Domingo, 29 Setembro 2019 15:59

PROJETOS PARA O DESENVOLVIMENTO | Governador destaca ações efetuadas em sua gestão para garantir o crescimento econômico Destaque

Escrito por Secom/RR
Infraestrutura, energia, licenciamento ambiental e fomento aos projetos da agricultura familiar foram destacados pelo governador Infraestrutura, energia, licenciamento ambiental e fomento aos projetos da agricultura familiar foram destacados pelo governador Ederson Brito

Durante a abertura da segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, nesse sábado, 28, o governador Antonio Denarium enfatizou ações já realizadas e em execução na sua gestão, com finalidade de propiciar um ambiente favorável ao desenvolvimento econômico de Roraima.

Além de destacar a importância da vacinação para garantir novas conquistas para o setor da pecuária, Denarium falou sobre regularização fundiária, licenciamento ambiental, segurança energética e investimentos em infraestrutura de transportes.

“Aprovamos recentemente a nova Lei de Terras e estamos trabalhando com uma orientação importante para emissão de licenciamento ambiental, com licenças com validade de dez anos, para que o nosso produtor não precise, a cada dois anos, ir à Femarh [Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos]. Estamos resolvendo também o problema de nossa energia elétrica. Foram contratados 294 MW [megawatts] de energias de fontes renováveis. Essa força deve começar a ser fornecida até junho de 2021”, ressaltou o governador.

Ele também mencionou a construção do Linhão de Tucuruí. “Há ainda o compromisso do presidente Jair Bolsonaro de trazer o Linhão de Tucuruí, com 500 MW em sistema de mão dupla, ou seja: receberemos e também comercializaremos o excedente de energia. Somando com a produção de fontes renováveis, poderemos vender energia para o Estado do Amazonas. São ações de médio e de longo prazo que começam a acontecer”, afirmou.

O governador enfatizou também investimentos em infraestrutura rodoviária. “Quando falamos de desenvolvimento no Setor Primário, precisamos de estradas e pontes de boa qualidade. Agradeço aos deputados estaduais que colocaram em suas emendas R$ 47 milhões para a recuperação de estradas e pontes. Roraima tem 8.827 quilômetros de vicinais. Com estes investimentos, com as patrulhas mecanizadas que estamos contratando e com a parceria das prefeituras, este ano, queremos recuperar três mil quilômetros de estadas. Vai ser o maior projeto de recuperação de estradas e pontes já efetuado neste Estado”, frisou.

Conforme o governador, há também projetos de asfaltamento. “Pretendemos asfaltar a BR-174 até o Taiano, a estrada de Alto Alegre até a Vila São Silvestre. Vamos iniciar o asfalto para o Taboca e vamos ver se chegamos até a Vila Vilhena. Queremos asfaltar de Iracema para o Roxinho e Campos Novos. Outro projeto importante é o asfaltamento de São João da Baliza até Nova Colina. Trabalharemos para levar asfalto para o Trairão e para recuperar a estrada do Tepequém, no município de Amajari. Nos próximos dias, começaremos a recuperar a estrada do Apiaú, de Mucajaí até a Vila Sumaúma. São estas ações que vão beneficiar o setor primário, gerar emprego e gerar renda”, enfatizou.

Denarium falou também sobre incentivos aos pequenos produtores. “Pensando na Agricultura Familiar, recebemos o ministro do Desenvolvimento Regional [Gustavo Canuto], na sexta-feira [27], e conversamos com ele sobre a necessidade de terminar o Projeto do Passarão, com irrigação. A primeira fase do projeto é de 386 hectares. Temos hoje 135 hectares irrigados em funcionamento. Houve compromisso do Ministério de alocar recursos para atender aos primeiros 386 hectares. Solicitamos ainda ao ministro que conclua o projeto total que é de mil hectares de área irrigada. Com isso, vamos atender 93 produtores da agricultura familiar. Nossa vocação é a produção de alimentos; vai ser um ganho muito grande”, disse.

“Temos que produzir frutas, grãos e carnes. Pensando nisso, convidamos o Luiz Roberto Marcelus, presidente da Abrafrutas, ele é o maior produtor de melão do mundo e vai produzir aqui, em parceria com a agricultura familiar. Ele já comercializou 100 contêineres de melão que serão produzidos em Roraima para exportação nos meses de fevereiro, março e abril de 2020. Com os agricultores que estão aqui e a atração de novos investidores, vamos mudar a matriz econômica de Roraima. Temos uma meta para o final do nosso governo, 200 mil hectares de lavoura cultivados. São ações que vão alavancar o emprego o aumentar renda no nosso Estado”, finalizou.