Mostrando itens por marcador: governotrabalhando

Domingo, 24 Janeiro 2021 23:34

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 158.950 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 72.462 foram confirmados, sendo 15.868 por RT-PCR e 56.594 por teste rápido, 86.488 descartados, sendo 18.072 por RT-PCR e 68.416 por teste rápido e 821 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 881 em Alto Alegre, 612 no Amajari, 54.622 casos foram notificados em Boa Vista, 1.352 em Bonfim, 1.470 no Cantá, 1.423 em Caracaraí, 1.282 em Caroebe, 690 em Iracema, 1.632 em Mucajaí, 415  em Normandia, 1.804 em Pacaraima, 2.063 em Rorainópolis, 946 em São João da Baliza, 300 em São Luiz e 1.035  em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.221 em Alto Alegre, 835 em Amajari, 67.226 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.158 em Bonfim, 1.017 no Cantá, 1.841 em Caracaraí, 1.443 em Caroebe, 923 em Iracema, 2.039 em Mucajaí, 417 em Normandia, 713 em Pacaraima, 2.870 em Rorainópolis, 1.054 em São João da Baliza, 470 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 821 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 21 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 596 no município de Boa Vista, 15 no Bonfim, 16 no Cantá, 19 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 08 em Iracema, 20 em Mucajaí, 22 em Normandia, 29 em Pacaraima, 30 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 68.373 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 824  em Alto Alegre, 580 em Amajari, 51.439 são de Boa Vista, 1.327 de Bonfim, 1.421 no Cantá, 1.385 em Caracaraí, 1.204 em Caroebe, 659 em Iracema, 1.511 em Mucajaí, 391 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.939 em Rorainópolis, 909 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1023 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Roraima registra mais um momento importante no trabalho de enfrentamento da COVID-19. Neste domingo, 24, o Estado recebeu 4.000 doses de vacina Oxford/Astrazeneca, para a imunização contra a Covid-19. A chegada dos imunobiológicos foi acompanhada pelas equipes do MS (Ministério da Saúde) e CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância Sanitária).

“Em Roraima estamos trabalhando com o compromisso e a transparência que esse momento tão importante exige. O planejamento inclui o contato direto com o Ministério da Saúde e com a garantia da distribuição aos municípios de forma rápida e segura para termos sucesso em todas as fases desse processo. Temos certeza de que o mais breve possível conseguiremos realizar o sonho de ter toda a nossa população imunizada e protegida contra a COVI019”, explicouo governador Antonio Denarium.

As vacinas repassadas pelo MS foram recebidas na madrugada de hoje, no Aeroporto Internacional de Boa Vista e serão acrescentadas ao Plano Estadual de Imunização.

De acordo com o secretário estadual de saúde, Marcelo Lopes, em Roraima a distribuição segue o cumprimento na íntegra o Plano Nacional de Imunização.

“Nesse sentido estão sendo imunizados todos os trabalhadores de saúde, para que possamos cumprir essa dívida de gratidão que temos com estes heróis da saúde, seguindo as diretrizes do Plano Nacional”, esclareceu.

Lopes ressaltou que além dos trabalhadores de saúde, as vacinas serão utilizadas para imunizar a população indígena e os idosos, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde.

“Aqui em Roraima estamos fazendo questão de seguir à risca o que é determinado pelo Ministério da Saúde, ou seja, como foi feito um planejamento para que todas as pessoas dos grupos prioritários recebam a vacina”, complementou.  

DISTRIBUIÇÃO – A Sesau está recebendo e armazenando as vacinas na sede do NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização), e automaticamente realizando o repasse dos imunobiológicos aos municípios.

