O diretor do IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz), da PCRR (Polícia Civil de Roraima), Amadeu Triani, representa o Estado e a Região Norte durante toda esta semana no único evento do Brasil especializado em biometrias, tecnologias e técnicas de identificação humana: o Biometrics HITech Summit 2019 e o XV CBI (Congresso Brasileiro de Identificação).

Simultâneas, as feiras ocorrem nos dias 20 e 21 de agosto de 2019, das 8h às 18h30, em São Paulo, e são uma realização da Biometrics HITech, em parceria com a Fenappi (Federação Nacional dos Peritos em Papiloscopia e Identificação).

Os objetivos dos eventos, de acordo com a organização, são discutir os processos e contribuir para o fortalecimento e aprimoramento da identificação humana no Brasil; promover o intercâmbio de conhecimentos sobre biometria, tendências, estudos de casos e melhores práticas, apresentando novas soluções e tecnologias; assim como também gerar novas oportunidades de negócios para provedores de tecnologia e intensificar a aproximação dos setores público e privado.

De acordo com o diretor do IIOC, o evento reunirá diversas empresas especializadas em identificação digital, além de entidades e autoridades públicas, profissionais em papiloscopia e renomados palestrantes nacionais e internacionais.

Ele explicou que os ganhos para Roraima podem ser enormes. “Nesses ambientes, onde é possível dialogar tanto com quem produz, quanto com quem consome e presta serviço, o ganho de conhecimento através da troca de experiências é enorme”, disse.

Publicado em DESTAQUES

Para atender as escolas estaduais do interior, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) convoca 20 professores substitutos do quadro reserva do processo seletivo. Conforme edital de convocação, os professores devem se apresentar nesta quarta-feira, 21, às 8h, no DRH (Departamento de Recursos Humanos) da Secretaria.

A chamada ocorrerá de forma nominal. Caso o convocado da ordem de classificação não esteja presente, será chamado o seguinte, mantendo-se o direito da vaga do candidato classificado ausente, conforme disponibilidade de lotação até o encerramento do atendimento, que será às 17h.

Serão realizadas as chamadas para os professores dos municípios de Alto Alegre, Boa Vista rural, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Caroebe, Iracema, Normandia, Pacaraima e Rorainópolis.

Os profissionais são das disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Língua Espanhola, Ciências Biológicas, História, Química e Educação Física, que atenderão os alunos da Educação Básica do Ensino Fundamental II (6° ao 9° ano), Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

“A convocação ocorre de acordo com a demanda e estamos convocando os professores para suprir a necessidade das instituições de ensino, principalmente do interior do Estado”, explicou a diretora do DRH, Virlandia Alcoforado.

Durante a chamada, todos os convocados deverão estar de posse dos documentos originais e cópias. “É necessário que os convocados, além das cópias, apresentem os documentos originais para conferência”, ressaltou Virlandia.

Para atender as escolas da rede estadual, a Seed já contratou 1.864 professores, sendo 1.242 indígenas e 622 não indígenas, por meio de processos seletivos.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS - Os professores convocados devem apresentar uma foto 3x4, CPF, documento de identificação com foto, dados bancários, PIS/PASEP, Título de Eleitor, comprovante de quitação do serviço militar, (para professores do sexo masculino), comprovante de escolaridade com histórico escolar, comprovante de residência, Certidão de Casamento e Certidão de Nascimento de dependentes.

Publicado em DESTAQUES

O Estado de Roraima está entre as nove unidades da Federação que conseguiram reduzir gastos em 2019. Os dados são do Relatório Resumido de Execução Orçamentária, divulgado nesta segunda-feira, 19, pela STN (Secretaria Nacional do Tesouro). Os outros Estados são Acre, Alagoas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Piauí e Tocantins.

Os dados são comparados ao mesmo período do ano de 2018. De janeiro a junho de 2018 os gastos do Governo de Roraima, de acordo com o Fiplan (Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado), foram de R$ 588.724.953,51 e no mesmo período, porém em 2019, foi R$ 544.496.831,18. Correspondente ao montante empenhado pelo governo, a economia foi de R$ 44.228.122,33, aproximadamente 7,3%.

