Mostrando itens por marcador: cadadiamelhor

A Agência de Defesa Agropecuária (Aderr) realizou uma força tarefa conjunta, com ações de higienização nas barreiras sanitárias que ficam localizadas nas rodovias de Roraima.

A sanitização está ocorrendo de 15 em 15 dias, tanto na sede como em todos nos postos de vigilância agropecuária localizados no interior.

O serviço já foi feito nos postos de vigilância de Bonfim e Alto Alegre e também nos postos do Recrear e na Balsa do Passarão.

“Saímos fazendo essa maratona, no fim de semana, para que possamos proteger os servidores e os usuários do sistema com a aplicação do produto que é amônia quaternária”, explicou o diretor-presidente da Aderr, Gelb Platão.

A amônia quaternária reduz os microrganismos (fungos, bactérias e vírus).

Ainda conforme Gelb, existem kits de emergência para atendimento a focos de doenças em todas as Unidades de Defesa Agropecuária localizadas em todos os municípios.

Distribuímos a amônia quaternária para que eles possam fazer aplicação do produto também nas unidades localizadas no interior, uma vez que os kits contêm bomba costal.

 

Publicado em DESTAQUES

Day Ventura tem 24 anos e um talento inegável. Ela é uma das credenciadas no edital "Cultura em Casa" realizado pelo Governo de Roraima, por meio da Secult (Secretaria de Estado da Cultura).

A jovem talento se inscreveu na categoria música solo, e encantou a todos com seu depoimento e arte. A cantora roraimense contou que, apesar de nova, tem a música presente na vida desde muito cedo, quando cantava no coral da escola.

Na prévia, a artista falou sobre o seu início na música e sobre o seu recente trabalho produzido em Roraima.

“Dos meus 8 aos 12 anos eu participei do coral e com isso eu tive meu primeiro contato direto com a música, lá comecei a aprender a tocar flauta doce e resolvi que queria aprender outro instrumento. Desde então comecei a explorar o violão e com isso foram nascendo composições que eu deixava guardadas. A partir dos meus 15 anos eu comecei a gravar um pouco do que eu compunha e passei a encarar a música como uma forma de trabalho, além de hobby. Logo em seguida encontrei uns amigos pra formar uma banda e a partir daí a música se consolidou como profissão pra mim” explicou.

Entre os projetos, a artista tem o EP produzido de forma independente que recebeu o nome ‘De•cor’ e é composto com cinco faixas ‘Penso se Penso’, ‘No one Else’, Voo Livre’ , ‘ Tinta’ e ‘Olha de cá’ e está disponível gratuitamente no Spotify e Deezer entre outras plataformas digitais. Pelo edital Cultura em Casa, a música selecionada foi “Tinta”.

Para o secretário de cultura Johnson Castro, o vídeo é apenas uma prévia do material que vem sendo desenvolvido pela pasta. “Nosso interesse é produzir um material que poderia servir de portfólio para o artista, e com isso, ele possa divulgar a arte e a cultura roraimense em outros estados do país.” explicou.

CULTURA EM CASA - Respeitando a necessidade do distanciamento social diante da pandemia de Coronavírus (COVID-19), o Governo de Roraima, por meio da Secult, lançou o edital de credenciamento de artistas e “fazedores de cultura” para apresentações online. O edital integra o projeto “Cultura em Casa” e contempla artistas com benefícios que variam de R$ 500 a R$ 1.500. O credenciamento ainda está aberto.

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 08 Agosto 2020 01:54

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 66.991 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 35.933 foram confirmados, sendo 8.101 por RT-PCR e 27.832 por teste rápido, 31.058 foram descartados e 547 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 417 em Alto Alegre, 254 no Amajari, 26.987 casos foram notificados em Boa Vista, 523 em Bonfim, 780 no Cantá, 676 em Caracaraí, 735 em Caroebe, 212 em Iracema, 558 em Mucajaí, 261 em Normandia, 1.194 em Pacaraima, 1.300 em Rorainópolis, 704 em São João da Baliza, 181 em São Luiz e 548 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 491 em Alto Alegre, 274 em Amajari, 23.459 notificações ocorreram em Boa Vista, 697 em Bonfim, 391 no Cantá, 574 em Caracaraí, 446 em Caroebe, 278 em Iracema, 940 em Mucajaí, 198 em Normandia, 272 em Pacaraima, 1.587 em Rorainópolis, 481 em São João da Baliza, 186 em São Luís e 161 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 547 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 11 em Alto Alegre, 06 em Amajarí, 431 no município de Boa Vista, 09 no Bonfim, 08 no Cantá, 07 em Caracaraí, 03 em Caroebe, 04 em Iracema, 11 em Mucajaí, 09 em Normandia, 23 em Pacaraima, 18 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 02 São Luiz e 02 em Uiramutã.

