Sexta, 05 Julho 2019 17:46

Estudantes estrangeiros participam de exame para certificação de competências Destaque

Escrito por MÁGIDA AZULAY KHATAB
Pouco mais de 900 alunos estão inscritos para participar do Exame na capital e também no interior do Estado Pouco mais de 900 alunos estão inscritos para participar do Exame na capital e também no interior do Estado Ascom/Seed

Durante dois dias, os estudantes estrangeiros do Ensino Médio matriculados nas escolas estaduais de Roraima poderão fazer o Exame de Certificação de Competências, Habilidades e Saberes em Nível Ensino Fundamental.

A aplicação ocorre nesta quinta-feira, 04, e sexta-feira, 05, na Unidade Acadêmica Maria Odete Calheiros Pena (Univirr, Av. São Sebastião, nº 521, bairro Tancredo Neves) e em outras onze escolas da capital.

Nesta sexta-feira, 05, o Exame será aplicado também nas escolas do interior do Estado, nos municípios de Alto Alegre, Amajarí, Cantá, Caroebe (Entre Rios), Caracaraí (vicinais), Pacaraima e Bonfim (vila São Francisco). No total, 919 estudantes estão inscritos para fazer a prova e, destes, 813 somente em Boa Vista.

“Estamos realizando o Exame para auxiliar as escolas de Ensino Médio que precisam que seus alunos tenham a certificação do Ensino Fundamental. Como a maioria dos estudantes estrangeiros chega ao Brasil sem documentação e sem o histórico escolar transcrito, eles necessitam dessa certificação”, explicou Sulivanha Lira, chefe da DIEJA (Divisão de Educação de Jovens e Adultos) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto).

Os alunos que forem aprovados em todas as disciplinas receberão os certificados de conclusão do Ensino Fundamental. O resultado será divulgado em até 45 dias. “Os estudantes que não conseguirem aprovação agora neste Exame, terão outras oportunidades ainda este ano para alcançar a certificação”, acrescentou Sulivanha.

EXAME - O Exame de Certificação de Competências, Habilidades e Saberes em Nível Ensino Fundamental tem o objetivo de regularizar a vida escolar dos alunos que não têm comprovante de escolarização anterior ou que não têm condições de fazer a transcrição do seu histórico escolar.

Os estudantes realizarão provas nas disciplinas de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Ciências, Redação, Matemática, História e Geografia. As provas serão obrigatóriamente construídas em Língua Portuguesa.

A prova de Português terá 20 (vinte) questões objetivas e a Redação será no gênero dissertativo, elaborada a partir de um tema de ordem social, científica, cultural ou política.

O Exame está sendo organizado pelo DEB (Departamento de Educação Básica) por meio da DIEJA.