O Governo de Roraima decretou calamidade financeira por 180 dias, no dia 28 de dezembro de 2018, com Antonio Denarium ainda na condição de Interventor Federal. O decreto foi prorrogado no dia 26 de junho, por mais 180 dias. Neste período ficam vedados os gastos com diárias, viagens, horas extras e concessão de gratificações.

A medida possibilitou que a folha de pagamento dos servidores seja mantida em dia e paga dentro do mês, como ocorreu em julho, quando todos os servidores da administração direta e indireta receberam no dia 26.

Além disso, o duodécimo dos Poderes e os repasses referentes a ICMS (Imposto de Circulação sobre Mercadorias e Serviços) e IPVA (Imposto sobre propriedade de veículo automotor) para as prefeituras estão sendo feitos mensalmente, o que nos últimos três anos ocorria sempre com atrasos e ações na justiça. O Estado também está reavaliando contratos e diminuindo custos excessivos.

"Estamos fazendo uma gestão séria, livre de corrupção, austera para que o governo tenha a saúde financeira recuperada e possa, ao invés de pagar contas, investir em melhorias para a população", acrescentou o governador Antonio Denarium.

O titular da Sefaz (Secretaria de Fazenda), Marco Alves, explicou o que está sendo feito para chegar ao equilíbrio financeiro. “O Estado passa por um momento de grande austeridade. Estamos em calamidade financeira, as receitas hoje não são suficientes para cobrir todas as despesas, por isso, o Estado está tentando manter esse equilíbrio e só faz despesa se tiver receita para quitá-las”, relatou.

Sobre o pagamento de diárias, o secretário informou que serão pagas assim que o Estado tiver condições. “Não há corte nas diárias, o que existe nesse momento é uma suspensão de seus pagamentos em função da calamidade financeira e dos poucos recursos que o Estado possui, mas elas serão pagas assim que o Estado tiver receita suficiente para isso”, complementou.

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium assinou na tarde desta segunda-feira, 19, o Decreto de remanejamento de recursos da Polícia Militar para a UERR (Universidade Estadual de Roraima) na ordem de R$ 1 milhão.

Os recursos possibilitarão dar andamento à todas as fases restantes do concurso da PM.  A verba é de emenda parlamentar de bancada que foi destinada para a PMRR (Polícia Militar de Roraima) para a realização do concurso. Mas para que isso ocorresse, o recurso teve que ser remanejado para a organizadora do certame.

“Com o Decreto, a UERR vai dar andamento ao concurso. Isso foi um compromisso do governo com os concurseiros e que agora é firmado e cumprido, com responsabilidade”, disse Denarium.

O secretário Adjunto de Planejamento e Desenvolvimento, Diego Prandino Alves, explica que a emenda deveria ser alocada na UERR, mas originariamente foi alocada na PM e após a autorização da comissão específica na Assembleia Legislativa, a Seplan  [Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento] pôde iniciar os trâmites para o remanejamento.

“Agora o Decreto segue para numeração e até esta terça-feira será publicado”, disse o secretário.

O comandante da PMRR, coronel Elias Santana, disse que a próxima etapa do concurso é composta por duas fases: médica e física e, que haverá mais duas etapas antes do curso de formação.

Ele destacou ainda que resolver esse entrave foi muito importante para a continuidade do concurso.

“O mais importante é que esse primeiro passo foi dado. Era uma dificuldade destravar essa emenda que foi concedida e passar pro orçamento da UERR. Agora a Universidade Estadual tem os instrumentos legais e financeiros para dar prosseguimento, o que é uma tranquilidade para os concurseiros, porque vislumbram de uma forma concreta a possibilidade do concurso ser prosseguido”, enfatizou.

Concurso da Polícia Civil e Agentes Penitenciários

O concurso da Polícia Civil foi cancelado em janeiro de 2019. Após sete meses, Denarium anunciou que com a diminuição de gastos (Roraima é um dos nove Estados que diminuiu gastos, segundo levantamento do Tesouro Nacional), será possível reeditar o concurso para a contratação de policiais civis. Ele anunciou ainda que um novo certame será feito para a contratação de agentes penitenciários.

