Sábado, 07 Dezembro 2019 23:08

DESENVOLVIMENTO | Usina de Bioenergia vai iniciar obras de instalação em Roraima Destaque

Escrito por WESLEY OLIVEIRA
O início das obras será imediatamente, e terá previsão de dois anos para conclusão O início das obras será imediatamente, e terá previsão de dois anos para conclusão Ederson Brito

Uma comitiva de investidores acompanhada do presidente da empresa Milenium Energia, Eduardo Lima foi recebida nesta sexta-feira, 6, no Palácio Senador Hélio Campos, pelo governador Antonio Denarium, para tratar dos últimos ajustes que antecedem a instalação da usina de etanol, no município de Bonfim.

A empresa fará neste sábado dia, 7, às 16h, na sede da Fazenda Nova Esperança, o lançamento da pedra fundamental. O início das obras será imediato, e terá previsão de dois anos para conclusão. A usina de Bioenergia vai gerar 64 mil megawatts de energia por ano, 600 mil litros de etanol por dia na 1ª fase e 1,2 milhões de litros na 2ª fase. Além disso, inicialmente terá uma produção de 9 mil toneladas de bio-óleo e consequentemente a criação de mais de 2 mil empregos, alavancando a economia local.

Durante a reunião o governador Antonio Denarium destacou os esforços que o Governo de Roraima tem feito em todos os setores para diminuir a burocracia e facilitar o empreendedorismo no Estado.

“É uma determinação do Governo de Roraima, por meio de todo secretariado, atuar como facilitador para que os investidores como a Millenium possam se instalar em Roraima”, disse.

De acordo com o presidente da empresa, Eduardo Lima, a reunião foi uma oportunidade para apresentar detalhes e ajustar os preparativos para a execução do projeto.

“Amanhã vai ser lançada a pedra fundamental e temos uma equipe preparada para na segunda-feira, 9, começarmos os trabalhos de campo, com sondagens e perfuração de solo, terraplanagem, drenagem, arruamentos e cercamento da área. Então isso tem que ser preparado com antecedência, e serão iniciados imediatamente", declarou Eduardo .

A ideia é que depois de instalada, a Milenium produza etanol a partir do beneficiamento do milho. Entre os benefícios para Roraima, está a instalação de um novo formato de economia, com o fomento do pequeno e médio produtores, incentivando ainda mais a produção desses produtos aqui no Estado.

"Desenvolvimento é a palavra-chave, e fomentar o pequeno produtor é uma premissa nossa. Não tem como desassociar o fomento do pequeno e do médio produtores, que bem no bojo do modelo de negócios da Millenium. A ideia é aproveitar todo esse potencial de terras boas, de espaço, de logística para produzir o milho aqui", garantiu.