Quinta, 11 Abril 2019 15:31

Sesau dá início à Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Destaque

Escrito por ASCOM/SESAU
O Estado recebeu mais de 220.000 doses da vacina O Estado recebeu mais de 220.000 doses da vacina FERNANDO OLIVEIRA

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou oficialmente nesta quarta-feira, 10, aqui em Roraima. A ação foi antecipada no Estado por conta do alto número de casos da doença no Amazonas, inclusive com dezenas de mortes.
O papel do Estado, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde) é articular, receber as vacinas e fazer com que elas sejam encaminhadas a todos os municípios.
“Recebemos 225.100 doses da vacina e todos os municípios já receberam. Esse número é 20% maior do que o nosso público alvo, para termos uma margem para que possamos vacinar todos”, disse Lincoln Valença, diretor do Departamento de Vigilância Epidemiológica da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde).
No ano passado, a cobertura vacinal atingiu 74,62% da população que faz parte dos grupos prioritários. Neste ano, a meta é chegar aos 90%, o mínimo de cobertura vacinal determinado pelo MS (Ministério da Saúde).
“Precisamos trabalhar para alcançar essa meta, principalmente entre gestantes e crianças, que são bastante vulneráveis, e normalmente tem uma baixa procura pela vacina”, comentou Carmem Muniz, gerente do NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunizações).

GRUPOS PRIORITÁRIOS – Ao todo, 194.470 pessoas devem ser vacinadas em todo o Estado. Dos grupos prioritários, a expectativa é que cerca de 17.067 crianças de seis meses a dois anos sejam vacinadas. É esperado também que 29.561 crianças entre dois e quatro anos tomem a vacina, assim como 9.989 crianças de cinco anos.
As gestantes também fazem parte do grupo de risco e a estimativa é que 8.533 sejam vacinadas e 1.403 puérperas também. Cerca de 13.349 trabalhadores da saúde devem tomar a vacina, assim como os professores, que são 8.961 ao todo.
Para os funcionários do sistema prisional, a estimativa é que 525 sejam vacinados e que 2.557 detentos, dentre eles adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, participem da cobertura vacinal.
O público-alvo mais numeroso da campanha é o dos indígenas, que representam um total de 65.373 pessoas. É esperado também que cerca de 25.702 idosos, assim como 11.450 pessoas do grupo de comorbidades (portadores de doenças crônicas não transmissíveis) sejam imunizadas nessa campanha.