 

 

 

Publicado em DESTAQUES
Domingo, 24 Janeiro 2021 08:03

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 158.569 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 72.313 foram confirmados, sendo 15.719 por RT-PCR e 56.594 por teste rápido, 86.256 descartados, sendo 17.840 por RT-PCR e 68.416 por teste rápido e 821 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 877 em Alto Alegre, 612 no Amajari, 54.513 casos foram notificados em Boa Vista, 1.352 em Bonfim, 1.463 no Cantá, 1.423 em Caracaraí, 1.282 em Caroebe, 690 em Iracema, 1.629 em Mucajaí, 415  em Normandia, 1.803 em Pacaraima, 2.051 em Rorainópolis, 945 em São João da Baliza, 292 em São Luiz e 1.035  em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.216 em Alto Alegre, 835 em Amajari, 67.072 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.155 em Bonfim, 992 no Cantá, 1.840 em Caracaraí, 1.442 em Caroebe, 919 em Iracema, 2.032 em Mucajaí, 417 em Normandia, 712 em Pacaraima, 2.853 em Rorainópolis, 1.054 em São João da Baliza, 459 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 821 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 21 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 596 no município de Boa Vista, 15 no Bonfim, 16 no Cantá, 19 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 08 em Iracema, 20 em Mucajaí, 22 em Normandia, 29 em Pacaraima, 30 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 68.373 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 824  em Alto Alegre, 580 em Amajari, 51.439 são de Boa Vista, 1.327 de Bonfim, 1.421 no Cantá, 1.385 em Caracaraí, 1.204 em Caroebe, 659 em Iracema, 1.511 em Mucajaí, 391 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.939 em Rorainópolis, 909 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1023 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

O Governo de Roraima aplicou mais de 14 autos de infração em estabelecimentos de Boa Vista que não estavam cumprindo o Decreto Municipal nº 008-E, de 19 de janeiro de 2021. Os estabelecimentos que insistiram em continuar funcionando após as 22 horas, promovendo aglomeração de pessoas além do limite estabelecido no Decreto foram autuados. A fiscalização foi feita pela PM (Polícia Militar), em parceria com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, e a Vigilância Sanitária.

A operação começou por volta de 21 horas dessa sexta-feira, 22, e mais de 16 bairros foram fiscalizados somente no primeiro dia.

“Essa operação foi planejada, e executada em conjunto pelo Governo do Estado, por meio da Polícia Militar em parceria com os órgãos de fiscalização do município de Boa Vista como a Guarda Civil Municipal, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Diretoria de Vigilância Sanitária do município”, explicou o comandante- geral da Polícia Militar, coronel Francisco Xavier.

O comandante ressaltou que o objetivo é que essa operação ocorra de forma regular pelo menos até o final da vigência do Decreto, a fim de fiscalizar o cumprimento do mesmo.

“Nessa primeira ação, a fiscalização ocorreu em 16 bairros da Capital, onde foram realizados 14 autos de infração ambiental e duas interdições de estabelecimentos. Na ocasião a PM realizou a lavratura do TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) pelo descumprimento de medida sanitária preventiva em razão da verificação dessa infração”, ressaltou o comandante Xavier.

 A operação ocorre também no município de Pacaraima.

O DECRETO 008-E- O Decreto limita o horário de atendimento até as 22h, capacidade máxima de pessoas para 30% em restaurantes, lanchonetes, bares, flutuantes, casas de evento, boates, parques de diversões e estabelecimentos semelhantes, para conter o avanço do coronavírus.

Aniversários, casamentos e formaturas ficam limitados à capacidade máxima de 100  pessoas.  Os espaços públicos em geral para visitação, passeio e práticas esportivas terão os seus horários de funcionamento reduzidos até 22h

As boates, casas de eventos e de recepções, salões de festas, parques de diversão, circos e estabelecimentos similares devem funcionar com no máximo 30% da sua capacidade total de pessoas. As reuniões comemorativas e encontros nos espaços públicos, clubes e áreas comuns de condomínios devem ser evitadas.

 

Publicado em DESTAQUES

A preocupação com a transparência na utilização de recursos públicos motivou o Governo de Roraima a realizar o Seminário sobre Processo de Licitação, no auditório do IPEM/RR (Instituto de Pesos e Medidas de Roraima), na manhã desta sexta-feira, 22. O objetivo do evento é capacitar os integrantes dos Comissões de Licitações dos municípios para participarem de licitação de compras e aquisição de serviços.

No evento, estiveram presentes os presidentes de CPL dos 14 municípios do interior do Estado. O governador Antonio Denarium participou da abertura do seminário e destacou a importância desse tipo de trabalho.

