Quarta, 25 Março 2020 17:09

REFORÇO NA SAÚDE | Roraima recebe mais kits para detecção molecular do coronavírus Destaque

Escrito por LIDIANE OLIVEIRA
Avalie este item
(1 Votar)
De acordo com o Lacen-RR, um kit é capaz de gerar até 22 amostras humanas, com resultado de detecção em até 72 horas De acordo com o Lacen-RR, um kit é capaz de gerar até 22 amostras humanas, com resultado de detecção em até 72 horas Ascom/Sesau

O Ministério da Saúde encaminhou mais 10 kits para a detecção molecular de casos do novo coronavírus (Covid-19), ampliando o alcance do Estado de Roraima na detecção de casos da doença. O envio dos kits foi uma solicitação do Governo do Estado.

Em Roraima, o Lacen-RR (Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima) foi escolhido como unidade para esse tipo de finalidade, tornando o Estado como uma das referências laboratoriais da Região Norte.

“Um kit é capaz de analisar até 22 amostras humanas e, além do quantitativo que nós tínhamos anteriormente, chegaram mais 220 testes para atendermos os casos suspeitos que chegarem na nossa unidade”, ressaltou Cátia Meneses, diretora técnica do Lacen-RR.

Conforme a diretora, a partir deste fim de semana a unidade passará a funcionar aos finais de semana e feriados, para agilizar os diagnósticos moleculares dos casos suspeitos que forem coletados no Estado.

“Com essa medida, nós pretendemos manter o tempo máximo de até 72 horas [para gerar o resultado], de forma a agilizar o processo de identificação ou descarte de novos casos aqui em Roraima. Inclusive foi no sábado, dia 21, que a equipe que estava de plantão fez a detecção dos dois primeiros casos positivos da Covid-19 no nosso Estado”, destacou.

 ATUALIZAÇÃO - A Secretaria de Saúde, por meio do COE-RR (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública de Roraima), registra até o momento 52 notificações para o Covid-19, de acordo com os critérios de definição de caso recomendados pelo Ministério da Saúde. Destes, oito foram confirmados, 16 são suspeitos, 28 foram descartados. Até o momento, nenhum óbito foi registrado no Estado.

As informações estão no Boletim Epidemiológico, como parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado e podem ser consultadas no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br), pelas redes sociais e na imprensa local.

 

Ler 164 vezes