Sábado, 01 Agosto 2020 01:11

AGOSTO DOURADO | Sesau reforça a importância das doações ao Banco de Leite Humano Destaque

Escrito por ASCOM/SESAU
O Banco de Leite Humano garante que a doação é segura, mesmo durante a pandemia O Banco de Leite Humano garante que a doação é segura, mesmo durante a pandemia Ascom/Sesau

No mês de agosto as ações de sensibilização da sociedade sobre os benefícios do aleitamento materno, para o crescimento saudável da criança, ganham destaque no HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth). É o Agosto Dourado, que chega para reforçar a importância das doações ao BLH (Banco de Leite Humano Dra. Marilurdes Albuquerque). No entanto, a queda no número de doadoras preocupa, devido à pandemia causada pelo Coronavírus (COVID-19).

De janeiro a junho de 2020, o BLH contou com o apoio de 108 doadoras, responsáveis pela arrecadação de cerca de 260 litros de leite para os estoques. O número representa uma redução de 32,6% na quantidade doada, se comparado ao mesmo período de 2019, quando foram arrecadados 385,6 litros de leite materno. De acordo com a coordenadora, Silvia Furlin, muitas doadoras não se sentem seguras em receber a equipe de coleta nas suas casas, ou em se deslocar até a maternidade para efetuar a doação.

“É importante esclarecer que não há motivo para preocupação e insegurança das doadoras. Muitas mães desconhecem que existe a coleta domiciliar, quando a equipe do Corpo de Bombeiros realiza as visitas seguindo todas as normas de segurança e paramentação necessárias para garantir que a doação seja realizada sem nenhum risco”, explicou a coordenadora.

Reconhecimento e retribuição

No mês dedicado ao incentivo ao aleitamento materno, o Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), chama a atenção para a cor dourada, que está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno, conferido pelo Programa Ibero-Americano de Rede de Bancos de Leite Humano ao BLH do HMINSN. O padrão ouro de qualidade, conquistado pelo Estado há seis anos, é reflexo da qualidade do leite e da solidariedade das mães que doam o excedente da sua produção de leite materno para os estoques do BLH.

A doadora Lydiomara Alves é uma das voluntárias. Ela passou por complicações durante a fase de aleitamento. Impossibilitada de amamentar por conta de dores constantes, precisou acrescentar complementos à alimentação de sua bebê. Após o tratamento das complicações, passou a alimentar Isabela exclusivamente com leite materno. Segundo Lydiomara, os benefícios proporcionados à sua filha pela alimentação exclusiva foram a razão de ela se tornar doadora.

“Vendo o efeito que o aleitamento materno exclusivo teve na minha bebê e em bebês que estão na UTI, decidi me tornar doadora. Quando precisei complementar a alimentação da Isabela, ela era saudável, mas não ganhava peso facilmente e teve alguns problemas de alergia. Quando pude amamentar de forma exclusiva, percebi que as alergias passaram, ela ficou mais saudável e hoje ela nem sequer gripa”, contou Lydiomara.

Lydiomara ressaltou que se sente tranquila em realizar a doação, mesmo durante o período de pandemia.

“Comecei a doar no início da pandemia e sempre foi muito seguro. Os profissionais do Corpo de Bombeiros, sempre equipados com máscaras e luvas, prezam sempre pela segurança da mãe e do bebê. Também recebemos todas as orientações sobre como fazer a doação de maneira segura, de forma que não há nada que impeça a doação nesse período”, explicou a doadora.

Semana Mundial do Aleitamento Materno

Para celebrar o Agosto Dourado, é realizada a SMAM (Semana Mundial do Aleitamento Materno). A SMAM é comemorada de 1º a 7 de agosto, com temas anuais que incluem sistemas de saúde, mulheres e trabalho, o Código Internacional de Marketing de Substitutos do Leite Materno, apoio comunitário, ecologia, economia, ciência, educação e direitos humanos.

Em 2020, a SMAM se concentrará no impacto da alimentação infantil no meio ambiente, mudanças climáticas, proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno para a saúde do planeta e de sua população. Em Roraima, a programação do Agosto Dourado se estenderá até o dia 18, com palestras, lives, exposições fotográficas e blitz de amamentação no HMINSN. As mães que tiverem interesse em doar, receber a programação completa e participar dos eventos podem entrar em contato com o BLH no (95)98414-0772 para mais informações.