Quarta, 01 Mai 2019 16:45

Roraima adere a Projeto para organização da atenção especializada

Escrito por
Projeto envolve a secretaria estadual e as municipais de Saúde e parceiros Projeto envolve a secretaria estadual e as municipais de Saúde e parceiros Ascom/Sesau

A Sesau (Secretaria de Saúde), em parceria com o MS (Ministério da Saúde), o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e o Hospital Israelita Albert Einstein, realiza o projeto de implantação da metodologia da planificação da atenção à saúde em Roraima.

Para o secretário-adjunto de Saúde, Eduardo José Cunha Morais, o Planifica SUS (Sistema Único de Saúde), planificação da atenção à saúde, traz uma nova perspectiva para o Estado, com foco na administração pública, no sentido de planejar e buscar uma identificação das falhas, para a correção dos rumos da saúde.

“Precisamos imediatamente renovar nossas energias, buscando parcerias, para que possamos efetivamente ter um resultado melhor. Sabemos das dificuldades do Estado e vamos trabalhar com quem já tem essa experiência, para que tenhamos uma saúde melhor para a população em geral”, explicou o secretário.

Ele destaca a iniciativa do Governo de Roraima, da Sesau e das prefeituras, com suas respectivas secretarias. “Todos irmanados, certamente teremos um excelente resultado. É um planejamento longo que vai até meados de 2020. Tenho certeza de que, com todos focados nesse objetivo, teremos uma saúde melhor”, disse.

O coordenador de Atenção Primária do Hospital Albert Einstein, Márcio Paresque, ressaltou que veio ao Estado, a fim de oferecer suporte técnico. “Com a implantação da planificação, a gente vem com o propósito de dar apoio técnico, tanto à Secretaria Estadual quanto às secretarias municipais, para o fortalecimento do SUS e para garantir essa integração dos dois pontos da rede: atenção primária e especializada”, frisou.

Conforme Márcio, as experiências exitosas se dão quando há uma parceria forte. “As parcerias entre os profissionais da assistência, que estão operacionalizando os serviços, com a gestão municipal e a gestão estadual, formam um casamento fundamental para o sucesso do projeto”, disse.

Para o diretor de Planejamento da Sesau, Nadson Sena, a oportunidade que o Estado está tendo de executar esse projeto envolvendo vários técnicos das áreas da atenção básica é muito importante.

“É um momento ímpar, porque traz para dentro do SUS a união de ações, com o objetivo comum de oferecer saúde à população. É um momento de grande desafio que vai trazer melhorias em curto, médio e longo prazo, tendo em vista o que realmente a população precisa para ter uma saúde resolutiva”, disse.

Quem também participou da reunião foi a consultora da Sesau, Marisa Pedrosa. Para ela, o projeto é de imensa relevância. “Receber esse projeto em Roraima é extremamente importante para fazer um diagnóstico das necessidades e reorganizar o setor saúde”, destacou.

A Sesau aderiu a seis projetos de fortalecimento da gestão estadual, com o Ministério da Saúde e o Conass. “Hoje, recebemos aqui o representante do Hospital Albert Einstein, que vai estar conosco por um ano e oito meses, nos orientando, nos capacitando para organizar a atenção especializada, a partir dos macroprocessos da Atenção Básica”, explicou Marisa Pedrosa.

Ela ressaltou ainda que o sucesso do projeto depende do envolvimento de todos os atores que dele participaram. “Hoje, temos uma equipe multissetorial. A Sesau, as Secretarias Municipais, o Conselho Estadual e os municipais de Saúde, instituições de ensino, unidades hospitalares, Coordenação de Atenção Básica e Coordenações de Atenção Especializada vão nos possibilitar esse diálogo; essa construção coletiva no período de um ano e oito meses”, finalizou.