Mostrando itens por marcador: cadadiamelhor

Quinta, 13 Agosto 2020 00:21

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 71.915 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 38.270 foram confirmados, sendo 8.303 por RT-PCR e 29.967 por teste rápido, 33.645 foram descartados e 561 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 440 em Alto Alegre, 269 no Amajari, 28.625 casos foram notificados em Boa Vista, 571 em Bonfim, 815 no Cantá, 715 em Caracaraí, 784 em Caroebe, 226 em Iracema, 860 em Mucajaí, 271 em Normandia, 1.215 em Pacaraima, 1.358 em Rorainópolis, 718 em São João da Baliza, 189 em São Luiz e 560 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 507 em Alto Alegre, 310 em Amajari, 25.278 notificações ocorreram em Boa Vista, 817 em Bonfim, 407 no Cantá, 617 em Caracaraí, 472 em Caroebe, 300 em Iracema, 1.173 em Mucajaí, 209 em Normandia, 281 em Pacaraima, 1.709 em Rorainópolis, 523 em São João da Baliza, 194 em São Luís e 161 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 561 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 14 em Alto Alegre, 06 em Amajarí, 436 no município de Boa Vista, 09 no Bonfim, 09 no Cantá, 08 em Caracaraí, 04 em Caroebe, 04 em Iracema, 12 em Mucajaí, 09 em Normandia, 25 em Pacaraima, 18 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 02 São Luiz e 02 em Uiramutã.

Além disso, 9.345 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 139 em Alto Alegre, 54 em Amajari, 6.289 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 451 no Cantá, 121 em Caracaraí, 278 em Caroebe, 48 em Iracema, 162 em Mucajaí, 13 em Normandia, 370 em Pacaraima, 666 em Rorainópolis, 406 em São João da

Baliza, 100 de São Luiz e 32 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium tem percorrido vários municípios do interior de Roraima para acompanhar de perto o andamento das ações de sua gestão. O tema foi pauta de uma entrevista no programa Roraima notícias, na Rádio Roraima AM 590, apresentado pelo jornalista Luiz Valério, na tarde desta quarta-feira, 12.

Aos ouvintes da emissora, Denarium afirmou que obras em execução estão espalhadas por todo Estado, o que vai garantir desenvolvimento econômico e mais qualidade de vida à população, principalmente no que se refere à saúde.

"Umas das novidades é um convênio com as Prefeituras do interior para ajudar na limpeza urbana dos municípios. O valor do investimento será R$ 600 mil por ano. Com esse recurso do governo, os gestores municipais vão poder trabalhar na limpeza das ruas e a retirada de poças que acumulam água e assim evitar doenças", disse.

As obras de recuperação de estradas no interior também foi outro ponto destacado pelo governador, que afirmou que todas as medidas estão sendo adotadas para que a malha viária do Estado seja toda recuperada, assim como a construção de novas pontes, para facilitar o escoamento de produção agrícola.

"Há mais de 10 anos que não se construía pontes nos municípios, a não ser quando era recomendada pela Justiça. Assim que assumimos o governo, identificamos que existiam mais de 500 pontes danificadas. Já reconstruímos 70 e até dezembro outras 75 devem ser construídas", garantiu o governador.

Na área de saúde, Denarium destacou as obras de construção, reforma e ampliação de várias unidades hospitalares na Capital e no interior do Estado, com destaque para a construção do Bloco E do HGR e da Maternidade em Rorainópolis.

Investimento no setor agrícola

O desemprego em Roraima é um desafio que segundo Denarium será enfrentado com investimento no setor agrícola. Além de investir em infraestrutura, o governo também tem estimulado a produção de outras culturas.

"Eu valorizo o agronegócio indígena, da Agricultura Familiar e empresarial. Inclusive, estamos estimulando a produção da cultura de melão no Estado. Este ano, vamos triplicar a área plantada do produto em relação ao ano anterior", antecipou.

Outro tipo de produção agrícola que também ganhou incentivo do governo foi a plantação de cacau na região de Entre Rios, no município de Caroebe.

"O plantio de cacau foi possível graças a uma parceria com a Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária]. Para este ano, a meta é plantar 1.500 hectares de cacau em todos nos municípios do sul do Estado beneficiando os produtores da Agricultura Familiar", afirmou Denarium.

