Sexta, 06 Setembro 2019 17:31

INTERFERÊNCIA INDEVIDA | Após cortes no interior, Caer alerta usuários sobre religações irregulares Destaque

Escrito por ASCOM/CAER
Seapa, Seplan, Femarh, Iteraima, Aderr e DesenvolveRR se unem na Rota do Agronegócio, espaço onde o agricultor pode esclarecer dúvidas sobre o setor Seapa, Seplan, Femarh, Iteraima, Aderr e DesenvolveRR se unem na Rota do Agronegócio, espaço onde o agricultor pode esclarecer dúvidas sobre o setor Fernando Oliveira

Usuários do interior que tiveram o fornecimento de água suspenso por falta de pagamento estão realizando a religação indevidamente. A prática foi constatada pela Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) em alguns municípios e vem gerando transtornos.

 Em agosto, a Companhia realizou uma análise rigorosa no setor comercial, onde foi identificado um alto volume de dívidas atrasadas, praticamente em todos os municípios, de cerca de R$ 35 milhões. Devido a isso, desde o dia 19 de agosto a Companhia vem executando cortes no fornecimento dos usuários inadimplentes.

 “Pedimos à população que não faça a religação sem autorização do órgão, pois ela não tem conhecimento técnico para isso. Além disso, a religação irregular ocasiona problemas em nossa rede e também gera uma multa no valor de R$ 285”, explicou o diretor Comercial e Interior, Cícero Batista.

 A suspensão do fornecimento de água por inadimplência ocorre para ligações comerciais, residenciais e industriais que estiverem com o pagamento das contas em atraso por 90 dias ou mais.

A empresa orienta os usuários que estejam com contas de água atrasadas que compareçam aos postos de atendimento da empresa, disponíveis nas agências do interior, para regularizar a situação financeira e evitar transtornos maiores.

  AVISO - O aviso de débito emitido pela Caer é uma das formas mais diretas de alertar o usuário quanto às penalidades, pois com as faturas em aberto, o corte é inevitável. O aviso de débito é informado em um campo na própria conta mensal de água dos usuários inadimplentes.

Já a ordem de corte é enviada junto à fatura. Neste documento a Caer alerta o usuário quanto às sanções, caso haja qualquer interferência indevida no ramal predial de água. Além da multa de R$ 258,96, o morador terá o nome negativado junto ao Serasa. Se o usuário for reincidente, além da notificação de nova multa, a Caer tomará as medidas necessárias, conforme previsto nos art. 155 e 156 do Código Penal.

 Cronograma de cortes no interior

    

 CARACARAÍ

 

Corte em andamento e em fase de fiscalização 

        

  MUCAJAÍ

 

 Corte em andamento

     

BONFIM

 

Corte em andamento

 

PACARAIMA

 

Corte começa 09 de setembro

 

NORMANDIA

 

 Corte começa 09 de setembro

SÃO LUIZ DO ANAUA

Corte em andamento

AMAJARI -

Corte começa  09de setembro

CANTÁ -

Corte em andamento e em fase de fiscalização 

RORAINÓPOLIS

Corte em andamento 

CAROEBE

Corte em andamento  

 

SÃO JÕAO DA BALIZA

Corte em andamento

 

ALTO ALEGRE

 

Previsão para  01/10/2019