Além disso, 9.110 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 139 em Alto Alegre, 54 em Amajari, 6.289 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 435 no Cantá, 121 em Caracaraí, 278 em Caroebe, 48 em Iracema, 161 em Mucajaí, 13 em Normandia, 370 em Pacaraima, 666 em Rorainópolis, 190 em São João da

Baliza, 98 de São Luiz e 32 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium recebeu das mãos do deputado federal Hiran Gonçalves os projetos dos novos prédios da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração) e da Feira do Passarão. As obras, previstas para iniciarem no primeiro semestre de 2021, serão executadas com R$ 18 milhões garantidos pelo parlamentar por meio de emenda.

O antigo prédio da Segad, localizado na rua Major Manoel Correia, no São Francisco dará lugar a uma nova e moderna estrutura, adaptada para as atuais necessidades da Pasta. Para este empreendimento, o deputado destinou R$ 15 milhões. Após a conclusão, a obra irá garantir economia aos cofres públicos, pois atualmente, a Secretaria funciona em uma estrutura alugada.

Os R$ 3 milhões restantes serão aplicados na construção da nova estrutura da Feira do Passarão. Todo o projeto arquitetônico foi formulado para atender as principais demandas dos feirantes e frequentadores. Segundo a Seinf (Secretaria de Infraestrutura), os recursos já foram empenhados, a próxima etapa é apresentar os projetos aos correspondentes Ministérios para a liberação do início dos trabalhos.  

“Agradeço a confiança do deputado federal Hiran Gonçalves em nosso Governo. Ele tem alocado recursos para construção de obras estruturantes. Essa parceria se estende além da Feira do Passarão e da Segad. Desde o início da nossa gestão, ele já destinou mais de R$ 40 milhões que foram utilizados nas mais diversas obras como a construção do novo IML [Instituto Médico Legal], Grande Trauma do HGR, compra de equipamentos para a saúde, reforma de escolas, construção de pontes e recuperação de estradas”, disse o governador Antonio Denarium.

O deputado reconhece a importância da parceria com o Governo do Estado em prol da população. “Conte comigo para que possamos fazer um trabalho pactuado nas boas práticas, economicidade e eficiência. Mais do que alocar recursos, eu me comprometo em continuar fazendo tudo o que for melhor para que possamos trazer cada vez mais benefícios à nossa população”, disse Gonçalves.

 

 

Publicado em MANCHETES

Os candidatos que ainda não solicitaram a restituição dos valores referentes à devolução da taxa do concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima), cancelado em fevereiro de 2019, já podem fazer o pedido para o depósito em conta bancária.

Para o recebimento, o candidato deve enviar e-mail para a Fundação Vunesp (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.), indicando no assunto "Devolução da taxa de inscrição - Concurso Polícia Civil de Roraima", com as informações pessoais (nome e CPF do candidato, nome e número do banco, número da agência e conta válida para crédito, nome e CPF do titular da conta), a fim de que seja operacionalizada a devolução da taxa de inscrição por meio de TED (Transferência Eletrônica Disponível). Outras dúvidas também pode ser esclarecidas pelo Disque Vunesp, no telefone (11) 3874-6300, em dias úteis, das 8h às 18h.

As informações deverão ser encaminhadas até o dia 10 de agosto, para que os créditos sejam disponibilizados na conta bancária informada pelo candidato até o dia 20 de agosto de 2020. De acordo com o diretor do DA (Departamento de Administração) da Polícia Civil, delegado Jimmy Santana, o edital que regulamenta o processo de devolução da taxa de inscrição paga pelos candidatos no certame, com o novo prazo para o reembolso do valor, foi publicado no DOE-RR (Diário Oficial do Estado) e no site da Fundação Vunesp.

“É importante ressaltar que a devolução será operacionalizada por meio da rede bancária, diretamente na conta informada pelo candidato, sem a necessidade de comparecimento físico à agência”, explicou o diretor.

De um total de 29.419 pessoas inscritas, cerca de 6 mil ainda não pediram o reembolso. Os inscritos têm direito ao ressarcimento do valor correspondente à inscrição, devidamente atualizado pelo IPCA/IBGE (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) desde novembro de 2018 até novembro de 2019.