Segundo ele, os investimentos na agricultura também vão beneficiar as áreas indígenas que estão espalhadas pelos 15 municípios do Estado, por meio de uma parceria entre a Seapa (Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento) e a SEI (Secretaria Estadual do Índio).

"Essa parceria vai permitir que cada município seja beneficiado com 100 hectares de áreas plantadas. Queremos tornar a agricultura indígena mais profissionalizada para aumentar a produção. Hoje, temos mais de 30 mil famílias cadastradas na Agricultura Familiar em Roraima. Se cada uma delas gerar um emprego, serão 30 mil novos postos de trabalho", mensurou.

Combate à pandemia do Coronavírus

Quanto à pandemia, Denarium disse que todo esforço para enfrentar a pandemia da Coronavírus (COVID-19) estão sendo feitos. Segundo ele foram compradas mais 100 mil testes para identificar os casos de contaminação pela COVID-19.

"Já fizemos mais 75 mil testes na população. Nossa intenção também é fazer testes em todos os alunos da rede estadual de ensino para garantir para que no futuro possamos retornar às aulas presenciais com mais segurança", disse.

Outra novidade na saúde que ganhou destaque durante a entrevista tratou sobre a obra de construção do Hospital de Amor em Boa Vista, que irá funcionar para ajudar no tratamento precoce de diversos tipos de câncer.

"Fizemos uma visita ao hospital que está com 70% das obras concluídas em um terreno cedido pelo governo. O deputado Federal Hiran Gonçalves também acompanhou a visita. Ele e a ex-senadora Ângela Portela conseguiram recursos em Brasília para a construção da unidade no valor total de R$ 30 milhões. Um investimento que vai ajudar no tratamento precoce do câncer no Estado", reforçou.

 

Publicado em MANCHETES
Quarta, 12 Agosto 2020 01:20

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 70.608 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 37.579 foram confirmados, sendo 8.299 por RT-PCR e 29.280 por teste rápido, 33.029 foram descartados e 555 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 434 em Alto Alegre, 267 no Amajari, 28.166 casos foram notificados em Boa Vista, 552 em Bonfim, 810 no Cantá, 712 em Caracaraí, 782 em Caroebe, 221 em Iracema, 700 em Mucajaí, 271 em Normandia, 1.211 em Pacaraima, 1.348 em Rorainópolis, 718 em São João da Baliza, 189 em São Luiz e 552 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 505 em Alto Alegre, 307 em Amajari, 24.843 notificações ocorreram em Boa Vista, 753 em Bonfim, 407 no Cantá, 616 em Caracaraí, 472 em Caroebe, 300 em Iracema, 1.104 em Mucajaí, 209 em Normandia, 281 em Pacaraima, 1.682 em Rorainópolis, 520 em São João da Baliza, 194 em São Luís e 161 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 555 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 12 em Alto Alegre, 06 em Amajarí, 436 no município de Boa Vista, 09 no Bonfim, 08 no Cantá, 08 em Caracaraí, 04 em Caroebe, 04 em Iracema, 11 em Mucajaí, 09 em Normandia, 23 em Pacaraima, 18 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 02 São Luiz e 02 em Uiramutã.

Além disso, 9.125 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 139 em Alto Alegre, 54 em Amajari, 6.289 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 447 no Cantá, 121 em Caracaraí, 278 em Caroebe, 48 em Iracema, 162 em Mucajaí, 13 em Normandia, 370 em Pacaraima, 666 em Rorainópolis, 190 em São João da

Baliza, 100 de São Luiz e 32 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES
Terça, 11 Agosto 2020 23:12

COMUNICADO - CAER

A Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) informa que nesta quarta-feira, 12.08, parte da Avenida Bandeirantes, no trecho onde fica localizada a área comercial entre as avenidas Mário Homem de Melo e Ataíde Teive será interditada parcialmente para a realização de reparos e desobstrução da rede de esgoto pelos técnicos da Empresa.

Os trabalhos iniciam às 8 horas, com previsão de término para o final do dia.