O secretário Adjunto de Planejamento e Desenvolvimento, Diego Prandino Alves, explicou que diferente do concurso que foi cancelado, o novo certame será feito dentro dos limites orçamentário e financeiro do Estado.

“Dentro dos próximos anos será possível contratar um número menor de policiais civis do que havia sido planejado antes. Assim vamos assegurar o pagamento, porque não adianta contratar e não conseguir efetuar o pagamento dos servidores. O dimensionamento das vagas que vão ser destinadas aos agentes penitenciários segue a mesma regra. Obviamente que nós observamos a necessidade de contratação de novos agentes, mas a contratação será feita com responsabilidade, conforme a capacidade financeira do Estado”, afirmou.

DEVOLUÇÃO DE TAXAS - Sobre a devolução das inscrições dos concorrentes que se inscreveram no concurso que foi cancelado, o delegado-geral da Polícia Civil Herbert de Amorim disse que o calendário está sendo elaborado. Ele enfatizou que não é tão simples fazer essa devolução.

“Para que possa ser devolvido é preciso pagar uma quantia referente à taxa bancária ou de malote fiscal que é de R$ 13 por candidato, isso com a quantidade de inscritos de aproximadamente 30 mil, eu tenho um valor expressivo de aproximadamente R$ 400 mil, onde o governador tinha que autorizar essa despesa, que não estava prevista no orçamento e ele nos deu essa autorização”, esclareceu.

MAIS CONCURSOS - O governador anunciou que estão sendo estudados novos concursos para a Sesau (Secretaria de Saúde) e Seed (Secretaria de Educação). Denarium destacou que essas ações estão sendo possíveis devido ao planejamento e a correta aplicação dos recursos públicos.

“Estamos atendendo à legislação e todas as determinações com transparência e seriedade, aplicando corretamente o dinheiro público porque o meu compromisso é com a população”, reforçou.

Publicado em MANCHETES

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) continua investindo em estratégias para melhorar cada vez mais a prestação dos serviços na capital e no interior do Estado. Nos municípios, a empresa tem adotado medidas austeras para alcançar os resultados, entre elas, o reforço na atualização cadastral, acompanhamento rigoroso das dívidas e cobrança dos valores pendentes.

O resultado é um salto no faturamento de R$ 6.275.444,61, de janeiro a agosto de 2018, para R$ 6.530.351,48, no mesmo período deste ano (um aumento de 4%, que equivale a R$ 254.906,87), além do saldo positivo na arrecadação de R$ 3.381.430,71, nos primeiros sete meses do ano passado, para R$ 3.974.055,54, de janeiro até agora (um aumento de 17,5%, o que equivale a R$ 592.624,83).

“Executamos todas as ações sempre agindo com muita austeridade e compromisso. O objetivo é mostrar que a água é um bem importante e que o seu consumo deve ser mensurado”, enfatizou o presidente da Companhia, James Serrador.

Conforme o presidente, o controle de gastos é fundamental para uma gestão equilibrada e para isso é preciso que a administração pública seja encarada com responsabilidade pelos usuários. “Com os valores arrecadados, estamos conseguindo repactuar dívidas e reorganizar compromissos que estavam pendentes, o que vai influenciar de forma positiva para a saúde financeira da empresa”, enfatizou.

Entre os municípios envolvidos estão Alto Alegre, Amajari, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Caroebe, Iracema, Mucajaí, Normandia, Pacaraima, Rorainópolis, São João da Baliza, São Luís e algumas vilas localizadas nesses municípios.

Um trabalho integrado entre Governo e municípios é fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado. Pensando em fortalecer esse elo, a Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) reuniu na manhã desta segunda-feira, dia 19, os secretários de agricultura dos municípios do Interior. O encontro é uma continuidade dos trabalhos iniciados no mês de junho com o primeiro Fórum Estadual de Prefeitos e Secretários.

