Domingo, 09 Junho 2019 15:48

AÇÕES INTERSETORIAIS | Governo leva atendimentos para moradores de Caracaraí Destaque

Escrito por VÂNIA COELHO
Ações serão levadas a todos os municípios de Roraima Ações serão levadas a todos os municípios de Roraima Eides Antonelli

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), do Departamento de Desporto da Seed (Secretaria de Educação), Secom (Secretaria de Comunicação) e Rádio Roraima, com apoio da Prefeitura de Caracaraí, realizou nesse sábado, 8, a Tarde de Lazer para os moradores daquele município. As atividades ocorreram na Orla da cidade, com aula de zumba, atendimento psicossocial, espaço lúdico para as crianças, entre outras ações.

A secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, explicou que as ações de governo são intersetoriais. “São várias secretarias juntas levando lazer, cultura e o esporte que fazem parte do desenvolvimento humano e social. Em Caracaraí, precisamos trabalhar o fortalecimento da juventude para que possa lidar com grandes desafios. A questão do suicídio, por exemplo, é uma situação que enfrentamos no município e que precisa ser trabalhada com políticas publicas”, disse.

O secretário de Comunicação, Marcos Marques, explicou que o objetivo é levar aos municípios lazer e atendimento para a população. “Com o apoio de várias secretarias e da Rádio Roraima, estamos trazendo para as praças do interior: zumba e o ônibus da Mulher Brasileira com atendimento psicossocial. O projeto ganhou asas e, agora, vai acontecer em outros municípios de Roraima”, afirmou.

A coordenadora estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Graça Policarpo, ressaltou a importância dos atendimentos levados pelo projeto Tarde de Lazer. “É uma ação itinerante da Saúde da Mulher, do enfrentamento da violência contra a mulher, da autonomia econômica da mulher. É uma equipe multidisciplinar, trabalhando em prol das mulheres. Estamos na Setrabes, na Casa da Mulher Brasileira, nas comunidades e no interior, fazendo um trabalho em parceria com outras instituições para fortalecimento das políticas para as mulheres. Trazemos ainda conhecimento para ensinar as mulheres a desenvolver alguma atividade econômica”, disse, e destacou também a parte de embelezamento, cabelo, unhas e sobrancelhas, oferecida durante a ação.

Para a psicóloga Raíssa Lemos, que atua na Casa da Mulher Brasileira, a ação é importante, porque leva o auxílio mais próximo das mulheres que sofrem violência doméstica. “Estamos com o ônibus Lilás, que tem cabine de atendimento psicológico e com assistente social, tirando as dúvidas e fazendo encaminhamento para a Rede”, explicou.

A presidente do Instituto ‘A Moda é Viver’, Alda Araújo, frisou que as parcerias com o Governo do Estado são fundamentais para a realização do evento. “São várias ações, desde arrumar as unhas, os cabelos e sobrancelhas da mulherada até o atendimento no ônibus. O instituto está inserido nessa ação e sempre faremos essas parcerias”, ressaltou.

Quem também participou da ação foi a artesã da Casa da Mulher Brasileira, Nízia da Costa, com artesanatos produzidos por mulheres que no momento estão na unidade. “Na Casa da Mulher Brasileira temos o projeto para as mulheres que sofrem violência doméstica e são atendidas lá. É um projeto para que elas tenham autonomia econômica e uma renda extra, com a produção de artesanato usando material reciclável”, explicou.

Os moradores de Caracaraí tiveram acesso também à aula de zumba, comandada pela professora Rose Lemos e pelo professor Zin Janderson Pereira. Segundo a instrutora, foi uma satisfação receber as equipes do Governo do Estado. “É importante esse apoio que estamos recebendo do Governo, por meio da Setrabes, e também do Instituto A Moda é Viver. A zumba é movimento, saúde e qualidade de vida, que estamos oferecendo à população de Caracaraí”, frisou.

Animada com a programação em seu município, a moradora Melissa Karen disse que é importante, porque são poucas as atividades ofertadas à população. “Achei maravilhoso pelo fato de não ter muita diversão aqui. Foi uma tarde diferente. Gostaria que tivesse mais vezes”, afirmou.

A moradora Adriana Gonçalves participou das atividades com seus três filhos. Enquanto ela cuidava da beleza, arrumando cabelos, unhas e sobrancelhas, eles participavam das atividades culturais de pintura. “Estou achando muito bom, porque aqui em Caracaraí quase não tem programação para as crianças. Além disso, ainda temos o apoio para as mulheres. É muito bom”, ressaltou.