Sexta, 22 Mai 2020 20:18

NO BAIRRO DOS ESTADOS | Governo retoma prédios reintegrados pela Operação Acolhida Destaque

Escrito por ISAQUE SANTIAGO
Os prédios das antigas Creche do Governo e Clínica de Reabilitação, localizados na avenida Rio de Janeiro, eram ocupados por imigrantes venezuelanos   Os prédios das antigas Creche do Governo e Clínica de Reabilitação, localizados na avenida Rio de Janeiro, eram ocupados por imigrantes venezuelanos Fernando Oliveira

Os prédios das antigas Creche do Governo e Clínica de Reabilitação, localizados na avenida Rio de Janeiro, no Bairro dos Estados, em Boa Vista, foram entregues ao Estado pela Operação Acolhida, que ao longo das últimas semanas, por meio do Plano Emergencial para as Ocupações Espontâneas, desocupou os locais que abrigavam 79 imigrantes venezuelanos.

Na manhã desta sexta-feira, 22, a equipe da Operação Acolhida realizou a desinfecção dos locais, com o objetivo de diminuir a incidência de Coronavírus (COVID-19) na área. O comandante da Operação Acolhida, general Manoel de Barros, lembrou que com a reintegração dos prédios, a ação já devolveu para as mãos do Estado três locais que antes serviam de abrigo improvisado para imigrantes venezuelanos. O primeiro foi o antigo Boa Vista Shopping, no bairro 31 de Março. Com as três desocupações, a Operação Acolhida, em parceria com o Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), retirou destes locais 475 imigrantes. “Todos os venezuelanos deixaram o local de maneira voluntária e parte deles foi para os abrigos da Operação Acolhida, onde recebem toda a assistência dos militares e do Acnur, mantendo todos os cuidados de proteção, enquanto outros tiveram como destino a interiorização para outros Estados e moradias alugadas”, explicou Barros.

Ele frisou ainda que os trabalhos seguem uma programação feita junto com o governador Antonio Denarium, em janeiro. “Já estamos na terceira ação. A previsão é que continue com pelo menos uma por mês e agora, com a pandemia, esse trabalho se torna ainda mais importante, pois isso também é combate à COVID-19. Quando nós iniciamos esse trabalho em janeiro, nós não tínhamos essa visualização”, disse.

Barros adiantou que na primeira quinzena de junho haverá mais uma desocupação. “Ainda não podemos revelar qual é o local por questões de planejamento. Assim, nós esperamos realmente terminar com todas as ocupações espontâneas ainda este ano. Ao todo, são sete prédios públicos”, afirmou.

Governo vai construir abrigos nas áreas reintegradas

O secretário adjunto da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), Roger Herzer, afirmou que o prédio da antiga creche, pertencente à estrutura da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), será demolido e dará lugar ao abrigo infantil. “Os recursos para essa obra são oriundos de emendas da deputada federal Shéridan Oliveira, que na mesma emenda também destinou recursos para mais cinco abrigos”, detalhou.

Herzer informou ainda que a Setrabes está em negociação com a Sesau (Secretaria de Saúde), pasta responsável pelo prédio da antiga Clínica de Reabilitação, para que no local seja construído um abrigo feminino. “Para este segundo prédio, ainda estamos em negociação interna, dentro do próprio Governo, porém, até o fim do ano queremos iniciar os trabalhos, tanto no terreno da creche, quanto no da antiga Clínica de Reabilitação”, pontuou.