Terça, 07 Julho 2020 21:19

AEDES AEGYPTI | Sesau intensifica ações de eliminação do mosquito em Rorainópolis Destaque

Escrito por ASCOM SESAU
 O objetivo é garantir a diminuição dos registros da dengue, zika e chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito O objetivo é garantir a diminuição dos registros da dengue, zika e chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Ascom Sesau

O trabalho de eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti está sendo intensificado no interior do Estado. Essa semana as atividades estão direcionadas ao município de Rorainópolis, com ações de controle de vetores utilizando os equipamentos UBV (Ultra Baixo Volume) acoplados em veículos, conhecidos como "carros fumacê". O trabalho começou nesta segunda-feira, 6, e segue até sexta-feira,10.

 

A preocupação do Governo de Roraima, por meio as Sesau (Secretaria de Saúde), é evitar a propagação das doenças transmitidas pelo mosquito, como a dengue, zika e chikungunya.

 

O trabalho é executado pelo NCFAD (Núcleo Estadual de Controle da Febre Amarela e Dengue). Conforme a gerente do Núcleo, Rosângela da Silva Santos, o município de Rorainópolis apresentou, nos seis primeiros meses deste ano, 194 casos de dengue, o que representa um aumento de 58% nas notificações em comparação ao mesmo período de 2019.

 

Como o foco dessa ação de controle é atender as áreas urbanas consideradas de risco para transmissão de dengue, zika e chikungunya, começamos o trabalho por Rorainópolis. Para esse trabalho, 10 técnicos estão envolvidos na execução das tarefas durante os turnos da manhã e tarde”, esclareceu.

Ela ressalta que as atividades com carros fumacê complementam as ações de rotina da equipe municipal de Rorainópolis, mas o envolvimento da população é fundamental para a eficácia do trabalho.

A comunidade pode ajudar mantendo a eliminação de criadouros por meio da manutenção da limpeza dos quintais, além de ser importantíssimo lavar semanalmente os bebedouros de animais domésticos, evitar água em vasos de plantas, manter os reservatórios de água bem tampados, como baldes, caixas d'água, etc., acondicionar em local adequado o lixo doméstico, não jogar lixo em terrenos baldios, evitar pneus a céu aberto e vedar qualquer fissura nas fossas sépticas. Essas são atividades fundamentais para a efetividade no controle do Aedes aegypti”, complementou