Publicado em DESTAQUES

O governador Antonio Denarium acompanhou, pessoalmente, junto com produtores e secretários de governo a chegada das cargas de soja, que a partir de agora irão passar pelas etapas de processamento

"Estamos dando um grande passo pois os Silos são um instrumento fundamental para a classe de sojicultores que tem a garantia de que sua soja será bem acondicionada para, posteriormente, comercializar com a qualidade exigida pelo mercado", destacou.

Denarium lembrou que Roraima é um dos estados com maior índice de áreas de soja plantadas no país. Segundo ele houve um aumento de 3.500, em 2013, para 50 mil hectares de áreas plantadas de soja em 2020.

"Temos um potencial, a curto prazo, de plantar mais 1 milhão de hectares de soja e aproximadamente 500 mil hectares de milho. O Governo de Roraima está fomentando a atividade com políticas públicas, valorizando o empreendedorismo e os produtores do Estado e os novos que chegam", reforçou.

Capacidade de armazenamento

O Complexo de Silos de Monte Cristo está sob a gestão da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e abastecimento) e tem a capacidade de armazenamento de 27 mil toneladas de grãos. A estrutura tem a principal fundação de processar os grãos garantindo uma maior qualidade no produto final.

De acordo com o secretário de Agricultura, Emerson Baú, os Silos desde sua fundação em 2002 até 2019 estava sob os cuidados da Cooperativa Grão Norte. Assim que o governo retomou a administração do Complexo, fez uma reforma na estrutura.

"Os silos possibilitam a padronização dos grãos com a verificação do grau de umidade e grau de impureza. Com o Silos, o grão pode ficar armazenado pelo tempo que for necessário. O produtor contribui apenas com o pagamento de uma taxa estipulada pela Seapa", informou.

Baú afirmou que o governo está fazendo a armazenagem do produto com um custo inferior ao que era praticado nos anos anteriores quando o Silos era administrado pela Cooperativa. "Os produtores enfrentavam muitas dificuldades quanto ao valor gasto para o armazenamento. Quando o agricultor não tinha acesso aos Silos, precisa vender o produto na hora, com isso perde ficava abaixo do esperado" explicou.

Governo investe em políticas públicas de incentivo

O esforço no Governo do Estado para desenvolver a economia de Roraima, por meio da agricultura já é percebido através dos resultados positivos apresentados. O governador Antonio Denarium destacou a agilidade das emissões de licenciamentos ambientais pela Femarh (Fundação do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e a Regularização Fundiária.

"Assumimos um papel importante na melhoria dos serviços dos órgãos de fiscalização do estado. A Femarh está fazendo um ótimo trabalho na emissão das licenças ambientais, permitindo que os produtores tenham segurança jurídica de suas terras. O Iteraima também tem contribuído de maneira efetiva para titulação das terras", frisou.

Outra política de governo que tem surtido efeito positivo para o seguimento agrícola do Estado é a Lei N° 215, que permite o incentivo fiscal com a isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aos produtores de grãos.

"A Lei N° 215 permite que todos os produtores que fizerem o projeto de exploração agropecuária e apresentarem junto à Secretaria de Planejamento terão a isenção do ICMS sobre a produção. Isso irá estimular o crescimento da atividade produtiva no Estado. Com isso, os produtores terão um custo menor com a produção", assegurou.

Média de produção de soja em Roraima

Em 2020, o Estado de Roraima plantou 50 mil hectares de soja. Segundo o Denarium a cada quatro hectares plantado do grão gera um emprego direto e indireto. "Atualmente, a produção de soja gera 12 mil empregos diretos e indiretos em Roraima. A produção estimada para a safra 2020 será de 150 mil toneladas de grãos de soja. Serão 5 mil carretas com 27 toneladas cada", informou.

Ele garantiu que vários setores da economia do Estado serão beneficiados com essa produção de soja. Ao mesmo tempo, o governo vai arrecadar mais, elevando o grau de desenvolvimento econômico.  "Parte da soja produzida em Roraima já é consumida em forma de óleo pelo mercado local. E a maior parte segue para exportação. A nossa soja tem um percentual maior de óleo e de farelo, decido a melhor qualidade do grão que é produzido", explicou.

Investimento na produção do grão de milho

Roraima possui todas as condições necessárias para a produção da soja devido ao clima e as terras. Segundo Denarium, essas características positivas têm atraído os produtores do país a procurarem o Estado para investir.

"Além da soja, outro produto que ganha destaque é o milho. Em 2020, foram plantados mais de 15 mil hectares de milho. Vamos colher mais de 3 mil carretas de milho no Estado.

