11, e contou com a apresentação de mais sete projetos A Feira ocorreu nesta sexta-feira, 11, e contou com a apresentação de mais sete projetos Raimundo Lima - Secom/RR

A Escola Estadual Major Alcides Rodrigues dos Santos realizou na tarde desta sexta-feira, 11, a IX Feira de Ciências, que teve como tema "Bioeconomia: Diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável". O evento contou com a apresentação de sete projetos.

Além da apresentação dos perfumes confeccionados pelos alunos, as fragrâncias puderam ser comercializadas durante a Feira de Ciências. A aluna Milena Costa, 16, estudante do 2° ano do Ensino Médio, participou do projeto "A essência da perfumaria na Amazônica". “Foi sensaciona, pois nós nunca tínhamos trabalhando sobre esse assunto e vamos levar esses conhecimentos para a vida toda”, comentou Milena.

O objetivo é divulgar a produção de conhecimentos dos projetos pedagógicos e de pesquisas científicas desenvolvidas pelos estudantes ao longo dos bimestres letivos.

“Nós tivemos ótimos trabalhos, que foram desenvolvidos ao longo do ano letivo e hoje ocorreram as apresentações. Os alunos se dedicaram e se esforçaram muito para que a feira ocorresse”, explicou a gestora da escola, Ana Ilza de Sousa.

Além da "A essência da perfumaria na Amazônica", a feira contou com a apresentação de mais sete projetos: "Design, confecção e comercialização de bio-joias", "O lúdico na conscientização para o trânsito e a sustentabilidade", "Produção de tecidos e confecções com vistas e sustentabilidade", "Horta na escola: Uma proposta de alimentação sustentável", "Poço artesiano: Uma alternativa possível e saudável", "Uma reflexão filosófica sobre nossos hábitos alimentares" e "Reciclagem de lixo eletrônico".

“A participação dos alunos na Feira de Ciências é importante porque é uma forma de terem um contato com o meio acadêmico através das pesquisas, coletas de dados, entre outras situações, além de estimular o ensino-aprendizagem de forma lúdica”, afirmou Reildo Cerdeira, professor da escola.

Além da escola Major Alcides, diversas instituições de ensino realizaram a Feira de Ciências.