Sexta, 09 Agosto 2019 17:21

UNACON | encerra Julho Verde com Roda de Conversa entre pacientes, médicos e sociedade Destaque

Escrito por ASCOM SESAU-RR
Foi um mês todo voltado para a conscientização do câncer de Cabeça e pescoço Foi um mês todo voltado para a conscientização do câncer de Cabeça e pescoço Ascom

A Campanha Julho Verde foi encerrada nesta quarta-feira (07), com ação voltada para a conscientização, debates, esclarecimentos de dúvidas em um clima de doação e solidariedade, entre pacientes, familiares e médicos especialistas da área oncológica de Cabeça e Pescoço. Foi um mês todo voltado para lembrar o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, ressaltando a importância da prevenção desta doença e o combate precoce que pode salvar vidas, O dia Macro da Campanha Julho Verde, é o dia 27 de julho.

Com esse objetivo o #JulhoVerde é uma campanha estratégica para divulgar informações sobre a doença que pode acontecer com qualquer um de nós, uma vez que os fatores de risco estão no nosso dia a dia, como o tabagismo em todas as suas modalidades, o consumo de bebidas alcoólicas, independente da periodicidade e volume ingerido e as infecções por HPV, por meio das relações sexuais rotativas e sem preservativos, mesmo no sexo oral.

 Em alusão a data, a Complexidade em Oncologia no Estado de Roraima (Unacon/RR), situada nas instalações do Hospital Geral de Roraima (HGR), é a unidade que apesar das dificuldades, não tem filas nem para atendimento ambulatorial, nem para cirurgia de pacientes oncológicos. Tem um serviço que opera ininterruptamente duas vezes por semana, com realização ainda, de todas as biópsias do Estado. Conta com um trabalho em conjunto com equipes multidisciplinares no acolhimento, tratamento clínico, cirúrgico e reabilitação dos pacientes.

Ressaltando a importância do diagnóstico precoce de Cabeça e Pescoço e alertando para a prevenção da doença, a Unacon promoveu uma Roda de Conversa para marcar o encerramento da Campanha Julho Verde, em Roraima. A ação aconteceu no auditório do Hospital Geral de Roraima - HGR, nesta quarta-feira (07) e contou com a participação dos profissionais da UNACON, pacientes, familiares, médicos oncológicos, e a sociedade, todos envolvidos nesta Campanha de Prevenção. O Secretário Adjunto de Saúde do Estado, Elias Carvalho Sousa, foi convidado para participar da Roda de Conversa, e representou a Secretária Cecília Lorenzom, que se encontrava com agenda de trabalho fora do Estado.

Temas como: os principais fatores de riscos, sendo primeiro o tabagismo; segundo o alcoolismo, e o mais recentemente que está cada vez maior o HPV, embasaram os assuntos abordados durante o encontro. O médico Fernando André, Especialista em Cabeça e Pescoço, explicou que o chamado Julho Verde foi um projeto criado pela Associação de Câncer de Boca e Garganta - ACBG, para conscientizar a população sobre a importância da doença, que é o câncer de cabeça e pescoço. Ressaltou também, sobre como a população pode ajudar na campanha de conscientização e prevenção do câncer.

 "O mais importante é chamar a população para conhecer os fatores de riscos, procurar atendimento médico ou odontológico da maneira mais precoce possível aos possíveis sintomas e não deixar prolongar mais de 3 semanas”, reforçou o especialista.

 O coordenador da Unacon, o médico Anderson Benetta, fez explanações sobre como a população pode ajudar na campanha de conscientização e prevenção do câncer: Evitando os fatores de riscos, como o tabagismo, o etilismo (álcool), evitar exposição solar para os cânceres de pele, usar o protetor solar que é muito importante e a questão do uso de preservativos nas relações sexuais, para evitar o HPV. 

 “Que a população venha quebrar esse estigma do câncer, às vezes por vergonha, acabam não falando sobre o assunto, ignorando os sintomas, então, se a pessoa está sentindo uma rouquidão a mais de 3 semanas, é importante procurar uma assistência médica, quando mais cedo o diagnóstico, menos agressivo será o tratamento”, orientou Benetta.

 O Coordenador da Unacon, ressaltou ainda, que são três tipos de tratamento para o câncer: primeiro a Cirurgia; segundo a Quimioterapia e depois a Radioterapia. Não necessariamente que o paciente vai receber esses três tratamentos, tudo varia da fase e estágio que o câncer é diagnosticado, orientou Anderson Benetta.

 A Fonoaudióloga Fernanda Ross, ficou com a responsabilidade de finalizar "A campanha Julho Verde” esse ano, que veio com o tema: O câncer está na cara, mas as vezes a gente não ver. Uma campanha nacional de prevenção e de combate ao câncer de cabeça e pescoço, que veio justamente para alertar as pessoas a ter um alto cuidado de examinar mesmo, o rosto, a boca, a língua, a gengiva, a garganta, o pescoço, ficar atenta a alguma ferida que não cicatriza há mais de 15 dias, dor ao engolir alimentos ou água, alguma alteração na voz e rouquidão.

 “Alerto a população que não chegue tarde ao serviço de saúde. Além de todo apoio na campanha Julho Verde do HGR, da Sesau, da Unacon, da Coopebrás, temos o apoio da ACBG que é Associação de Câncer de Boca e Garganta, que é uma associação nacional, é uma organização não governamental que trabalha em prol desses pacientes, com diagnóstico de câncer de cabeça e pescoço. Temos todos esses cuidados com a sociedade", finalizou a médica Fernanda Ross.

 Durante o encerramento da Campanha Julho Verde, a Unacon fez uma homenagem a paciente Sebastiana Alves da Silva, que faz tratamento de câncer na laringe e tem sentido melhoras clínicas. Na ocasião, Sebastiana Alves, ganhou um presente da ACBG, um aparelho chamado Laringe Eletrônica, a paciente se emocionou e emocionou toda a equipe da Unacon. “A luta é constante dia após dia, mas eu não perco a fé, nunca!”, disse Dona Sebastiana, com muita emoção.

  Informações sobre a Unacon:

A Unacon é a única Unidade de Saúde em Roraima que trata de todos os cânceres de uma maneira geral, conta com cinco médicos especialistas para atender somente cabeça e pescoço disponível no ambulatório da Unacon sem fila de espera. Durante a semana, dois dias são reservados para o centro cirúrgico, e tudo é feito na Unacon, todo o acompanhamento médico, desde a primeira consulta com profissionais especializados, como psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e enfermeiros.