"Fizemos o convite aos representantes de CPL de todos os municípios para tratar sobre a gestão em processos de licitação, com o intuito de orientá-los sobre a importância na transparência na utilização de recursos públicos", reforçou.

Na oportunidade, Denarium também falou sobre os avanços como o pagamento das dívidas do Estado, o que contribuiu para que as empresas participassem de licitações promovidas pelo governo.

"Ao quitar parte das dívidas do governo, ganhamos mais credibilidade no mercado. Dessa forma, aumentou o número de empresas interessadas em participar de novos processos de licitação realizados pelo executivo, que sempre honra com os pagamentos das vencedoras dos certames", ressaltou.

O presidente da CPL-RR, coronel Cerqueira, foi um dos palestrantes e explicou quais os temas debatidos durante o evento.

"Esclarecemos os representantes municipais sobre a montagem dos processos licitatórios, a importância do Portal da Transparência e da legalidade de todo o procedimento licitatório", esclareceu.

O Seminário sobre Processo de Licitação foi promovido pela Seampu (Secretaria de Articulação Municipal e Política Urbana) com participação da CGE-RR (Controladoria Geral de Roraima) e CPL-RR (Comissão Permanente de Licitação do Estado de Roraima).

 

Publicado em DESTAQUES
Sexta, 22 Janeiro 2021 23:12

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS. A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 157.925 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde. Destes 72.127 foram confirmados, sendo 15.633 por RT-PCR e 56.494 por teste rápido, 85.798 descartados, sendo 17.742 por RT-PCR e 68.056 por teste rápido e 821 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 874 em Alto Alegre, 612 no Amajari, 54.357 casos foram notificados em Boa Vista, 1.352 em Bonfim, 1.460 no Cantá, 1.423 em Caracaraí, 1.282 em Caroebe, 690 em Iracema, 1.628 em Mucajaí, 415  em Normandia, 1.802 em Pacaraima, 2.040 em Rorainópolis, 945 em São João da Baliza, 292 em São Luiz e 1.035  em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.210 em Alto Alegre, 834 em Amajari, 66.665 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.155 em Bonfim, 985 no Cantá, 1.838 em Caracaraí, 1.442 em Caroebe, 919 em Iracema, 2.011 em Mucajaí, 415 em Normandia, 712 em Pacaraima, 2.846 em Rorainópolis, 1.054 em São João da Baliza, 458 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 821 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 21 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 596 no município de Boa Vista, 15 no Bonfim, 16 no Cantá, 19 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 08 em Iracema, 20 em Mucajaí, 22 em Normandia, 29 em Pacaraima, 30 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 68.373 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 824  em Alto Alegre, 580 em Amajari, 51.439 são de Boa Vista, 1.327 de Bonfim, 1.421 no Cantá, 1.385 em Caracaraí, 1.204 em Caroebe, 659 em Iracema, 1.511 em Mucajaí, 391 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.939 em Rorainópolis, 909 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1023 em Uiramutã. Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

A preocupação com a transparência na utilização de recursos públicos motivou o Governo de Roraima a realizar o Seminário sobre Processo de Licitação, no auditório do IPEM/RR (Instituto de Pesos e Medidas de Roraima), na manhã desta sexta-feira, 22. O objetivo do evento é capacitar os integrantes dos Comissões de Licitações dos municípios para participarem de licitação de compras e aquisição de serviços.

No evento, estiveram presentes os presidentes de CPL dos 14 municípios do interior do Estado. O governador Antonio Denarium participou da abertura do seminário e destacou a importância desse tipo de trabalho.

"Fizemos o convite aos representantes de CPL de todos os municípios para tratar sobre a gestão em processos de licitação, com o intuito de orientá-los sobre a importância na transparência na utilização de recursos públicos", reforçou.

Na oportunidade, Denarium também falou sobre os avanços como o pagamento das dívidas do Estado, o que contribuiu para que as empresas participassem de licitações promovidas pelo governo.

"Ao quitar parte das dívidas do governo, ganhamos mais credibilidade no mercado. Dessa forma, aumentou o número de empresas interessadas em participar de novos processos de licitação realizados pelo executivo, que sempre honra com os pagamentos das vencedoras dos certames", ressaltou.