Entre os pontos debatidos está a criação de um sistema interligado de registro de agricultores, produção e propriedades para facilitar o planejamento de ações e políticas públicas que proporcionem o desenvolvimento de todas as regiões de forma integrada. A Seapa já utiliza na sede e nas CPR (Casa do Produtor Rural) o Siapa (Sistema de Gerência da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

O titular da Seapa Emerson Baú, explicou que a intenção é aperfeiçoar o Siapa para que ele funcione de forma integrada entre os órgãos da estrutura governamental que trabalham com o setor produtivo e os municípios. Ele frisou que a ação é estratégica, pois os que estão na ponta são os municípios, o Estado tem papel de articulador.

“Queremos estender o Siapa a outros órgãos como a Aderr [Agência de Defesa Agropecuária], Femarh [Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos] e Iteraima [Instituto de Terras e Colonização de Roraima]. Toda a estrutura governamental à disposição dos municípios, fortalecendo o setor primário”, detalhou.

O secretário de agricultura no município de Normandia, Idelmo de Pinho Rodrigues afirmou que a parceria é fundamental para o desenvolvimento de projetos nos municípios.

“O Governo do Estado tem dado uma contribuição muito grande para gente e só temos a agradecer. Com certeza os municípios estão trazendo algumas coisas interessantes com os projetos que estão sendo desenvolvidos. Tenho certeza que esse encontro será muito importante, pois cada vez mais estamos selando parcerias fundamentais para o desenvolvimento de Roraima”, disse.

Já o secretário de agricultura de Caroebe,município que é forte na pecuária e na fruticultura, Vanderlei Ferreira, afirmou que o município necessitava de um apoio do Governo do Estado há um bom tempo. “Esse trabalho integrado é fundamental, pois os municípios não têm recursos e condições suficientes para alavancar o setor por conta própria”, declarou.

AGROSHOW – Ainda durante o encontro, a Seapa debateu com os secretários a participação de cada município na feira de agronegócios Agro Show, que ocorrerá entre os dias 4 e 7 de setembro, que tem o Governo do Estado como parceiro. “Esse evento é uma oportunidade que o Estado e os municípios têm de mostrar para investidores as nossas potencialidades na agricultura, pecuária e demais segmentos que compõem o setor primário”, pontuou Baú.

AGRO EM CAMPO – As próximas ações do Agro em Campo também foram discutidas com os secretários municipais de agricultura.

O programa itinerante do Governo de Roraima leva atendimentos da Seapa, Femarh, Aderr e Iteraima e outros parceiros ao agricultor. A primeira localidade atendida foi o município de Iracema, no dia 31 de julho. A próxima ação será em Rorainópolis, na quinta-feira, dia 22 de agosto.

Publicado em DESTAQUES

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) em parceria com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) realiza oficinas pedagógicas para professores da Rede Estadual da Capital e Interior do Estado.

O objetivo das oficinas é fazer com que os professores adquiram novos conhecimentos relacionados à saúde, meio ambiente e qualidade de vida. Além de estimular a participação na 10° edição da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (OBSMA), realizada pela Fiocruz.

As inscrições para os profissionais de Boa Vista iniciam nesta segunda-feira, 19, e seguem até 23 de agosto através do endereço eletrônicohttps://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScwLDr27zp2qV0zVUG_6376lNUvYZ9teYfd8QpdwHQ2-Ds2CA/viewform?usp=pp_url.

Serão ofertadas de forma gratuita 100 vagas. Durante a inscrição é necessário que o participante preencha uma ficha com os dados pessoais e envie para a Seed. Após isso, será feita a confirmação da inscrição.

“É necessário preencher esse formulário para participação das oficinas e aguardar a confirmação, pois são vagas limitadas”, explicou a chefe da Divisão de Educação Ambiental Karen Ribeiro.

Segundo ela, as oficinas são uma forma de fortalecer novas práticas, novos conceitos e temáticas dentro da sala de aula, além de estimular a participação na Olimpíada.As oficinas serão ministradas por técnicos da Fiocruz, que virão para o Estado. Os cursos terão as modalidades de elaboração de texto, produção audiovisual e projeto de ciências, cada temática terá a duração de 8 horas. Os participantes terão aulas práticas e teóricas.

