Sexta, 19 Fevereiro 2021 22:37

Roraima adere à Delegacia Virtual do Ministério da Justiça Destaque

Escrito por Jéssica Laurie e Sandra Lima
Roraima adere à Delegacia Virtual do Ministério da Justiça Ascom/PCRR

O Governo de Roraima aderiu, por meio da Sesp (Secretaria de Segurança Pública), ao Sinesp Devir (Delegacia Virtual) do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública). O lançamento da nova ferramenta para registro de BOs (boletins de ocorrência) via internet 24 horas por dia, ocorreu na manhã desta sexta-feira, 19, na sala de reuniões da Sesp.

O secretário de Segurança Pública, coronel Edison Prola, e o delegado geral da Polícia Civil, Herbert de Amorim Cardoso, apresentaram a nova Delegacia Virtual, mostrando como funciona a ferramenta e os tipos criminais que o cidadão pode registrar na modalidade online.

A ferramenta foi desenvolvida pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) e disponibilizada pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), por meio da DGI (Diretoria de Gestão e Integração de Informações).

Roraima é o quinto Estado a aderir à Delegacia Virtual. Atualmente, a PCRR (Polícia Civil de Roraima) utiliza gratuitamente a plataforma da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão para registro de BO por meio da Delegacia Online. Após o lançamento da Devir, a plataforma antiga será desativada e migrada para a plataforma do MJSP.

Além da alteração na nomenclatura, de Delegacia Online para Delegacia Virtual, a mudança ocorre principalmente para trazer uma maior eficiência, segurança, agilidade e comodidade para a comunicação de ocorrências de forma digital.

Link da Delegacia Virtual pode ser localizado no site da PCRR

O cidadão que precisar registrar BO online não terá dificuldade em acessar a nova plataforma. O acesso continuará pelo site da Polícia Civil no endereço www.pc.rr.gov.br, bastando clicar em Delegacia Virtual e acessar a bandeira do Estado de Roraima.

De acordo com o delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso, a plataforma anterior não era integrada ao sistema criminal em uso na Polícia Civil, exigindo o retrabalho de digitalização BOs pelos policiais.

“A partir da implantação da Delegacia Virtual nesta estrutura do Ministério da Justiça, não haverá esse retrabalho, porque será automático e, após a análise do registro pela equipe e a validação, automaticamente vai para a plataforma do Sinesp, no PPE [Procedimentos Policiais Eletrônicos], gerando estatística e seguindo para as providências, com mais celeridade”, destacou o diretor.

Conforme Cardoso, o novo sistema exige que o usuário se cadastre previamente na plataforma gov.br do Governo Federal.

“É um registro simples e que será feito apenas uma vez, a pessoa criará um login e senha para poder entrar no site e registrar o BO. Isso é uma exigência que garante maior segurança quanto à identidade do comunicante. É de extrema importância que o cidadão registre um e-mail válido para receber as informações, como a confirmação e o boletim de ocorrência registrado. Além disso, pela nova plataforma é possível o envio de imagens no momento do registro”, afirmou o delegado.

Outra inovação que o sistema do MJSP oferece é a ampliação das naturezas de crimes que podem ser registrados na modalidade online. Enquanto a Delegacia Online oferecia 13 naturezas, pela Delegacia Virtual serão 19 tipos de registros em que o cidadão poderá fazer o registro.

“Uma novidade na Delegacia Virtual é que o cidadão poderá registrar o boletim de ocorrência de pessoas desaparecidas e, também, da localização da pessoa. Outra opção é o caso de acidentes de trânsito em que não há vítimas”, observou o delegado geral.

Os boletins que podem ser registrados na nova plataforma são: perda ou extravio de documento ou objeto, furto, ameaça, roubo, estelionato, injuria, difamação, calúnia, acidente de trânsito sem vítima, dano, vias de fato, perturbação do sossego, desaparecimento de pessoa, violação de domicílio, constrangimento Ilegal, maus-tratos contra os animais, localização de pessoa desaparecida, dano causado por acidentes naturais e outras comunicações.

Como acessar a delegacia virtual

Na prática, para fazer o registro de um BO o usuário deve acessar o site da Polícia Civil de Roraima (www.pc.rr.gov.br) e clicar no link para Delegacia Virtual, ou acessar diretamente o link da Devir (https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br/portal/home) e selecionar o estado de Roraima.

O usuário é, então, encaminhado para uma página com orientações gerais sobre o uso da ferramenta. Ao prosseguir, são dadas as opções da ocorrência que deve ser escolhida. É necessário preencher os dados conforme as perguntas que vão sendo feitas na página. Após a conclusão do registro, o cidadão poderá acompanhar todos os passos do BO por meio da plataforma e como está o status do atendimento.

Importância da Delegacia Virtual para Roraima

Para o secretário de Segurança Pública, coronel Edison Prola, além da padronização de informações, a utilização da Delegacia Virtual garantirá economicidade e praticidade. Prola observou que a PCRR já utiliza o sistema do MJSP, por meio do Sinesp PPE para registro de BO e, com o lançamento da Devir, o cidadão contará com uma ferramenta que ofertará mais serviços.

“A Delegacia Virtual é de extrema importância para o sistema de segurança de Roraima, pois teremos mais economia de recursos públicos e custo zero. Além disso, o serviço a ser oferecido ao cidadão é prático, seguro e eficiente. Há toda uma comodidade para o cidadão que pode registrar o boletim de ocorrência online, em qualquer lugar que esteja”, destacou.

Prola ressaltou que as forças de segurança estão integradas no combate qualificado à criminalidade e atuando com compartilhamento de informações visando a proteção do cidadão e a meta é mostrar que há todo um suporte no sentido de apoiá-lo em suas demandas.

“Estamos oferecendo um suporte de logística ao cidadão, por meio da Delegacia Virtual, facilitando o acesso para que possa fazer o registro de boletim de ocorrência e, por outro lado, levando a polícia às ruas para ofertar mais segurança à nossa sociedade”, destacou.

Ao agradecer a parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, o delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso, afirmou que desde o lançamento da Delegacia Online em Roraima, em 25 de setembro de 2019, foi possível desafogar o atendimento nas delegacias, de forma presencial, oferecendo mais comodidade ao cidadão, com o registro de 25 mil Boletins de Ocorrências, um número considerado bastante expressivo.

“Agora, com todas essas inovações na estrutura do Ministério da Justiça, haverá um ganho muito maior. Com a Devir, teremos mais celeridade nas respostas, vamos poder iniciar a apuração dos fatos registrados com mais rapidez. O cidadão ainda terá a comodidade de registrar o boletim de ocorrência de qualquer local, com a garantia de acompanhar os procedimentos registrados e ainda vai poder assinar eletronicamente, vez que terá que se cadastrar na plataforma do Governo Federal. Se o cidadão precisar de uma cópia deste boletim registrado daqui a alguns anos, poderá ter acesso”, destacou.