O presidente da CPL-RR, coronel Cerqueira, foi um dos palestrantes e explicou quais os temas debatidos durante o evento. "Esclarecemos os representantes municipais sobre a montagem dos processos licitatórios, a importância do Portal da Transparência e da legalidade de todo o procedimento licitatório", esclareceu.

O Seminário sobre Processo de Licitação foi promovido pela Seampu (Secretaria de Articulação Municipal e Política Urbana) com participação da CGE-RR (Controladoria Geral de Roraima) e CPL-RR (Comissão Permanente de Licitação do Estado de Roraima).

 

Publicado em DESTAQUES

Criada em 2014 por um grupo de psicólogos de Uberlândia (MG), a campanha Janeiro Branco objetiva o bem-estar da saúde mental. Em Roraima, a Secretaria de Segurança Pública dispõe de um programa de saúde mental e qualidade de vida dos profissionais de segurança pública, por meio do Centro de Qualidade de Vida – CQV. O CQV é formado por psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais, e é coordenado pela Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago – APICS. A Polícia Militar de Roraima possui Núcleo Integrado de Atenção Biopsicossocial -  NIAB, integrado ao CQV.

As ações de trabalho realizadas com os policiais militares e seus dependentes diretos perpassam por um atendimento psicológico individual semanal, acompanhamento psiquiátrico (quando necessário), com direito a retorno. Além disso, alguns instrumentos de testes psicológicos são ofertados aos policiais militares e seus dependentes.

Essa equipe de profissionais realiza ainda visitas domiciliares e visitas a policiais internados por problemas diversos. Outro foco do trabalho disponibilizado aos policiais militares é em relação à prevenção ao suicídio, gerenciamento de estresse, por meio de rodas de conversa e palestras.

A major Ednilda Daneluz, coordenadora do NIAB-PMRR, explica que “ a maioria dos policiais militares atendidos pela equipe do CQV é por demanda espontânea. Ou seja, o próprio policial entendeu que precisava desse atendimento profissional. Outros policiais são encaminhados ao CQV por seus colegas e/ou chefes imediatos”.

A PMRR, através da Unidade do Serviço de Saúde, dispõe de uma Junta Médica, composta pelos médicos da Corporação, que avaliam os casos de policiais militares com laudo psiquiátrico, homologando os afastamentos.

No ano de 2018 foram registrados 21 afastamentos de policiais militares. Em 2019, 36 policiais foram afastados do trabalho para tratamento, e, no ano de 2020, a PMRR registrou o afastamento de 35 policiais militares e um suicídio. 

Os policiais militares com necessidades de atendimento psicológico podem dirigir-se ao Centro de Qualidade de Vida – CQV que funciona no prédio da Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago – APICS localizada na Av. Getúlio Vargas 4193, Canarinho ou entrar em contato com o chefe imediato para encaminhamento ao NIAB-PMRR.

 

Publicado em DESTAQUES

O Governo de Roraima por meio da Sesau (Secretaria de Saúde) vai contratar mais profissionais para reforçar o trabalho de enfrentamento contra a COVID-19. Trata-se da sétima chamada do seletivo simplificado para a contratação direta temporária de profissionais de saúde, que consiste na contratação de 90 técnicos de enfermagem.

Os candidatos devem se apresentar, nesta segunda-feira, 25, na CGTES (Coordenadoria Geral de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde) localizada à Rua Madri, número 180, bairro Aeroporto, no horário das 09:00 às 17:00 horas, sem intervalo para o almoço.

Os profissionais que serão contratados a partir desta segunda-feira, irão reforçar o trabalho nas Unidades de Saúde, entre ela o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), que foi readequado para voltar a ser a Unidade Referência no atendimento das demandas relacionadas a COVID-19, para o secretário Marcelo Lopes, os 90 técnicos de enfermagem que serão chamados neste seletivo irão somar na luta contra a COVID-19.

“As demandas relacionadas à COVID-19 é uma das grandes prioridades da nossa gestão, e estamos adotando todas as medidas necessárias para garantir que as unidades de saúde tenham condições de prestar o atendimento adequado para a população, os nossos técnicos de enfermagem irão somar nessa luta que é de todos nós” finalizou o secretário. Todas as informações referentes à contratação dos profissionais podem ser obtidas através do site www.saude.rr.gov.br, no link: seletivos.

