Sexta, 20 Novembro 2020 22:44

NO RAIAR DO SOL | Ação de policiais militares ajuda a salvar a vida de um bebê Destaque

Escrito por SECOM RORAIMA
NO RAIAR DO SOL | Ação de policiais militares ajuda a salvar a vida de um bebê PMRR

Um encontro fortuito e providencial entre a guarnição comandada pela aluna sargento Amilres Vasconcelos, da PMRR (Polícia Militar de Roraima), e a família do recém-nascido Emanuel, então com 24 dias, foi determinante para salvar a vida dele na noite da última quarta-feira, dia 18.

O abastecimento da viatura 006, do 2º Batalhão da Polícia Militar, em horário inabitual, depois das 22 horas, colocou no mesmo cenário, um posto de combustíveis, localizado na Avenida Estrela Dalva, bairro Raiar do Sol, um tio, Adriano Vasconcelos, de 41 anos, e uma mãe, Marta Verônica Damazio, de 22 anos, desesperados, um bebê com dificuldade para respirar, e a equipe formada por Amilres e os soldados Alexander e Valdei.

“Parece que foi tudo cronometrado. Deus é maravilhoso. Normalmente, abastecemos a viatura às 19 horas, no máximo, às 20h30. Naquele dia, decidi, antes de abastecer, passar no CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública). Às 22h45, estávamos no posto, esperando para realizar o abastecimento, quando o tio do bebê surgiu, aflito, pedindo socorro”, disse Amilres.

A partir deste momento, houve uma corrida contra o tempo para salvar a vida do pequeno Emanuel. Ele estava desacordado e tinha sinais de cianose, seu rosto estava arroxeado. Ainda no local, foi realizada a manobra de Heimlich, método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores, mas sem resultado.

Imediatamente, a guarnição se deslocou, com sirene e giroflex ligados, levando a mãe e o menino ao Hospital da Criança Santo Antônio. Muito tensa e nervosa, em sua primeira ocorrência como aluna sargento, Amilres fez no bebê uma sucção nasal, técnica já usada por ela, quando sua segunda filha, atualmente com seis anos, aos sete meses, se engasgou com leite.  

Emanuel estava, aparentemente, com as vias aéreas congestionadas, dificultando a passagem do oxigênio. Com o procedimento, uma secreção foi sugada, e ele emitiu sinal de vida com um choro breve. Antes da chegada ao hospital, a manobra foi realizada novamente.

“Quando chegamos ao hospital, saí em disparada, abri a viatura e corri para o pronto atendimento. Minha guarnição é acostumada a atender ocorrência de qualquer natureza, mas nesta me senti inexperiente, porque foi atípica. Minha equipe foi incrível. Sem eles nada teria sido possível. O bebê foi atendido, estabilizado e depois encaminhado para a Maternidade Nossa Senhora de Nazareth”, ressaltou a policial.

Emanuel está bem e hoje foi fazer o teste do pezinho na Maternidade

Todo o esforço da guarnição foi fundamental para salvar a vida do bebê. “A atuação dos policiais foi excelente. Agradeço muito à Corporação. Foi uma situação delicada, mas, graças a Deus, eles apareceram na hora exata. Parabéns por isso”, disse o tio de Emanuel, Adriano Vasconcelos.

Segundo ele, o menino está bem e foi levado na manhã desta sexta-feira, 20, para fazer o teste do pezinho na Maternidade.