Quinta, 22 Agosto 2019 20:18

SAÚDE | Femarh realiza a 6° certificação do Qualiágua Destaque

Escrito por RUBEM LEITE
São feitas coletas de amostras de água a fim de definir em laboratório os parâmetros da quantidade de coliformes fecais, nitrogênio, nitratos e sólidos totais em suspensão São feitas coletas de amostras de água a fim de definir em laboratório os parâmetros da quantidade de coliformes fecais, nitrogênio, nitratos e sólidos totais em suspensão Ascom/Femarh

A Divisão de Planejamento Hídrico da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), concluiu nesta quarta-feira, dia 21, a 6° certificação do programa Qualiágua, relativos à aferição dos parâmetros da qualidade da água e vazão dos principais rios do Estado de Roraima.

O Qualiágua é um contrato estabelecido entre a Femarh e a ANA (Agência Nacional de Águas) que tem o objetivo de monitorar a qualidade das águas superficiais de Roraima e segue o plano de metas que gratifica a Fundação por cada ponto monitorado com a medição da vazão e da medição dos parâmetros físicos químicos de qualidade da água.

Para coletar os dados de qualidade da água os técnicos da Femarh utilizam a sonda multiparamétrica EXO-1 para aferir a turbidez, PH, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido e saturado e as temperaturas da água e do ambiente.

Na mesma ação são feitas as coletas de amostras de água em cada ponto a fim definir em laboratório os parâmetros da quantidade de coliformes fecais, nitrogênio, nitratos e sólidos totais em suspensão.

Segundo o chefe da Divisão de Planejamento Hídrico da Femarh, Rogeano Gonçalves, a ANA lançou em 2013 a Rede Nacional de Monitoramento de Qualidade da Água, RQNA, que conta com a estratégia de cooperação entre os operadores da rede de monitoramento em nível Nacional.

“Nessa estratégia, os Estados são os principais responsáveis pelo estabelecimento e operação das redes de qualidade da água, e, ao final os dados são repassados à Agência Nacional de Águas para serem interpretados com custos de implementação e operação reduzidos”, disse.

Testes são feitos em rios de cinco municípios

Em Roraima a qualidade da água é aferida nos rios Surumu, município de Uiramutã, na terra Indígena Raposa Serra do Sol; rio Amajari, município do mesmo nome; Uraricoera, município de Boa Vista.

E também: rio Mucajaí, rio Branco, em pontos em Boa Vista e Caracaraí; rio Barauana, Rio Anauá e Jauaperi, município de Rorainópolis.

As aferições da qualidade da água são realizadas em intervalos de no máximo 100 dias e os resultados criam a série histórica da qualidade da água que ficam disponíveis para consulta no site da Femarh e da Agência Nacional de Águas.