Terça, 05 Janeiro 2021 14:45

VACINAÇÃO COVID-19 | Governo pede prioridade para Roraima na vacina contra COVID-19 Destaque

Escrito por Lidiane Oliveira
VACINAÇÃO COVID-19 | Governo pede prioridade para Roraima na vacina contra COVID-19 Ascom /Sesau

Em todo o Brasil é grande a expectativa em torno da imunização contra a COVID-19. E o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), inicia 2021 com todo o empenho necessário para garantir que a população roraimense tenha acesso à vacina o mais breve possível.

Como uma das medidas estratégicas, foi realizada uma reunião técnica nesta segunda-feira, 4, na sede do PNI (Programa Nacional de Imunização) em Brasília, entre representantes da gestão estadual e o MS (Ministério da Saúde). O Estado de Roraima foi representado pelo secretário adjunto de Saúde, Alexandre Salomão, no encontro com a coordenadora adjunta do PNI, Adriana Regina Farias Pontes Lucena.

“Essa é uma das primeiras medidas adotadas pela Sesau, atendendo à preocupação do governador Antonio Denarium em garantir que Roraima tenha uma resposta rápida em relação à vacinação contra a COVID-19. Nos sentimos otimistas ao sermos atendidos pelo MS que sinalizou de forma positiva sobre o pedido dessa reunião”, esclareceu o secretário.

Durante o encontro, Alexandre Salomão explicou sobre as peculiaridades que tornam a Roraima uma das regiões prioritárias no PNI, entre elas, a situação de vulnerabilidade da população indígena, as dificuldades geográficas, o aumento crescente da população, o nível de adoecimento do Amazonas, entre outros aspectos importantes que devem ser avaliados com cautela pelo Governo Federal.

“Foi uma reunião técnica, onde explicamos todas os desafios enfrentados pelo nosso Estado, entre elas, a questão de Roraima ter apenas um hospital de retaguarda para atender às demandas de pacientes brasileiros e estrangeiros, bem como o crescente fluxo migratório que aumenta a necessidade de cuidados em relação à capacidade de tratamento nas unidades hospitalares, ou seja, fatores importantes que deixam o Estado em uma situação prioritária”, complementou. 

No encontro, foi tratado também sobre o apoio institucional por parte do Governo Federal no que se refere ao repasse de insumos e doses da vacina.

“Aproveitamos esse primeiro dia útil do ano para tentar sensibilizar o MS, para que o Estado de Roraima seja visto de forma diferenciada e tenha prioridade na campanha. Foi um debate importante e produtivo, pois a representante do PNI demonstrou muita atenção ao que apresentamos e nos garantiu que Roraima terá condições de realizar a vacinação de forma segura, já definindo como prioridade a vacinação para a população indígena e profissionais de saúde”, explicou Salomão.

De acordo com Salomão, a gestão da saúde vai continuar aguardando as diretrizes do MS e mantendo o empenho necessário para que Roraima seja um dos primeiros estados a receber as vacinas e inicie o quanto antes a imunização da população.