Tão logo sejam concluídos os serviços na Avenida Bandeirantes, os técnicos farão os reparos na rede localizada na Rua Tenente Guimarães, Bairro Liberdade.

Nesta terça-feira (11), a diretora de Engenharia e Gestão Ambiental, Elizângela Rodrigues, solicitou apoio ao município para o bloqueio parcial da via por meio da SMTRAN (Superintendência Municipal de Trânsito) e controle do fluxo de pessoas e veículos.

Técnicos da Caer estiveram no local para conversar com os comerciantes e explicar sobre os trabalhos que serão realizados para melhoria do sistema.

A Empresa agradece a compreensão de todos e disponibiliza canais de comunicação para reclamações e esclarecer dúvidas sobre saneamento básico diretamente com a Companhia.

FALE COM A CAER:

Whatsapp: (95) 98404-5313 (Problemas de extravasamento de esgoto ou na rede de distribuição de água - funcionamento das 8h às 22h)

 

Outros assuntos:

Call Center 0800.280.9520

APP CAER MOBILE: Disponível para ANDROID na Google Play Store e IOS na App Store

SITE: http://www.caer.com.br

FACEBOOK/INSTAGRAM/TWITTER: caerroraima

Publicado em DESTAQUES
Terça, 11 Agosto 2020 23:03

FUNCIONALIDADE E SEGURANÇA

Um espaço agradável para realizar compras, e ao mesmo tempo preocupado com a temática sustentável e funcional. A maquete digital da Nova Feira do Passarão foi apresentada pelo deputado federal Hiran Gonçalves ao governador Antonio Denarium.

Todo o projeto arquitetônico foi formulado para atender as principais demandas dos feirantes que vão trabalhar no local. Um investimento de R$ 2,8 milhões. “Agradeço ao deputado Hiran Gonçalves pela confiança em nosso Governo. Ele tem alocado recursos para construção de obras estruturantes. Essa parceria se estende além da Feira do Passarão, tenho certeza que todas as obras irão fazer a diferença na vida das pessoas”, disse o governador Antonio Denarium.

“Mais do que alocar recursos, eu me comprometo em continuar fazendo tudo o que for melhor para que possamos trazer cada vez mais benefícios à nossa população”, disse o deputado federal Hiran Gonçalves.

Segundo o secretário da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Emerson Baú, a nova Feira do Passarão é um pedido antigo dos feirantes do local, e o governador Antonio Denarium de imediato pediu que a Seapa agilizasse o projeto.

“Recebemos este pleito para dar a devida atenção à Feira do Passarão, onde tivemos o cuidado de planejar primeiro toda a parte estrutural, e em seguida de pensar o espaço da feira e contemplar questão de segurança, de higiene, até a parte logística de carga e descarga”, explicou.

A maquete digital mostra detalhes de todo planejamento e funcionalidade do local, como a posição dos boxes, entrada e saída para descarregar os produtos. Segundo o responsável pela concepção do projeto arquitetônico, Tony Guarnielle, o espaço foi idealizado para atender ao quadro de necessidades do Estado e dos feirantes, quanto às normas técnicas e disponibilidade orçamentária, bem como a utilização da área total existente área. “Foi deliberado que um novo projeto fosse mais acessível, confortável, ergonômico e utilizando os aparelhos urbanos”, informou.

A proposta do espaço foi discutida em audiência pública com os feirantes que trabalham no local e os técnicos da Seapa para melhor aproveitamento do espaço de 2.400m², distribuídos por 120 boxes.

O espaço da nova feira

O projeto da nova Feira do Passarão contemplará a reconstrução total dos boxes que ficarão com amplo espaço, praça de alimentação, sistema de ventilação, e atenderá o pessoal do hortifrutigranjeiro, da polpa, da carne bovina, suína, carneiro, frango, peixe.

Haverá também um amplo estacionamento, novos banheiros, reforma da câmara fria, acessibilidade, iluminação interna e externa, uma fachada externa, além de garantir mais segurança aos feirantes e clientes, com várias entradas de acesso para os consumidores.

O secretário da Seapa, Emerson Baú enfatiza que em todo o projeto foi pensado na funcionalidade e bem-estar de cada segmento dos feirantes. “Pensamos desde a exposição, até a localização de cada produto para que todo espaço fosse bem aproveitado”, finalizou.

