Terça, 25 Junho 2019 12:06

DAT e Polinter funcionarão em novo endereço Destaque

Escrito por ASCOM/PCRR
 Medida vai trazer economia aos cofres públicos, uma vez que o aluguel do imóvel atualmente ocupado pelas duas delegacias custa R$ 12 mil por mês Medida vai trazer economia aos cofres públicos, uma vez que o aluguel do imóvel atualmente ocupado pelas duas delegacias custa R$ 12 mil por mês ASCOM/PCRR

Por determinação do governador Antonio Denarium no tocante à redução de gastos e de mais transparência nas contas públicas, a PCRR (Polícia Civil de Roraima) iniciou nesta segunda-feira, dia 24, a mudança do local de funcionamento da DAT (Delegacia de Acidentes de Trânsito) e da Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual).

As duas delegacias atualmente funcionam no mesmo endereço, na Av. Cap. Júlio Bezerra, 363, Centro, e vão funcionar agora em prédios e endereços diferentes.

A partir da próxima segunda-feira, dia 1º de julho, a DAT passa a atender no mesmo prédio do 2º DP (Distrito Policial), localizado na Rua Nelson Albuquerque, 340, bairro Liberdade. A Polinter será alocada anexa à Delegacia Geral, dentro da Cidade da Polícia, na Av. Getúlio Vargas, 2098, bairro Canarinho.

De acordo com o diretor do DA (Departamento Administrativo), delegado Jimmy Santana, a mudança deve se estender ao longo desta semana. “Iniciamos hoje a mudança e a previsão é que tudo esteja pronto na sexta, dia 28. O trabalho requer muita cautela, pois além de todo o maquinário da delegacia, como computadores, mesas e cadeiras, também devemos transferir todos os arquivos, inquéritos e documentos”, explicou o diretor.

Jimmy Santana reforçou que a mudança pode eventualmente causar algum transtorno no atendimento. “Todo processo de mudança gera algum desconforto, por mais planejado que ele seja. Por isso, pedimos a compreensão da população durante esta semana. Assim que o trabalho for concluído, tudo voltará a funcionar normalmente”, reforçou Santana.

Conforme o delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso, a medida vai trazer economia aos cofres públicos, uma vez que o imóvel atualmente ocupado é alugado por R$ 12 mil ao mês.

“O governador está comprometido em fazer o melhor possível, usando prédios que são nossos. As delegacias continuarão prestando um serviço de excelência para a população, com uma economia de aproximadamente R$ 150 mil por ano. Dinheiro que pode ser aplicado em investimento na segurança pública, por exemplo”, enfatizou.