Quarta, 30 Setembro 2020 14:15

ENSINO REMOTO | Atividades não presenciais na rede estadual de ensino seguem suspensas até 16 de outubro Destaque

Escrito por Mágida Azulay Khatab
ENSINO REMOTO | Atividades não presenciais na rede estadual de ensino seguem suspensas até 16 de outubro Ascom/Seed

As atividades não presenciais na rede estadual de ensino, ou seja, o ensino remoto, segue suspenso até dia 16 de outubro. A prorrogação da suspensão está determinada na Portaria Seed n° 1239/20, publicada no DOE-RR (Diário Oficial do Estado) do dia 29 de setembro. Já as aulas presenciais seguem suspensas em toda rede estadual de ensino, conforme Decreto do Governo do Estado n° 29.241-E, de 27 de agosto de 2020.

Durante o mês de setembro, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) organizou uma frente de trabalho para avaliar os processos pedagógicos adotados na oferta do ensino remoto, que vem ocorrendo na rede de ensino desde o dia 6 de abril.

A Seed segue realizando encontros com gestores escolares e coordenadores pedagógicos da capital e interior para elaboração de um plano de melhoria das atividades não presenciais e para a busca ativa dos alunos que não foram alcançados nas modalidades de atendimento online ou com atividades impressas.

Também em setembro, a Seed ofertou, por meio da GTIC (Gerência de Tecnologia, Informação e Comunicação), formações sobre metodologias e uso de tecnologias para auxiliar os professores da rede na elaboração das atividades não presenciais.

Na área da Educação Física Escolar, a Seed promoveu, por meio do Idrr (Instituto de Desporto de Roraima), oficinas remotas que seguirão ocorrendo a cada 15 dias. O Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima) também disponibilizou diversas formações neste período, entre elas, destacam-se as focadas nos aspectos socioemocionais dos docentes, por meio de parcerias com o Instituto Península e Instituto Ayrton Senna. Essas formações visam preparar os professores para o acolhimento da comunidade escolar seja durante o período de pandemia e também para o momento do retorno das aulas presenciais, no pós-pandemia.

A Seed atuou, ainda, em busca de alternativas para aprimorar a oferta do ensino remoto na rede, entre elas, a contratação de plataformas e Ambientes Virtuais de Aprendizagem, a fim de oferecer o melhor aos estudantes neste período de atividades não presenciais.

Ensino remoto

As atividades pedagógicas não presenciais estão previstas para retornar ainda no mês de outubro e continuará a ser ofertado aos estudantes da rede estadual de ensino mediado por tecnologias ou por meio da entrega de atividades impressas.

Os professores são responsáveis por elaborar o conteúdo enviado aos alunos. Para os que têm acesso à internet, as atividades são realizadas por meio de aplicativos como Google Classroom, Meet, Zoom, grupos de Whatsapp, Youtube, entre outros.

Para os que não têm acesso, o conteúdo chega em apostilas e outros materiais impressos. Os pais dos estudantes retiram e devolvem o material na escola. No interior e nas comunidades indígenas, o material chega com o apoio do serviço do transporte escolar, que foi flexibilizado para este fim.

Conteúdos didáticos também chegam aos estudantes, principalmente do interior do Estado, por meio do programa Ondas do Saber, veiculado diariamente na Rádio Roraima, às 10h e às 16h. Os professores ministram aulas via podcasts.

Para auxiliar os alunos que vão fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o Governo de Roraima firmou parceria com duas instituições de ensino superior para a oferta de plataformas de estudo gratuitas. Por meio da parceria com o Grupo Estácio, os alunos têm acesso à plataforma Resolve Sim, e por meio da parceria com a Unama, os alunos podem estudar acessando a plataforma Enem 360, todas com conteúdos preparatórios específicos para o Enem.

“A pandemia do Coronavírus pegou o mundo de surpresa. Todos nós tivemos que nos adaptar e a educação também. O Governo do Estado não tem medido esforços para manter o processo de ensino-aprendizagem e o vínculo do aluno com a escola. Além disso, o esforço dos profissionais que atuam nas instituições de ensino completa esse trabalho. Tenho certeza que juntos vamos superar esse momento”, destacou a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

Protocolo de retomada

Embora ainda não exista data definida, a Seed já trabalha na elaboração do protocolo de retomada das aulas presenciais, seguindo orientações do CNE (Conselho Nacional de Educação), CEE/RR (Conselho Estadual de Educação de Roraima), Consed (Conselho Nacional dos Secretários De Educação) e do Comitê de Crise da Saúde do Estado.

A Seed também está ouvindo várias instituições para a elaboração do documento e já realizou encontros com a Unidme/RR (União Nacional do Dirigentes Municipais de Educação de Roraima), com secretários municipais de saúde e Sesau (Secretaria de Saúde).

Novos encontros devem ocorrer com representantes do Sinter (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima) e também de outras instituições. O objetivo é que todos possam contribuir na construção do protocolo. A secretária Leila Perussolo reforçou que o retorno para as escolas só ocorrerá quando for seguro para todos.

“Precisamos pensar no retorno dos alunos, definir as principais medidas de segurança, as novas rotinas dentro do espaço escolar, as adequações dos espaços físicos, entre outras situações. Mas o efetivo retorno para as salas de aula só ocorrerá quando tivermos segurança para professores, servidores, alunos e comunidade”, enfatizou.

 

 

Mais nesta categoria: « COMUNICADO COMUNICADO »