Sábado, 07 Dezembro 2019 23:29

Crise migratória é discutida em encontro com a embaixadora do Canadá Destaque

Escrito por RODRIGO SANTANA e ROSI MARTINS
O encontro discutiu sobre os impactos da imigração venezuelana em Roraima O encontro discutiu sobre os impactos da imigração venezuelana em Roraima Neto Figueiredo

O governador Antonio Denarium recebeu a comitiva da Embaixada do Canadá no Brasil na tarde desta sexta-feira, 6, no Palácio Senador Hélio Campos.

No encontro foram discutidos os impactos causados pela imigração desenfreada de venezuelanos em Roraima.

Ao falar sobre a atual situação do Estado, Denarium informou que o tamanho da fronteira, de 1.804 quilômetros, dificulta a fiscalização. "O Estado já chegou a receber por dia cerca de 1.200 imigrantes. Fora os que não são registrados, porque atravessam a fronteira de maneira clandestina, por outros caminhos", lembrou.

Denarium pontuou de forma ampla os impactos da imigração envolvendo os principais serviços oferecidos. "Na saúde, 40% dos leitos em hospitais são ocupados por imigrantes e a cada 10 crianças, 7 são de mães venezuelanas. O desemprego saltou de 8% para 20%.

Entre os alunos matriculados nas escolas estaduais,10% são venezuelanos", disse o chefe do Executivo.

O governador destacou que a visita da Comitiva foi uma forma de despertar o interesse de outros países em ajudar nessa crise migratória. "Qualquer ajuda é bem vinda, e estamos abertos a receber. A questão da imigração é um assunto de interesse global, por isso temos que nos unir para reforçar o apoio à quem tanto precisa".

A embaixadora Jeniffer May disse estar muito impressionada com a forma que o Governo de Roraima tem acolhido os migrantes. “O Canadá está apoiando muito essa situação de diferentes formas, com projetos pequenos na área da saúde, na área do saneamento, na área de educação e pretendemos continuar com esse apoio”, afirmou.

Além da embaixadora do Canadá no Brasil, Jennifer May; participaram o ministro-conselheiro e chefe da seção política, Juan Pablo Valdes; a chefe oficial de Relações Públicas, Claudia Rosa; cônsul adjunto do Programa de Migração, James McNamee; gerente adjunto do Programa de Migração, Craig Dundas; e o oficial e avalista de riscos da Embaixada do Brasil, Julia Wong.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Antes do encontro oficial com o governador Antonio Denarium, a embaixadora do Canadá no Brasil, Jennifer May participou de uma intervenção cultural no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, com dança cultural Indígena, artesanatos e comidas típicas. A ação foi organizada pela Secretaria Estadual do Índio.

Na oportunidade, a comitiva conheceu um pouco dos artesanatos indígenas expostos, entre eles cestas, peneiras e tipiti de palha; panelas de barro; e biojoias de sementes e penas. A embaixadora participou da dança tradicional indígena com o grupo cultural Associação Kapoi e experimentou a tradicional damorida com bejú.

VISITA TÉCNICA

A comitiva da Embaixada conheceu de perto a situação de vulnerabilidade social provocada pela imigração desordenada no Estado.

O abrigo infantil masculino, que tem 18 adolescentes, sendo 5 brasileiros e 13 imigrantes venezuelanos recebeu a vista da comitiva. Foi apresentado à embaixadora o trabalho de acolhimento realizado pelo Governo do Estado, por meio da Setrabes (Secretaria Estadual de Trabalho e Bem Estar Social).