Antes a grande parte do milho que era consumida em Roraima vinha dos Estados de Mato Grosso, de Goiás e de Rondônia e isso ocorria pela falta de investimentos de governos anteriores. "Agora nossa gestão está investindo pesado para que sejamos autossuficientes na produção do milho. Isso vai possibilitar a produção da ração animal que é feita a partir do milho e da soja", finalizou.

Publicado em MANCHETES

Você que é doador de sangue ou tem interesse em ajudar o próximo, pode hoje mesmo fazer a boa ação. O Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) está com o estoque de sangue em estado crítico para todos os tipos sanguíneos. Diante dessa realidade, a Unidade está fazendo o chamamento de doadores. O objetivo é reabastecer o estoque para ter condições de atender as demandas das unidades de saúde do Estado.

De acordo com a gerente do Núcleo de Captação do Hemoraima, Juliane Uchôa, as doações diminuíram bastante nesse momento de pandemia. Mas ela reforça que é seguro doar durante esse período, uma vez que estão sendo seguidos todos os protocolos de segurança.

“Estamos precisando de doações de todos os tipos sanguíneos, sem exceção. Como medidas de prevenção à COVID-19, o uso de máscaras passou a ser obrigatório no Hemocentro de Roraima, além da higiene redobrada em todas as áreas que o doador tem acesso e também passou a disponibilizar álcool em gel para a limpeza das mãos e a adotar a distância de uma cadeira entre cada doador”, disse.

COMO DOAR – O Hemoraima está de portas abertas para doadores das 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). É possível agendar ligações pelo (95) 9-8404-9593, mas doações espontâneas também serão bem-vindas.

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (59 anos e 11 meses para a primeira doação). Os menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal, bem como cópia da carteira de identidade.

É necessário ter mais de 50 quilos, estar alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original, com foto. São exemplos: RG (Registro Geral), CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou Carteira de Trabalho.

A instituição alerta também que é preciso observar os intervalos entre as doações de sangue: três meses para homens e quatro meses, para mulheres.

Publicado em DESTAQUES

O dia 8 de agosto é marcado nacionalmente como o Dia de Combate ao Colesterol. A data traz consigo um importante significado e requer atenção. Com um trabalho de conscientização, o objetivo é alertar a população sobre os riscos de doenças cardiovasculares, que segundo o Ministério da Saúde são a primeira causa de mortalidade no Brasil.

Em Roraima, o Governo do Estado, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde) tem reforçado o trabalho junto aos municípios para despertar na população o interesse por uma alimentação saudável e a realização regular de exames médicos. 

Há dois tipos de colesterol presentes no organismo: o colesterol bom (HDL), que é responsável por limpar a gordura das artérias e o colesterol ruim (LDL), que em grande quantidade causa obstruções nos vasos sanguíneos, causando doenças como infarto agudo do miocárdio e AVC (Acidente Vascular Cerebral    De acordo com a nutricionista Karla Gavazza, gerente do Núcleo Programático de Alimentação e Nutrição, a qualidade da alimentação é um dos fatores que influencia o organismo, por isso é fundamental manter um cardápio equilibrado rico em nutrientes. O Núcleo executa capacitações com base no “Guia Alimentar para a População Brasileira”.

“Muitas pessoas não se dão conta, mas ao consumir alimentos industrializados, embutidos, enlatados, salsichas, bacon, carnes gordurosas e frituras, estão aumentando a taxa de colesterol no organismo, um risco para a saúde”, esclarece.

Ela explica que a melhor forma de evitar o colesterol ruim é consumir alimentos como grãos, cereais, frutas e legumes. “É preciso chamar a atenção para o pouco cuidado que muitas pessoas têm no dia-a-dia com a alimentação, tendo pouco tempo para preparar as refeições e comprando produtos industrializados, pobres em vitaminas e nutrientes, ou seja, essa praticidade pode não parecer, mas não contribui para a imunidade do nosso organismo”, reforçou.

Quando o assunto é manter uma vida saudável, o médico cardiologista Leonardo Vasconcelos, que atua na Clínica Médica Especializada Coronel Mota, ressalta que a prevenção é o melhor remédio. A prática de exercícios físicos é uma forte aliada no combate ao colesterol alto e deve ser praticada por pelo menos 30 minutos, três vezes ao dia.

“O colesterol elevado causa doenças que dificilmente apresentam sintomas, por isso, é importante fazer avaliações periódicas e manter a atividade física. Além disso, aquelas pessoas com histórico de doenças cardiovasculares, AVC e aqueles com histórico familiar de morte súbita, devem ter atenção redobrada com o nível de colesterol”, complementou.

