Domingo, 19 Abril 2020 13:31

PAGAMENTO ANTECIPADO | Governo antecipa pagamento de abril e da primeira parcela do décimo terceiro salário Destaque

Escrito por Secom RR
Cerca de R$180 milhões serão injetados na economia local com o pagamento dos salários e da primeira parcela do 13º salário Cerca de R$180 milhões serão injetados na economia local com o pagamento dos salários e da primeira parcela do 13º salário Secom RR

Diante da crise econômica provocada pela pandemia da Covid-19, o governador Antonio Denarium resolveu antecipar para a próxima quinta-feira, 23, o pagamento do mês de abril e da primeira parcela do décimo terceiro salário aos servidores da administração direta e indireta.

“Estamos trabalhando para que os efeitos do coronavírus em Roraima sejam os menores possíveis. Investimos e estamos investindo recursos para aquisição de EPIs (equipamentos de proteção individual) e respiradores. Mudamos o fluxo de atendimento das unidades, criando novas unidades de retaguarda, como o Canarinho, e em hospitais da rede privada, além da Área de Preservação e Cuidados em parceria com o Exército Brasileiro”, afirmou o governador.

O chefe do Executivo ressaltou a importância da antecipação do pagamento do décimo terceiro e do salário de abril para a economia local. O Estado de Roraima tem em sua folha de pagamento 25.046 funcionários.

“Por isso, antecipamos os pagamentos do décimo terceiro e do salário de abril que, juntos, vão injetar mais de R$ 180 milhões no nosso comércio, aquecendo e estimulando as vendas. Quem vai ganhar é o servidor, que vai antecipar o salário, e o comércio, que neste momento de pandemia está desaquecido. Mais dinheiro no mercado melhora a vida de todos”, garantiu.

Ele destacou o lançamento de um pacote econômico de R$ 80 milhões, com a suspensão de cobranças de taxas do DETRAN/RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), e do Simples Nacional para Micro e Pequenas Empresas, entre outras ações.

“Também criamos o Renda Cidadã, que vai beneficiar três mil famílias com uma renda de R$ 200 mensais em caráter permanente. O número de famílias atendidas também vai subir, chegando a cinco mil em 2022. São ações que visam minimizar os impactos financeiros provocados pela pandemia do coronavírus em Roraima”, disse.

Roraima está seguindo as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do MS (Ministério da Saúde). Isolamento social, trabalho home office, dentre outras medidas usadas para evitar a contaminação e diminuir os danos que o vírus pode causar à população.

Sem a adoção das medidas propostas, o número de casos da doença pode aumentar. As medidas adotadas incluem o reforço de prevenção individual, uso de máscaras, lavar as mãos com água e sabão com frequência e usar álcool em gel.

A nova atualização informa que o Estado contabiliza, até o momento, 585 notificações para a Covid-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Deste total, 76 são considerados casos suspeitos, 287 foram descartados e 222 foram confirmados.