Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima está trabalhando para desenvolver a agricultura familiar. Vários projetos espalhados nos 15 municípios do Estado são apoiados pela Seapa (Secretaria de Agricultura), e a fruticultura é um dos principais focos. Assistência técnica na produção, auxílio no processo de plantio, manutenção e irrigação dos pomares, colheita e transporte das frutas contam com a colaboração de técnicos da Seapa.

O governador Antonio Denarium destacou que o desenvolvimento do Estado, por meio da agricultura, é um dos objetivos da gestão. Frisou também que o Governo conseguiu trazer a Abrafrutas (Associação Brasileira de Produtores de Frutas) para Roraima, o que ajudou na construção do Plano de Desenvolvimento da Fruticultura baseado nos moldes do Plano Nacional.

“O projeto contempla ações de defesa sanitária, exportação, novas tecnologias e assistência técnica, e essa troca de conhecimento entre instituições é fundamental para o crescimento do Estado”, disse o governador.

Um dos projetos executados é a plantação de melão para exportação, por meio do qual dez produtores de Roraima foram até o Rio Grande do Norte conhecer as técnicas utilizadas pela Melão Famosa, uma das maiores produtoras da fruta no mundo.

Além do melão, existem projetos para alavancar a produção de melancia, banana, cacau, caju, abacaxi, graviola, maracujá e a citricultura (limão e laranja).

Seminário de Fruticultura e Dia de Campo em Rorainópolis será realizado nesta semana com apoio do Governo

Nos dias 18 e 19 de fevereiro, o Campus Rorainópolis da Uerr (Universidade Estadual de Roraima) sediará o I Seminário de Fruticultura e Dia de Campo voltado para a agricultura familiar. O evento faz parte do Projeto Integrado da Amazônia, desenvolvido pelo Fundo Amazônia, BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) e Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

De acordo com a Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), existem em Rorainópolis cerca de 150 pomares de citros que, na sua maioria, pertencem a agricultores familiares

O Seminário conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, da Aderr e da Uerr, e visa fornecer informações necessárias aos agricultores do Território Sul de Roraima sobre Citros, Açaí, Banana, Caçari, Cupuaçu e Maracujá, para incentivar a produção de frutas para o mercado local e regional.

Durante o primeiro dia de evento, serão realizadas mesas redondas com técnicos da Embrapa, professores da Uerr, técnicos da Seapa e agricultores, que discutirão sobre o manejo e conservação do solo; aspectos críticos da citricultura em Roraima; e o empoderamento dos agricultores pela produção de frutas.

No dia 19, o Dia de Campo será no Viveiro Heinz, também localizado em Rorainópolis, e terá visitação às estações de tangerina, limão siciliano e laranja.

Avalie este item
(0 votos)

O mês de fevereiro vai ser lembrado pra sempre com muita alegria, amor e carinho pelo casal Bruna Raquel Ribeiro Marques e Luciano Ventura. Neste fim de semana, nasceu o pequeno Álvaro Diego Ribeiro Marques Ventura de Farias, o novo membro da família. O parto foi realizado pela equipe médica de plantão no HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth), Unidade onde são feitos cerca de mil partos por mês.

De acordo com a diretora-geral, Patrícia Renovatto, apesar de todas as dificuldades, a Maternidade atende gestantes de Boa Vista, dos demais municípios e de outros estados e países. “Às crianças também são garantidos o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudável. Com o apoio da gestão e o compromisso dos nossos servidores, temos buscado sempre prestar a assistência necessária em todas as fases da gestação”, enfatizou a diretora.

Esse suporte da equipe foi ressaltado pelo pai do Álvaro Diego. “Este é um dos momentos mais lindos para minha família, e não teria sido assim se não fosse a equipe médica que nos deu toda a atenção necessária, desde o momento que minha esposa chegou à Maternidade até o nascimento do bebê”, agradeceu Luciano.

O HMINSN é uma Unidade que integra o Projeto Federal Rede Cegonha, uma estratégia do Ministério da Saúde para a implementação de uma rede de cuidados às mulheres, garantindo o direito ao planejamento reprodutivo, atenção humanizada durante a gravidez, o parto e puerpério.

“O nosso governador Antônio Denarium tem uma atenção especial com a saúde roraimense e o compromisso de fazer o povo Macuxi sentir orgulho da saúde de Roraima; e a Secretaria de Saúde está empenhada em concretizar esse objetivo. Na Maternidade, por exemplo, temos uma equipe de profissionais compromissada com a prestação do serviço”, enfatizou o secretário interino de Saúde, Francisco Monteiro.

Sábado, 15 Fevereiro 2020 23:25

COMUNICADO

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), por meio da CGVS (Coordenação Geral de Vigilância em Saúde), torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica do país com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e as publicações vão ocorre diariamente, sempre a partir das 16 horas, no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

A nova atualização MS (Ministério da Saúde) apontou queda no número de casos suspeitos, que foi de 04 para 03 casos. Já o quantitativo de casos descartados subiu de 43 para 45 casos.

