Imprimir esta página
Sábado, 25 Julho 2020 11:59

URARICOERA/MUCAJAÍ 2 | Aeronave e combustível são apreendidos durante operação Destaque

Escrito por CÍNTIA SCHULZE
A ação faz parte das atividades da Operação Verde Brasil 2, que atua por meio de ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais   A ação faz parte das atividades da Operação Verde Brasil 2, que atua por meio de ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais Valdecir Pinheiro

Na manhã desta quinta-feira, 23, em ação conjunta, a equipe da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e agentes do ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Cipa (Companhia Independente de Policiamento Ambiental da Polícia Militar de Roraima), Exército Brasileiro, com apoio do 6º Pelotão da Polícia Militar do município de Alto Alegre, foi realizada a apreensão de uma aeronave, juntamente com combustível e outros materiais que possivelmente abasteceriam região de garimpo.

De acordo com o diretor de Monitoramento Ambiental da Femarh, Glicério Fernandes, a ação, denominada "Operação Uraricoera/Mucajaí 2", visa a repressão no combate ao garimpo ilegal nas terras indígenas. “A aeronave foi encontrada em uma pista clandestina na região do município de Mucajaí e os infratores, ao perceberem a presença dos fiscais ambientais e dos demais agentes que fazem parte da equipe na operação, abandonaram a aeronave e se evadiram do local, deixando para trás o material”, disse o diretor.

Na ação, não foi possível identificar e prender os possíveis possuidores dos equipamentos apreendidos. Todo o material, juntamente com a aeronave, foram entregues à Polícia Federal.

OPERAÇÃO VERDE BRASIL 2 - A ação faz parte das atividades da Operação Verde Brasil 2, que atua por meio de ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, direcionadas ao desmatamento ilegal, além do combate a focos de incêndio, prorrogada pelo Governo Federal através do Decreto nº 10.421, até novembro de 2020.