Quinta, 29 Outubro 2020 19:27

Governo discute desenvolvimento no 1º Fórum Estadual dos Povos Indígenas de Roraima Destaque

Escrito por Isac Santiago
Avalie este item
(0 votos)
Governo discute desenvolvimento no 1º Fórum Estadual dos Povos Indígenas de Roraima Fernando Oliveira

Para levar desenvolvimento às comunidades indígenas, é necessário conhecer as demandas e entender as dificuldades que esses povos enfrentam, para então planejar ações e traçar políticas públicas.

O Governo do Estado proporciona esse ambiente de debate no 1º Fórum Estadual de Consolidação das Ações para os Povos Indígenas de Roraima, na SEI (Secretaria do Índio), anexo ao Parque Anauá.

O evento, que começou nesta quinta-feira, dia 29, encerra no sábado, dia 30 e conta com a participação de povos indígenas de todo o Estado, representados por 40 Organizações que atuam em frentes como a agricultura, empreendedorismo e educação.

O governador Antonio Denarium afirmou que é importante se colocar à disposição dos povos indígenas. “Estamos ouvindo os anseios deles para que o Governo possa atender todas as necessidades e levar desenvolvimento para estas localidades. É uma forma de valorizar o trabalho, a produção e a cultura indígena”, declarou.

Neste primeiro dia, as organizações de representatividade irão levantar as demandas. No segundo dia, elas serão apresentadas para os secretários de Estado e parlamentares que poderão traçar políticas públicas e alocar recursos para atendê-las.

A diretora Geral da Omir (Organização das Mulheres Indígenas de Roraima), Norma Tavares, relatou que esta é a primeira vez que tem a oportunidade de participar de um Fórum em que o Governo do Estado se colocou à disposição para escutar as demandas dos povos indígenas.

“Estávamos esquecidos, mas acredito que agora, com certeza, as demandas das mulheres indígenas vão ser colocadas na pauta do Governo. Nós existimos, queremos reconhecimento e uma oportunidade de levar desenvolvimento para as nossas comunidades”, disse.

O titular da SEI, Marcelo Pereira, ressaltou a importância da participação dos parlamentares no Fórum. “Os deputados e senadores terão a oportunidade de ouvir de perto as demandas dos povos indígenas. Desta forma, eles poderão destinar recursos para as ações que vão beneficiar este público”, pontuou.

AGRO EM CAMPO

Comunidades indígenas vão plantar 1,5 mil hectares com apoio do Governo

Uma das ações que o Governo desenvolve junto às comunidades é o Agro em Campo Indígena, projeto que vai plantar 1,5 mil hectares de grãos em todo o Estado, sendo 100 hectares por município.

“Já demos o pontapé inicial deste projeto no município de Pacaraima, na região do Contão. Os agricultores indígenas contam com o apoio da Seapa [Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento] desde o preparo do solo, até a colheita”, explicou o secretário adjunto de Agricultura, Kelton Lopes.

O representante da Cooperativa dos Produtores e Pecuaristas da Comunidade da Ilha, no município de Uiramutã, Alvino Morais, afirmou que o apoio à produção é fundamental. “Vamos organizar nossas cooperativas e buscar recursos para os nossos projetos. Nossa comunidade precisa disso. É importante sermos ouvidos para que nossos planos sejam levados adiante”, afirmou.

 

Ler 417 vezes