FACHADA ANTIGA - Uma das mudanças mais significativas em relação à Feira do Passarão, será a sua estrutura de ferro original que será totalmente retirada. Por mais que a ideia inicial fosse mantê-la. O pedido partiu dos próprios feirantes, segundo o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima. “O feirantes informaram que a concepção do pássaro existente, não protegia e nem dava segurança para eles, quando chovia, molhava tudo, a estrutura era totalmente aberta”, explicou o secretário.

Agora, a nova concepção da Feira do Passarão foi refeita. “A segurança foi pensada, a ventilação, um prédio alto, moderno, lanchonete, banheiros, área maior para estacionamento. Para os feirantes, é primordial que o espaço tenha portas, que seus produtos fiquem guardados”, detalhou Lima.

“Foi verificado que a estrutura não protegia os feirantes e suas mercadorias quando chovia. Por mais bonito visualmente e simbólico que seja, recebemos muitos pedidos e queixas sobre o telhado, pois ele não impedia que os boxes ficassem encharcados, causando um prejuízo enorme aos feirantes. E o afastamento dos clientes já que não havia abrigo para o período de inverno. Não adianta manter a estrutura sem que ela tenha funcionalidade”, complementou o secretário da Seapa.

Publicado em DESTAQUES

Para comemorar de forma lúdica, o Dia do Estudante, celebrado nesta terça-feira, 11, a Escola Estadual Presidente Tancredo Neves iniciou a gincana estudantil com o tema ‘Distantes+Juntos’. A gincana encerra na sexta-feira, 14, com a divulgação da equipe vencedora.

Além de celebrar a data, a gincana tem como objetivo fortalecer o vínculo familiar e promover a interação entre os estudantes, já que estão distantes da sala de aula por conta da pandemia de Coronavírus (COVID-19). Todos os anos, a escola comemora o Dia do Estudante com atividades lúdicas, através dos projetos já existentes na escola.

“Esta data é uma das mais importantes celebrações da escola, pois os alunos são a base para que a instituição de ensino exista. Este ano, com a pandemia, adaptamos as comemorações para a atual realidade que estamos vivendo”, explicou uma das coordenadoras da gincana, professora Adélia de Carvalho.

A gincana conta com a participação de 30 equipes, que terão que cumprir diversos desafios de forma on-line como criação de fotos e vídeos com temáticas sobre Educação Física em casa, prevenção e cuidados em relação a Covid-19, trava línguas, poemas, fotos nas dependências da escola com funcionários, gestão, entre outras atividades.

O material criado pelos estudantes será postado na rede Facebook da escola, com prazos definidos pela Comissão Organizadora, cada desafio terá uma pontuação específica.

“Os desafios serão surpresa e as equipes terão um prazo para cumprir e postar no nosso Facebook. Cada turma da escola é uma equipe e vencerá a gincana a equipe que mais fizer pontos”, disse Adélia, ao complementar que a premiação será definida junto à equipe vencedora. O professor conselheiro da turma vencedora receberá um prêmio surpresa.

A Escola Estadual Presidente Tancredo Neves está localizada na Rua Leôncio Barbosa, 1186, no bairro de mesmo nome. De acordo com dados do Censo Escolar 2019, a escola atende 807 estudantes nas etapas de Ensino Fundamental II e Médio.

 

Publicado em DESTAQUES

Em Roraima, o Governo do Estado, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde) está ampliando de forma gradativa o diagnóstico de exames realizados à distância, com o Telediagnóstico ECG (eletrocardiograma). A partir desta semana os moradores de Uiramutã passarão a contar com o serviço, que já alcançou 6.011 diagnósticos em seis municípios, desde a implantação do serviço no Estado, em outubro de 2018.

O telediagnóstico, tecnologia implementada por meio de uma ação articulada entre a Sesau e o MS (Ministério da Saúde), já atendeu cerca de 2.010 pessoas só este ano, e com isso garantiu que os moradores realizassem o eletrocardiograma na sua cidade de origem sem precisar se deslocar até a Capital.

