Quarta, 01 Julho 2020 00:58

PRODUTOS DA AGRICULTURA | Lançada plataforma digital que permite venda direta entre produtores e consumidores Destaque

Escrito por ASCOM SEAPA
Qualquer produtor rural pode vender a produção; pequenos comerciantes e feirantes também participam para oferecer produtos no site coordenado pela Seapa Qualquer produtor rural pode vender a produção; pequenos comerciantes e feirantes também participam para oferecer produtos no site coordenado pela Seapa Fernando Oliveira

 

Nesta terça-feira, 30 de junho, o Governo de Roraima, por meio da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), lançou a plataforma Parr (Produtos da Agricultura de Roraima), um espaço virtual de vendas, onde a tecnologia irá auxiliar o homem do campo a escoar a sua produção de forma segura e digital. O evento ocorreu no Salão Nobre do Palácio Senador Hélio Campos.

A plataforma de negócios Parr foi desenvolvida para ligar produtores e compradores de alimentos da agricultura. A ferramenta é alternativa para quem está em isolamento por conta da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) e precisa vender ou comprar itens alimentícios. Ao falar sobre o lançamento, o governador Antonio Denarium disse que o Parr vai ajudar nos negócios que até então eram feitos de forma presencial.

“A vocação de Roraima é a produção de alimentos, tem que produzir frutas, grãos e carne. E agora, com esta ferramenta. nós estamos aproximando o vendedor do comprador. Estou muito feliz em ver todo o empenho da Seapa em ajudar nossos produtores rurais. Tenho certeza do sucesso da plataforma em chegar mais perto dos produtores e também incentivar a compra direta com ele. A nossa política de Governo em dar assistência ao homem do campo, neste momento, é fundamental para melhorar nossa economia”, comemorou.

Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Emerson Baú, qualquer produtor rural pode vender a produção. Além deles, pequenos comerciantes e feirantes oferecerão os produtos no site. “A mesma facilidade será incluída para quem pode comprar esses alimentos, além do que os produtores poderão ofertar nas modalidades de atacado e varejo. Seja em pequena ou grande quantidade, donas de casa, supermercados e mercadinhos que queiram novos fornecedores vão encontrar o que precisam na plataforma Parr”, explicou Baú.

O secretário informou ainda que atacadistas e distribuidores também podem e devem participar. "A plataforma Parr promove a ligação direta entre vendedores e compradores", reforçou.

Instituições parceiras

Instituições que prestam serviços ao homem do campo selaram parcerias com o projeto da plataforma Parr, a exemplo do Sebrae-RR (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima), a Faer (Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Roraima), Fier (Federação das Indústrias do Estado de Roraima) e OCB/RR (Sindicato e Organização das Cooperativas de Roraima).

O presidente dos sistemas OCB/RR e Faerr/Senar, Sílvio de Carvalho, destacou a relevância do Parr em tempos de pandemia e a migração para o mundo digital. “A Plataforma virtual de vendas de produtos da agricultura é uma grande inovação para nós do campo e excelente ferramenta de compras para quem mora na cidade. Ela faz a integração perfeita do produtor rural que está lá na propriedade com o meio urbano, o que vai facilitar qualquer tipo de negociação, seja compra, ou venda daquilo que interessa”, disse Carvalho.

A diretora Técnica do Sebrae-RR, Dorete Padilha, explicou a parceria com a Seapa por meio da plataforma Parr. “Entendemos que o momento requer ações criativas e de acessibilidade a todos e nada melhor que o mundo virtual, que está repleto de ferramentas que podem contribuir muito para facilitar o relacionamento comercial de produtores, comerciantes, fornecedores e clientes. O Sebrae está também se reinventando para continuar garantindo conhecimento ao público em geral no que se refere a tecnologia e ambientes digitais, por isso, apoia a iniciativa do Estado em oferecer mais esta alternativa”, disse.

Para a primeira vice-presidente da Fier e presidente do Sindigrãos (Sindicato das Indústrias de Beneficiamento de Grãos do Estado de Roraima), Izabel Itikawa, nunca foi tão necessário somar esforços para viabilizar o crescimento da economia do Estado de Roraima como agora.

“É por isso que a Fier é parceira deste programa, pois ele valoriza a produção agropecuária, cria oportunidades para reduzir custos e ao mesmo tempo contribui para elevar a qualidade dos insumos e produtos finais das nossas indústrias. Acreditamos que mais uma vez a Fier está fazendo a sua parte, para que todos consigamos, além de superar a crise, avançar na consolidação das atividades produtivas, sejam elas no campo ou na cidade”, pontuou Izabel.

Seapa coordenará o Parr

O secretário Emerson Baú disse que todo o sistema será gerido pela Seapa, que fará a manutenção no site. “Direcionamos servidores para o suporte a toda alimentação de conteúdo na plataforma, seja em relação às postagens ou com as informações repassadas pelos produtores para inclusão de ofertas. Outra gerência será em relação aos consumidores, para fortalecer o elo entre vendedor e comprador”, informou Baú.

Para Sílvio de Carvalho, a coordenação da plataforma Parr pela Seapa será fundamental para o sucesso da empreitada digital. “O programa multi-institucional coordenado pela Seapa é a ferramenta perfeita. Nela, o produtor rural ou qualquer pessoa pode pôr os produtos organizados através de associações, cooperativas ou pequenos agricultores da economia familiar, atacadista ou distribuidor. Sem dúvida, é a integração harmônica do comércio virtual com os produtos da agricultura roraimense”, ressaltou Carvalho.

Funcionalidade da plataforma Parr

O usuário pode acessar a plataforma Parr no endereço eletrônico parr.rr.gov.br e escolher o município de Roraima onde quer realizar a compra e o produto a ser comprado ou vendido; em seguida, o usuário encontra informações do contato do vendedor ou comprador. Dentre as funcionalidades, estão os filtros de preço, forma de venda e entrega (delivery ou presencial). O resultado será compras de maneira rápida e segura.

O vendedor deve fazer o cadastro inicial para acessar a plataforma - que é intuitiva e fácil de usar. Após fazer o login, preenche o formulário com todas as informações do produto que pretende vender: a unidade, preço, escolha da opção de entrega, a modalidade de atacado ou varejo. A foto do produto é importante no cadastro. Após todas as etapas, o sistema verifica os dados para validar e põe o produto no ar.