Sexta, 16 Agosto 2019 18:27

Presidente da APAE Boa Vista | Busca parceria com Setrabes para ampliar atendimentos Destaque

Escrito por ASCOM SETRABES
A parceria visa ampliar e melhorar a atenção que hoje é dispensada a mais de 100 pessoas com deficiência que não recebiam nenhum tipo de atenção institucional   A parceria visa ampliar e melhorar a atenção que hoje é dispensada a mais de 100 pessoas com deficiência que não recebiam nenhum tipo de atenção institucional Charles Bruno

As gestoras da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) estiveram reunidas esta semana com o presidente da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Boa Vista, Bruno Perez, para definir as ações de uma parceira que visa ampliar e melhorar a atenção que hoje é dispensada a mais de 100 pessoas com deficiência que não recebiam nenhum tipo de atenção institucional.

Bruno afirmou que todo processo de parceria se inicia com o estreitamento da comunicação entre as instituições, uma vez que uma está na ponta do serviço e a outra possui as condições de viabilizar, agilizar e ampliar o leque de atendimentos. Ele pontuou que dentro das demandas apresentadas no encontro, foi destacada a necessidade de obter as informações do quantitativo de pessoas com deficiência  atualizado.

Segundo o presidente, no passado o Estado havia deixado de fazer sua parte no tocante à atualização cadastral das pessoas com deficiência, mas na conversa descobriu que a atualização já está sendo feito pela equipe técnica da Setrabes. De acordo com ele, o fato é positivo e marcante para delimitar os novos rumos que atual gestão está empregando.

“Estima-se que 10 por cento da população de Roraima possua algum tipo de deficiência e esses dados constam em um cadastro que está sendo atualizado. Isso é muito positivo, porque essas informações são essenciais para que nós possamos estudar, planejar e ampliar mais unidades da APAE abrangendo outros municípios”, explicou.

A secretária Tânia Soares destacou que, dentre as políticas de atenção social definidas pelo governador Antonio Denarium, as pessoas com deficiência estão incluídas e que as parcerias entre o primeiro, segundo e terceiro setores são fundamentais para tentar mudar a realidade social do Estado.

A secretária reconheceu que cabe ao Estado o protagonismo nas políticas públicas de acolhimento social, mas a participação efetiva de parceiros iria descentralizar e otimizar o serviço prestado.

“Sabemos que a responsabilidade principal de garantir os direitos sociais é do Estado, mas sozinhos nós não conseguimos dar uma atenção de excelência. A partir do momento em que constituímos parecerias, como a que está sendo desenhada com a APAE Boa Vista, poderemos trabalhar com mais pessoas e acolher da forma que desejamos socialmente”, enfatizou