Domingo, 05 Mai 2019 19:40

Horários de pico no trânsito exigem atenção dos motoristas, alerta Corpo de Bombeiros Destaque

Escrito por Jorge Martins
Avalie este item
(0 votos)
Os militares do Resgate mantêm-se preparados para atender, no menor tempo possível, situações envolvendo acidentes graves Os militares do Resgate mantêm-se preparados para atender, no menor tempo possível, situações envolvendo acidentes graves Fernando Oliveira

 

Dados do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) apontam para uma grande incidência de acidentes de trânsito nos horários de maior pico na capital roraimense, coincidindo exatamente aos horários de entrada no trabalho ou na escola, horário de almoço, e término de expediente ao final do dia.

Em razão disso, a Corporação mantém alerta os seus militares do Resgate para atender, no menor tempo possível, situações envolvendo acidentes graves.

Entre meia-noite e 6 horas da manhã, nos meses de janeiro a abril, há um equilíbrio no número de ocorrências neste horário, porém, a partir das 7 horas da manhã, quando inicia o horário de maior movimentação no trânsito, o número de acidentes cresce consideravelmente.

Nos quatro primeiros meses do ano, fevereiro foi o mês com o maior número de acidentes, entre 7h e 7h59 da manhã, com registro de 15 ocorrências, de um total de 37 acidentes. Já no horário das 8 horas, ocorreram 14 acidentes de trânsito, em janeiro, e 15, no mês de abril, de um total de 44 ocorrências.

Dos horários levantados pela Corporação, entre 12h e 12h59, há a maior concentração de acidentes de trânsito na capital, total de 55. Janeiro teve 14, fevereiro 10, março 17, e abril 14 ocorrências. O registro de acidentes segue elevado às 13h e às 14h, com 43 e 39 respectivamente.

O final do dia também inspira preocupação dos bombeiros. Das 17 às 19 horas, há a maior concentração de ocorrências. Em janeiro, houve 14, em fevereiro, 5, em março, 10, e em abril 15 acidentes.

Às 17 horas, nos quatro primeiros meses do ano, foram atendidos 47 acidentes; às 18 horas, 44, e a partir das 19 horas, 49 acidentes. Nas horas seguintes, o número de ocorrências cai um pouco, porém ainda segue elevado até as 22 horas, com o quantitativo de 34, às 20 horas, 33, às 21 horas, e 35, às 22 horas.

MAIO AMARELO – Com atividades previstas até o dia 24 de maio, a Campanha Maio Amarelo 2019, com o tema “No Trânsito o Sentido é a Vida”, fomenta discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes no trânsito.

Como ocorreu em 2018, o MPRR (Ministério Público Estadual), por meio da Promotoria de Saúde assumiu compromisso de integrar os órgãos de trânsito e coordenar as ações que serão desenvolvidas durante a campanha, que consiste em palestras, rodas de conversas, blitze educativas e, até corridas esportivas, a fim de sensibilizar as pessoas a serem mais prudentes no trânsito, evitando acidentes.

Além do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), a ação conta com as parcerias da PMRR (Polícia Militar de Roraima), Smtran (Superintendência Municipal de Trânsito), Guarda Civil Municipal, PRF (Polícia Rodoviária Federal) e das secretarias estaduais de Saúde e Educação, instituições de ensino superior públicas e particulares e empresas privadas.

Ler 60 vezes Última modificação em Terça, 07 Mai 2019 19:26