“É importante que os  professores se mobilizem para participar, pois são os próprios técnicos da Fundação que irão ministrar os cursos. As oficinas são muito importantes para o ensino aprendizagem tanto dos alunos quanto dos profissionais da Educação”, ressaltou Karen.

O Estado foi contemplado com duas oficinas, ou seja, além dos professores da Capital, os docentes do Interior também receberão o curso. Está é a segunda vez que técnicos vem a Roraima ministrar palestras para os profissionais da Educação.

As oficinas ocorrerão de 09 a 11 de setembro, no Colégio Estadual Militar Derly Vieira Borges e de 12 a 13 no município de Mucajaí.

 INTERIOR- Também serão ofertadas 100 vagas para os professores do Interior do Estado.

As inscrições ocorrem de 26 a 30 de agosto através do endereço eletrônicohttps://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScwLDr27zp2qV0zVUG_6376lNUvYZ9teYfd8QpdwHQ2-Ds2CA/viewform?usp=pp_url.

 Durante a inscrição é necessário que o participante preencha uma ficha com os dados pessoais e envie para a Seed. Após isso, será enviada a confirmação da inscrição.

As oficinas pedagógicas ocorrerão de 12 a 13 de setembro em Mucajaí.

OBSMA- A Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente é um projeto educativo criado para estimular o desenvolvimento de atividades interdisciplinares nas escolas públicas e privadas brasileiras.

A Olimpíada contempla projetos realizados nas categorias de 6° ao 9° do ensino fundamental e 1° ao 3° do Ensino Médio.

Publicado em DESTAQUES

As gestoras da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) estiveram reunidas esta semana com o presidente da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Boa Vista, Bruno Perez, para definir as ações de uma parceira que visa ampliar e melhorar a atenção que hoje é dispensada a mais de 100 pessoas com deficiência que não recebiam nenhum tipo de atenção institucional.

Bruno afirmou que todo processo de parceria se inicia com o estreitamento da comunicação entre as instituições, uma vez que uma está na ponta do serviço e a outra possui as condições de viabilizar, agilizar e ampliar o leque de atendimentos. Ele pontuou que dentro das demandas apresentadas no encontro, foi destacada a necessidade de obter as informações do quantitativo de pessoas com deficiência  atualizado.

Segundo o presidente, no passado o Estado havia deixado de fazer sua parte no tocante à atualização cadastral das pessoas com deficiência, mas na conversa descobriu que a atualização já está sendo feito pela equipe técnica da Setrabes. De acordo com ele, o fato é positivo e marcante para delimitar os novos rumos que atual gestão está empregando.

“Estima-se que 10 por cento da população de Roraima possua algum tipo de deficiência e esses dados constam em um cadastro que está sendo atualizado. Isso é muito positivo, porque essas informações são essenciais para que nós possamos estudar, planejar e ampliar mais unidades da APAE abrangendo outros municípios”, explicou.

A secretária Tânia Soares destacou que, dentre as políticas de atenção social definidas pelo governador Antonio Denarium, as pessoas com deficiência estão incluídas e que as parcerias entre o primeiro, segundo e terceiro setores são fundamentais para tentar mudar a realidade social do Estado.

A secretária reconheceu que cabe ao Estado o protagonismo nas políticas públicas de acolhimento social, mas a participação efetiva de parceiros iria descentralizar e otimizar o serviço prestado.

“Sabemos que a responsabilidade principal de garantir os direitos sociais é do Estado, mas sozinhos nós não conseguimos dar uma atenção de excelência. A partir do momento em que constituímos parecerias, como a que está sendo desenhada com a APAE Boa Vista, poderemos trabalhar com mais pessoas e acolher da forma que desejamos socialmente”, enfatizou

Publicado em DESTAQUES

Servidores estaduais participaram nesta quinta feira, dia 15, do primeiro Aulão inaugural de Hidroginástica do Clube do Servidor, no bairro Buritis. A ação é uma iniciativa Governo de Roraima por meio da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração).

O evento marcou o início das atividades do Programa de Bem Com a Vida - Pró-Servidor do Clube do Servidor, com o projeto Dançando no Clube (zumba, fitdance, salsa e forró) e hidroginástica, além de ginástica aeróbica e laboral. Para dar início ao aulão foram sorteados kits com camisetas, toucas, toalhas e garrafinhas.

