Quinta, 29 Agosto 2019 17:48

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA | Secretaria Nacional de Segurança Pública capacita servidores para convênios federais Destaque

Escrito por ROSI MARTINS
Em janeiro deste ano, a Sesp tinha 16 convênios inadimplentes com o Ministério da Justiça, pendências que foram regularizadas Em janeiro deste ano, a Sesp tinha 16 convênios inadimplentes com o Ministério da Justiça, pendências que foram regularizadas Elinaldo Santos

O Estado de Roraima foi o primeiro no Brasil a ser escolhido pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) para capacitar servidores sobre prestação de contas de convênios e de contratos de repasse com o Ministério da Justiça.

A ação ocorre durante toda esta quinta-feira, 29, no Palácio Senador Hélio Campos.

Participam do treinamento servidores da área da segurança: Sesp (Secretaria Estadual de Segurança Pública), CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), PMRR (Polícia Militar de Roraima) e de outras Secretarias Estaduais que possuem convênios federais.

A procuradora de Roraima em Brasília, Daniella Torres de Melo, informou durante apresentação, que em janeiro deste ano a Sesp tinha 16 convênios inadimplentes com o Ministério da Justiça. Destes, dois são de 2016, cinco de 2017 e nove de 2018, que juntos, provocaram um prejuízo de R$ 15 milhões para o Estado.

Daniella esclareceu que foi realizada uma força-tarefa com as secretarias para resolver todas as inadimplências e   prestações de contas em atraso e que, com as pendências resolvidas, o Governo já está apresentando novas propostas de convênio com a Senasp.

O titular da Sesp, coronel Olivan Junior, informou que a partir de novembro deste ano a secretaria começará a obter recursos para investimentos. “Estamos vivendo um momento de crescimento na política de segurança pública e ano que vem, estaremos recebendo mais de R$ 35 milhões de convênios que vão ser realizados com a sinalização de 65 viaturas para a Polícia Militar, 53 viaturas para a Polícia Civil e uma enormidade de benefícios que a segurança pública de Roraima vai receber”, detalhou.