DOCUMENTAÇÃO – Os candidatos não podem esquecer de comparecer munidos dos seguintes documentos para assinatura do contrato:

 -Documento de identificação com foto: RG ou Carteira de Habilitação;

 -PIS;

-CPF;

-Comprovante Bancário do Banco do Brasil;

-Título de Eleitor;

-Registro no Conselho de Registro Profissional;

-Auto declaração de aptidão Física e de Sanidade Mental;

-Declaração de não Acúmulo de Cargo, em caso de acúmulo legal de cargos, declaração de compatibilidade de horário;

-Comprovante de residência (fatura de água ou energia elétrica, contrato de locação ou declaração com firma reconhecida no Cartório);

- Comprovante de qualificação cadastral do e-Social

  

Publicado em DESTAQUES

Mais de 5.300 professores foram atendidos com cursos de formação em diversas áreas no ano de 2020 pelo Ceforr (Centro de Formação dos Profissionais de Educação de Roraima) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto). Adaptando-se ao uso das tecnologias, o Centro ofertou 30 cursos no formato online. Os temas abordados foram “Educação Especial numa visão inclusiva”, “Práticas Educativas”, “Prática de Orientação Educacional no Cotidiano Escolar”, “Práticas Metodológicas da Educação escolar Indígena” e “Educação de Jovens e Adultos: Desafios e Possibilidades”, entre outros.

O centro também promoveu formações e lives foram mediante parceria do Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação), Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e instituições como o Instituto Ayrton Senna e Plataforma Vivescer.

As formações foram direcionadas aos profissionais que atuam nas escolas como orientadores educacionais, professores, gestores e secretários de escola da capital e interior do Estado, atendendo a Educação Básica, inclusive com temas voltados para a Educação Indígena, Educação Especial e a EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Lives

Também foram realizadas ao longo de 2020, 70 lives com temas importantes para os profissionais em período de pandemia, como por exemplo, as “Competências Socioemocionais” que abordou sobre resiliência, stress, medo, frustração, respeito, empatia, confiança, entre outros. As lives contaram com a participação de 2 mil profissionais.

Segundo a coordenadora pedagógica do Ceforr, Maristela Araújo, todos os cursos remotos disponibilizados foram voltados para cada área profissional e em 2020, surpreendentemente o envolvimento dos participantes foi maior.

 “Em decorrência da pandemia, o centro de formação buscou utilizar ambientes virtuais, o que gerou uma maior interação de todos. Também contamos com a participação de palestrantes de instituições de outros estados para contribuir com o processo de formação” disse satisfeita, Maristela.

Programação 2021

Para 2021, o Ceforr deverá continuar com o programa de formação de cursos na forma remota. O Centro está finalizando a programação do ano e em breve o calendário de cursos será divulgado. A diretora do Centro, Stela Damas reforçou a importância da formação continuada no processo de ensino aprendizagem.

“A formação continuada tem como objetivo fazer o processo de melhoria da qualidade de aprendizagem. Se o professor aperfeiçoa as suas práticas pedagógicas, consequentemente os estudantes aprenderão mais. E o objetivo final é promover aprendizagem de qualidade para todos os nossos estudantes”, destacou Stela Damas.

Ela informou ainda que este ano as formações serão mais direcionadas à implementação do Programa Novo Ensino Médio, nas Metodolodias Ativas em consonância com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e nas equipes de gestão, maiores demandas das escolas da rede.

O Ceforr

Criado por meio da Lei Estadual Nº 611 de 22 de agosto de 2007, o Ceforr (Centro de Formação dos Profissionais de Educação de Roraima) é uma unidade da Seed que coordena e ministra cursos de qualificação e atualização para os profissionais da educação.

Os cursos de formação continuada, ocorrem nas modalidades presencial, semipresencial e à distância, para gestores, professores, servidores de apoio e técnicos que atuam nas escolas e na Seed. Em 2020, em função da pandemia da Covid-19, os cursos foram realizados de forma remota. O Centro está localizado na Avenida Presidente Castelo Branco, s/n°, bairro Calungá.

 

Publicado em DESTAQUES
Página 1 de 245