Avalie este item
(0 votos)

Dando sequência às ações de prevenção ao sarampo em Roraima, a Sesau (Secretaria de Saúde), por meio do NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Vacinação), realizou neste sábado, dia 15, o “Dia D” de Vacinação nos municípios do interior do Estado.

De acordo com Alice Dantas, gerente do NEPNI, as verificações têm como propósito reforçar a cobertura vacinal contra a doença no Estado. Desde o início da semana, o país inteiro tem realizado ações voltadas para a 1ª Etapa da Campanha Nacional de Vacinação, do MS (Ministério da Saúde).

“As equipes de saúde dos municípios estão mobilizadas para garantir a vacinação de todos que precisarem”, destacou.

Para esta primeira etapa, que segue até o dia 13 de março, foram distribuídas cerca de cinco mil doses aos municípios para vacinação do público-alvo. A meta é chegar aos 95% de cobertura vacinal, ou seja, imunizar 4.695 crianças e adolescentes, entre cinco e 19 anos.

“É importante que os pais ou responsáveis aproveitem a oportunidade para levarem as crianças e adolescentes pra verificar a necessidade de tomar a vacina, e assim garantir a proteção contra o sarampo, uma doença que pode complicar e causar morte”, ressaltou.

Dados do NCDE (Núcleo de Controle das Doenças Exantemáticas) apontam para 58 notificações da doença em 2019, sendo apenas um caso confirmado, 55 descartados após análise laboratorial, e outros dois sob investigação.

"Depois do Dia D, a vacina vai continuar disponível em todas as salas de vacina. Basta procurar uma Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua casa e garantir a proteção, porque quem ama cuida e a vacinação é um ato de amor”, finalizou Alice Dantas.

Avalie este item
(0 votos)

O CNPCP (Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária) encerrou nessa sexta-feira, 14, uma visita de inspeção nas unidades prisionais de Boa Vista. Na avaliação, que levou em consideração pontos positivos e questões que necessitam de melhorias, o que se destacou foi o investimento que o Governo do Estado vem fazendo na reforma de presídios e na construção de novas unidades.

Além do trabalho de infraestrutura, o membro suplente do Conselho Nacional, Pery Assis, relatou uma melhora significativa na qualidade das refeições servidas aos detentos quando comparada à comida que era servida em anos anteriores.

A inspeção federal foi executada mediante portaria designada pelo CNPCP e Ministério da Justiça e Segurança Pública. “Essa visita de avaliação é feita com periodicidade em todas as unidades da Federação. Roraima não foi escolhido por estar em intervenção federal no sistema prisional”, explicou Assis.

Ele frisou que existem muitos pontos positivos quando o assunto é infraestrutura. “Podemos ver uma melhoria significativa. Com todas as obras concluídas, segundo o Governo do Estado, até o final do ano, Roraima será exemplo para os demais estados brasileiros, pois irá reduzir drasticamente o problema de superlotação”, detalhou.

Hoje, em Roraima, estão em fase de construção o presídio de Rorainópolis e a Cadeia Pública de Monte Cristo. Já a Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), a Cadeia Pública Masculina e a Cadeia Pública Feminina de Boa Vista passam por obras de reforma e ampliação.

O titular da Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania), André Fernandes, explicou que o Governo do Estado vem reestruturando o sistema prisional de Roraima com obras, melhorias na alimentação, educação e ressocialização dos presos por meio do trabalho.

“Isso leva tempo, não dá para resolver um problema de abandono de 10, 15 anos em seis dias. Nós estamos trabalhando junto ao governador Antonio Denarium, com a ciência dele e com a liberação dele. Estamos usando os recursos de forma consciente para que tudo fique melhor no Estado de Roraima”, disse.

A mudança é perceptível para além da área de infraestrutura, a melhoria na qualidade das refeições servidas aos detentos também foi um dos pontos levantados pelo CNPCP. “Quando comparado com relatórios de anos anteriores, podemos constatar a diferença. A melhoria é relatada tanto pelos presos como pelos familiares, que também relatam melhoria no atendimento nas unidades prisionais em dias de visita”, afirmou Assis.

Apesar dos pontos positivos, a inspeção federal também apontou a necessidade de melhorias em algumas áreas. O membro do Conselho afirmou que é preciso trabalhar melhor a questão da saúde e citou como exemplo o recente caso em que os presos foram acometidos com uma grave doença de pele.

“O problema é grave, mas não será resolvido de uma hora pra outra. Pudemos constatar pelos relatórios anteriores, existia assim um certo descaso da política de Estado para com o setor penitenciário. Neste último ano, mais especificamente com a Força Tarefa de Intervenção, melhorou consideravelmente em diversos pontos e deve melhorar ainda mais no médio e longo prazo”, apontou Assis.

A visita se encerrou com uma reunião no Palácio Senador Hélio Campos com a participação da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Defensoria Pública, Ministério Público, Vara de Execução Penal do TJRR (Tribunal de Justiça) e FTIP (Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária).

Página 1 de 76