O especialista reforça que não há idade específica para desenvolver o colesterol alto, mas que crianças e pessoas magras também devem se atentar ao nível de colesterol alto. “Geralmente as pessoas acima dos 40 anos sofrem mais com o colesterol alto, mas não é uma regra. A falta de hábitos saudáveis pode desenvolver o problema, por isso é fundamental desde cedo manter bons hábitos alimentares”, explicou.

Publicado em DESTAQUES
Sexta, 07 Agosto 2020 01:41

COMUNICADO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 66.138 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes, 35.540 foram confirmados, sendo 8.098 por RT-PCR e 27.442 por teste rápido, 30.598 foram descartados e 544 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 417 em Alto Alegre, 250 no Amajari, 26.659 casos foram notificados em Boa Vista, 517 em Bonfim, 776 no Cantá, 675 em Caracaraí, 732 em Caroebe, 212 em Iracema, 555 em Mucajaí, 261 em Normandia, 1.180 em Pacaraima, 1.280 em Rorainópolis, 704 em São João da Baliza, 181 em São Luiz e 539 em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 488 em Alto Alegre, 274 em Amajari, 23.067 notificações ocorreram em Boa Vista, 684 em Bonfim, 387 no Cantá, 573 em Caracaraí, 446 em Caroebe, 278 em Iracema, 917 em Mucajaí, 198 em Normandia, 262 em Pacaraima, 1.579 em Rorainópolis, 480 em São João da Baliza, 185 em São Luís e 161 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 544 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 11 em Alto Alegre, 06 em Amajarí, 428 no município de Boa Vista, 09 no Bonfim, 08 no Cantá, 07 em Caracaraí, 03 em Caroebe, 04 em Iracema, 11 em Mucajaí, 09 em Normandia, 23 em Pacaraima, 18 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 02 São Luiz e 02 em Uiramutã.

Além disso, 9.110 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 139 em Alto Alegre, 54 em Amajari, 6.289 são de Boa Vista, 77 de Bonfim, 435 no Cantá, 121 em Caracaraí, 278 em Caroebe, 48 em Iracema, 161 em Mucajaí, 13 em Normandia, 370 em Pacaraima, 666 em Rorainópolis, 190 em São João da

Baliza, 98 de São Luiz e 32 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

A Feira do Pague e Leve da Agricultura Familiar foi uma iniciativa do Governo de Roraima, por meio da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) pensada para ajudar escoar a produção dos pequenos feirantes e produtores locais.

A ideia partiu do governador Antonio Denarium como alternativa para ajudar o pequeno produtor.

A feirinha da Seapa, como ficou conhecida, iniciou os trabalhos dia 21 de abril, funcionando de terça a sábado. Depois de quase quatro meses funcionando, ela será remodelada. A partir da semana que vem ela irá funcionar das sextas e sábados, das 7h às 12h30, em frente à Seapa, na rua General Penha Brasil, 1121, no bairro São Francisco, em Boa Vista.

Segundo Emerson Baú, a ideia inicial é que a feira funcionasse somente no período que os estabelecimentos estivessem fechados. “Entretanto, mesmo com a abertura paulatina de alguns estabelecimentos comerciais, a Feira do Pague e Leve ganhou muitos consumidores e por isso a ideia é que ela continue. Sexta e sábado foram os dias escolhidos por serem os mais receberam visitantes e maior quantitativo de vendas”, explicou.

Nesses três meses e meio de funcionamento, os feirantes ofereceram uma variedade de mais de 50 produtos como farinha regional, goma, pé de moleque, carimã, banana, polpa de frutas, tomate, cheiro verde, galinha caipira, mel de abelha, entre outros produtos. Ao todo, 35 feirantes e três cooperativas que representam mais de 30 produtores participaram da Feira do Pague e Leve da Agricultura Familiar, por meio de revezamento semanal. Durante este período, mais de 15 mil pessoas visitaram a feira.

FACILIDADES – Na Feira Pague e Leve da Agricultura Familiar os consumidores podem ser atendidos sem precisar descer do carro. O sistema drive-thru é uma maneira segura e vender e comprar os produtos. Por isso, a metodologia foi adotada para que todos possam ser atendidos.

Cooperativas e associações de produtores, além de feirantes e produtores individuais fazem da feirinha da Seapa, o sucesso de público e vendas. “A feirinha da Seapa, veio valorizar o pequeno agricultor e as cooperativas da agricultura familiar do Estado de Roraima. Onde eles precisavam ter um local para trabalhar neste período para garantir o sustento de suas famílias’ finalizou o secretário de agricultura.

Publicado em DESTAQUES
Página 1 de 184