Segundo o coordenador Geral de Atenção Básica, Hélder Fernandes Amorim, o Telediagnóstico é uma ferramenta que proporciona aos médicos a condição de oferecer um melhor diagnóstico para o usuário da unidade básica e desta forma melhorar o atendimento, além de ser 100% seguro, igual ao de uma clínica particular.

“O exame é coletado na própria unidade de atenção primária e o técnico encaminha os dados para o estado de Minas Gerais por meio da plataforma nacional de telediagnóstico. Em até duas horas, o exame vem laudado para a unidade básica de saúde, onde é impresso pelo técnico responsável e entregue ao paciente. E na mesma hora ele passa o resultado ao médico solicitante”, esclareceu.

De acordo com o Edinaldo Araújo, coordenador do Telessaúde, se o médico tiver dúvidas ao ler o exame, ele pode de forma automática entrar na plataforma de teleconsultoria. “E imediatamente consegue esclarecer todas as dúvidas com médicos especialistas da área. O que significa maior praticidade e redução, de dias e até semanas de espera, que o paciente teria se necessitasse vir para a capital. Trata-se de um serviço realizado de forma segura, rápida e confiável”, complementou.

  Seis municípios oferecem o serviço

O serviço de Telediagnóstico ECG já é realizado em seis municípios, os quais já atenderam mais de 2 mil pessoas de janeiro até julho de 2020. São eles: Boa Vista (em 20 unidades básicas de saúde), com 1.337 exames; Alto Alegre, com 58 exames; Amajari, com 51 exames; Bonfim, com 337 exames; Mucajaí, com 82 exames e Normandia, com 145 exames.

Em Boa Vista as seguintes Unidades dispõem do serviço de telediagnóstico:

 

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE ASA BRANCA

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE AYGARA MOTTA PEREIRA

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE BURITIS

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE CINTURAO VERDE

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE DELIO TUPINAMBA

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE DR SILVIO LEITE

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE IONE SANTIAGO 

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE LUPERCIO LIMA FERREIRA

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE LIBERDADE

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE MECEJANA

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE OLENKA MACELLARO THOME VIEIRA

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE PASTOR LUCIANO GALDINO RABELO

UNIDADE BÁSICA DE SAUDE PRICUMA

 

Publicado em DESTAQUES
Terça, 11 Agosto 2020 20:22

Codesaima terá novo Estatuto Social

Na manhã desta terça-feira, 10, ocorreu a primeira reunião do Conselho Administrativo da Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) que trata da mudança do Estatuto Social da Empresa.

O presidente Anastase Vaptistis Papoortzis recebeu os seis conselheiros e o representante do Governo do Estado, o secretário adjunto da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Fábio Martinez.

Anastase explicou a importância da alteração do contrato social, uma vez que o atual Estatuto é de 1979, portanto, está desatualizado frente à legislação do Estado e do Brasil.

Ele explicou que a CODESAIMA vai trabalhar apenas em duas frentes: na habitação, executando projetos de moradias do Governo do Estado, e na mineração, desenvolvendo esse setor e explorando as áreas que a Codesaima têm registradas.

Para elaborar esse novo estatuto foram pesquisados itens de estatutos de Cohabs (Companhias de Habitação) e de Empresas de Mineração de outros Estados, como a Codemig (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais) e a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), adaptados à realidade de Roraima. “Nós usamos como modelo o Estatuto de duas empresas importantes de atuação no Brasil”, disse.

O procurador da Codesaima, Pedro Bento Neto, esmiuçou detalhes do novo Estatuto e falou que esse foi elaborado segundo a Lei 3.303, de 2016, que regula o funcionamento das empresas estatais e de economia mista.

Pedro Bento citou a principal mudança no objeto social que definirá a atuação nas atividades de Habitação e Mineração. “Outras atividades serão permitidas, mas as primordiais serão essas”, acrescentou.

O novo contrato prevê uma maior participação nas decisões do conselho fiscal e administrativo com a presença de representantes dos empregados da Empresa e de um acionista minoritário. Atualmente, além dos seis conselheiros, só participam das reuniões o presidente da Codesaima e um representante do Governo do Estado, que é o maior acionista.