Abandonado há mais de uma década, o espaço passa a funcionar normalmente com atividades de dança voltadas para os servidores e dependentes. Para o secretário da Segad, Pedro Cirino, esta é mais uma ação de Governo, que valoriza o servidor e a melhoria da qualidade de vida. “Dentro dos programas da Segad, nós começamos a apoiar e esse trabalho é o resultado de um grande esforço da diretora do Clube com sua equipe. Esse é um espaço nosso, é um espaço dos servidores publico do Estado”, ressaltou.

As inscrições seguem até segunda feira, dia 19 de agosto, na sede do Clube do Servidor, das 8h à 13h. Os interessados devem levar no ato da matrícula cópias de RG, CPF, contracheque, comprovante de residência (é necessário apresentar os documentos originais).

A diretora do Clube, Klycia Helena, destacou a importância de resgatar a estrutura para os servidores estaduais. “Com primazia do governador Antonio Denarium, do secretário Pedro Cirino e da Escola de Governo, estamos valorizando o funcionário público, e isso é importante. E hoje fizemos uma amostra da hidroginástica com aqueles que já estão inscritos” disse Klycia.

Ela descreveu ainda as condições do espaço antes do início das atividades. “Nós recebemos o clube em situação muito precária, a estrutura da piscina não estava adequada, as bombas inaptas, a piscina infantil destruída e com os brinquedos sem condições de uso, o malocão estava com as telhas quebradas, sem pinturas e tinha muita sujeira“, ressaltou, ao informar que foram feitos os ajustes para receber bem o servidor público estadual e  dependentes.

AS VAGAS- Serão 40 vagas por turma. As aulas ocorrem em dois dias intercalados na semana e são gratuitas.

As aulas do Dançando no Clube serão às terças e quintas-feiras, das 19h às 20h, com o professor John Lee. A cada semana uma modalidade de dança: zumba, fitdance, salsa e forró.

Hidroginástica e as ginásticas aeróbica e laboral serão às quartas e sextas-feiras, também das 19h às 20h. As aulas serão ministradas por alunos do curso de Educação Física da Estácio da Amazônia, sob a supervisão de professores do respectivo curso.

Publicado em MANCHETES

Nesta sexta-feira, 16, a Rede de Atenção Especial vai realizar mais uma edição da Sexta Cultural. A atividade cultural tem a finalidade de promover a integração do público assistido, familiares e comunidade interessada, ocasião em que ocorrerá o 3º Batizado de Capoeira e apresentações artísticas. A programação tem início às 9h na quadra de esportes da Rede.

A diretora da unidade, Soraima Rodrigues, destacou que o evento é parte da uma ação constante da Coordenadoria de Arte e Desporto, que vem promovendo eventos culturais e esportivos ao longo do ano, preferencialmente às sextas, conforme solicitação dos próprios usuários.

A coordenadora de Arte e Desporto, Adriana Vasconcelos,  frisou que esse será o terceiro batizado dentro da Rede, que desde 2010 vem trazendo inclusão social, cidadania e saúde para os 60 alunos/usuários do projeto. Na mesma ocasião ocorrerá também uma homenagem ao trabalho do Mestre Caimbé, que em 2019 comemora 32 anos de atividades com seu grupo Raízes Brasileiras.

“É um momento muito bacana de integração, instante em que nosso público-alvo vai participar de um batizado de capoeira que, além do evento esportivo, promove a tradicional expressão cultural genuinamente brasileira e que, ao final, agracia os alunos com uma corda, como forma de representar a graduação alcançada. Também vai ocorrer outras apresentações culturais que reforçam a nossa identidade”, destacou.

A coordenadora destacou ainda que a programação é também alusiva ao Dia dos Pais, comemorado neste mês. Será realizada uma homenagem a um dos pais que, na oportunidade, estará representando todos que integram a Rede  Atenção Especial. Encerrando a programação, haverá apresentações folclóricas, que tem seu dia comemorativo em 22 de agosto.

Publicado em DESTAQUES
Página 1 de 26