Quinta, 18 Julho 2019 20:13

Empresários do setor de medicamento e transporte visitam Roraima Destaque

Escrito por BRUNA ALVES e ROSI MARTINS
Governador Antonio Denarium recebeu grupo para discutir o potencial produtivo do Estado Governador Antonio Denarium recebeu grupo para discutir o potencial produtivo do Estado Ederson Brito/Secom

Mais um grupo de empresários visitou Roraima para conhecer os potenciais do Estado. Na manhã desta quinta-feira, 18, o governador Antonio Denarium recebeu os possíveis investidores no Salão Dourado do Palácio Senador Hélio Campos.

Durante a conversa, Denarium pontuou as ações que vêm fazendo para destravar o setor produtivo e empresarial.

"O Linhão de Tucuruí começa a funcionar em 2022, mas também já temos empresas implantando usina de energia renovável. Estamos resolvendo a questão da titulação das terras e as licenças ambientais agora têm validade de 10 anos. Estamos fazendo várias outras ações para dar segurança e incentivo aos investidores", argumentou Denarium.

O presidente do grupo Hegídio, de fabricação de medicamentos, Heribaldo Egídio, afirmou ser interessante o trabalho que o governador está desenvolvendo no Estado.

“A nossa indústria atua no Brasil inteiro e viemos aqui para conhecer o potencial do Estado e as expectativas que temos é de fazer negócio não só com o Governo, mas também com o setor empresarial”, afirmou.

Outro empresário que visitou Roraima foi Osvaldo Zilli, C.E.O. (diretor executivo) da empresa de transporte Transzilli Expresso e Logística.

“Precisamos de pessoas sérias e que fazem o bem para a população e o governador tem esse perfil. E eu vejo que aqui tem oportunidades de desenvolvimento”, disse.

ESTADO ATRATIVO – Nos primeiros meses de gestão do governador Antonio Denarium, ele tem recebido investidores e empresários de diversos ramos que veem no Estado potencial de produção e investimento.

Somente em junho, quatro grupos visitaram Roraima, sendo o último de produtores de Ponta Grossa, no Estado do Paraná, estiveram em fazendas dos municípios de Mucajaí e Iracema a fim de conhecer as potencialidades agrícolas da região.

A previsão é que mais 18 grupos de Estados brasileiros conheçam Roraima a fim de firmar parceria entre o Governo e o setor privado.