Sexta, 24 Janeiro 2020 22:11

Emissão de GTA garante segurança e sanidade animal em Roraima Destaque

Escrito por ELIAS VENÂNCIO
A fim de facilitar a vida de quem precisa tirar uma GTA, a Aderr criou a versão eletrônica do documento A fim de facilitar a vida de quem precisa tirar uma GTA, a Aderr criou a versão eletrônica do documento Ascom/Aderr

A GTA (Guia de Trânsito Animal) é um documento obrigatório. Sua emissão no Estado é feita pela Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima). Para qualquer transporte intraestadual ou interestadual é necessária sua apresentação, pois ela contém informações sobre o destino, condições sanitárias e finalidade do transporte.                                                                        

Sem a GTA, o proprietário de animais será multado e terá sua carga apreendida. O documento, além de possibilitar o serviço de defesa agropecuária acompanhar toda movimentação animal, evita que se disseminem doenças que podem atingir a saúde da população e causar prejuízo para os produtores.

De acordo com Douglas Lopes, médico veterinário da Aderr, a Agência só emite GTA de animais silvestres e de produção. “Os donos de pets devem procurar veterinários da iniciativa privada. São eles que respondem por estes animais”, informou.

A diretora de Defesa Animal da Aderr, Erika Paracat, destacou a importância do documento para o controle de movimentação e de doenças dos animais. “Com ele, é mais fácil rastrear um animal que tenha um problema de saúde, mais rápido e preciso. A GTA é quem nos dá todas as informações necessárias para termos esse controle”, explicou.

GTA Eletrônica

Para facilitar a vida de quem precisa tirar uma GTA, a Aderr criou a versão eletrônica do documento. Atualmente, a emissão da GTA Eletrônica já ultrapassa a que é feita por meio da rede física, emitida manualmente pelos servidores nas UDAs (Unidades de Defesa Agropecuária). Com o serviço, o setor produtivo de Roraima ganhou mais mobilidade e rapidez para conduzir animais dentro (intraestadual) e fora (interestadual) do Estado.

Segundo dados do NTI (Núcleo de Tecnologia de Informação), em 2019 foram emitidas 2.9711 GTAs, enquanto 13.604 pessoas estão cadastrados no módulo produtor. O valor da emissão da GTA é de R$ 30,87. “A gente tira cerca de 61 guias por semana. Há poucos dias tiramos um para o Ibama, que transportava macacos”, destacou Marcos Maciel chefe do NTI.

De posse de um celular ou outro dispositivo eletrônico com internet, o produtor tem a facilidade de acessar os serviços de emissão de GTAs da própria fazenda, agilizando o processo que antes era feito em 30 minutos, além do tempo de deslocamento para a UDA onde estava localizada a propriedade.

“O produtor, antes para emitir uma GTA, teria que ir até a UDA de origem, próxima à sua propriedade, para obter o documento. Agora, ele tem um acesso rápido e fácil para fazer em qualquer unidade da Aderr, ou de qualquer lugar que tenha internet”, ressaltou Marcos Maciel.

Finais de semana e feriado

Como o setor produtivo não se limita ao horário comercial do serviço público, a emissão de GTA está disponível 24 horas/dia, finais de semana e feriados, inclusive com servidores prontos para atender, caso haja algum tipo de problema, quando o produtor for retirar a guia.

Para que produtor rural possa emitir a GTA por meio digital, visando a comodidade do serviço, é necessário que faça seu cadastro por meio dos telefones 99120-7099 (das 07h30 às 13h30), 99129-0530 (atendimento 24 horas/dia), ou pelo 0800-095-2476.