Outro ponto destacado foi o item que trata da responsabilização de gestores da Empresa que pratiquem má conduta. “Muito se fala da Codesaima como pessoa jurídica, como se ela (Empresa) fosse culpada pelo que acontece, mas na verdade foi uma pessoa que maculou o nome da Empresa”, complementou o procurador, que explicou que o Conselho poderá pedir o ressarcimento dos prejuízos causados à Companhia.

Na próxima semana será realizada mais uma análise do novo Estatuto, e será apresentado ao governador Denarium, e, levado à votação.

 

Publicado em DESTAQUES
Terça, 11 Agosto 2020 01:13

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 69.394 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 37.006 foram confirmados, sendo 8.291 por RT-PCR e 28.715 por teste rápido, 32.388 foram descartados e 551 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 431 em Alto Alegre, 265 no Amajari, 27.753 casos foram notificados em Boa Vista, 546 em Bonfim, 796 no Cantá, 685 em Caracaraí, 776 em Caroebe, 215 em Iracema, 647 em Mucajaí, 265 em Normandia, 1.208 em Pacaraima, 1.338 em Rorainópolis, 718 em São João da Baliza, 189 em São Luiz e 550 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 505 em Alto Alegre, 301 em Amajari, 24.412 notificações ocorreram em Boa Vista, 727 em Bonfim, 406 no Cantá, 591 em Caracaraí, 472 em Caroebe, 289 em Iracema, 1.022 em Mucajaí, 209 em Normandia, 280 em Pacaraima, 1.651 em Rorainópolis, 518 em São João da Baliza, 194 em São Luís e 161 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 551 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 11 em Alto Alegre, 06 em Amajarí, 434 no município de Boa Vista, 09 no Bonfim, 08 no Cantá, 08 em Caracaraí, 03 em Caroebe, 04 em Iracema, 11 em Mucajaí, 09 em Normandia, 23 em Pacaraima, 18 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 02 São Luiz e 02 em Uiramutã.

Além disso, 9.113 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 139 em Alto Alegre, 54 em Amajari, 6.289 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 435 no Cantá, 121 em Caracaraí, 278 em Caroebe, 48 em Iracema, 162 em Mucajaí, 13 em Normandia, 370 em Pacaraima, 666 em Rorainópolis, 190 em São João da

Baliza, 100 de São Luiz e 32 em Uiramutã.

 Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

O Governo do Estado e a Prefeitura de Uiramutã assinaram um convênio na ordem de R$ 600 mil para limpeza e manutenção da sede do município e das comunidades. O governador Antonio Denarium e o prefeito Dedeu Silva firmaram a parceria nesta segunda-feira (10) no Palácio Senador Hélio Campos.

Denarium afirmou que o convênio representa a continuidade ao plano de levar benefícios para todas as Prefeituras. “Hoje assinamos com o município de Uiramutã um convênio para investimento na limpeza urbana, gerando qualidade de vida para os munícipes. Mas nossa parceria se estende muito além disso”, disse.

Na oportunidade, Denarium também anunciou investimentos em outros setores. “Também estamos trabalhando na recuperação de estradas e vicinais, construção de pontes e reforma de escolas. No setor produtivo faremos 100 hectares de agricultura em áreas indígenas”, anunciou.  

O prefeito Dedeu Silva parabenizou o Governo do Estado pela iniciativa. “Um convênio desse representa muito para o nosso município. Essa parceria nos possibilita levar um serviço de qualidade para a nossa população, para a nossa comunidade manter aquilo que o povo espera, uma cidade limpa e uma saúde em dia”, disse.

O mesmo convênio já foi assinado com outros 12 municípios do interior. Segundo a secretária de Articulação Municipal, Ilaine Henz, o foco é a limpeza urbana direcionada à Saúde. “Uma cidade limpa reflete em menos casos de dengue, chikungunya, menos COVID-19 e mais saúde para a população”, disse.

Ela explicou ainda que os R$ 600 mil serão repassados de forma parcelada ao longo de um ano, sendo R$ 50 mil por mês. “O município de Uiramutã já recebeu a primeira parcela. Até o mês de dezembro deste ano já terão sido repassados R$ 300 mil”, explicou.

Publicado em DESTAQUES