Segunda, 16 Março 2020 20:41

COVID-19 Governo anuncia medidas de contingência contra o coronavírus em Roraima Destaque

Escrito por ROSI MARTINS
Avalie este item
(0 votos)
Medidas de prevenção serão tomadas em todos os órgãos estaduais, inclusive a antecipação do recesso escolar Medidas de prevenção serão tomadas em todos os órgãos estaduais, inclusive a antecipação do recesso escolar Ederson Brito

Como parte do Plano de Contingência Estadual contra o coronavírus em Roraima, o governador Antonio Denarium, depois de reunião com secretários de governo na manhã desta segunda-feira, 16, no Palácio Senador Hélio Campos, decidiu antecipar o recesso escolar de julho. A medida passa a valer a partir desta terça-feira, 17, e faz parte de um conjunto de medidas contidas no decreto que será publicado nesta terça-feira.

A decisão foi tomada depois de o governador, a primeira-dama Simone Denarium, o líder do Governo na ALE-RR (Assembleia Legislativa do Estado de Roraima), deputado Marcelo Cabral e secretários de Estado discutirem ações de prevenção em âmbito estadual, com foco no reforço das estratégias já estabelecidas pela Secretaria de Saúde, sob orientação do Ministério da Saúde.

“Este é um momento que requer muito cuidado e atenção, pois temos mais de 70 mil alunos na rede estadual. A antecipação do recesso não vai causar prejuízo ao calendário escolar estadual e nos dará tempo de buscar novas medidas de prevenção dentro das escolas”, frisou o governador.

Medidas também foram tomadas em outros órgãos estaduais. Na Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) ficam suspensas as visitas e será realizada a identificação de sintomas em detentos e servidores do sistema prisional para evitar a entrada do vírus.

A Setrabes (Secretaria de do Trabalho e Bem Estar Social) suspendeu as atividades na Rede Cidadania Melhor Idade para idosos a partir de 60 anos de idade. A secretária Tânia Soares ressaltou que 1,2 mil idosos participam das ações do projeto e 31 vivem em abrigos. Como estão classificados em um grupo de risco, a ação da Secretaria é para salvaguardá-los.

O atendimento ao público nos órgãos estaduais também passará por mudanças e será feito com agendamento prévio para evitar aglomeração nas repartições onde existe maior fluxo diário de pessoas. O governo vai suspender visitas nos hospitais(acompanhantes continuam permitidos), proibir realização de eventos públicos e recomendar que todas as prefeituras também façam planos de contingência.

O infectologista Alexandre Salomão destacou a importância de planos de prevenção em todo o âmbito estadual. “Esse trabalho é importante para evitar a curva epidêmica alta, diminuindo o impacto com prevenção e orientações”, ressaltou.

 Sesau apresenta ações de prevenção e monitoramento

A Sesau trabalha no planejamento de ações prevenção ao coronavírus desde dezembro de 2019 se preparando para a possível confirmação de casos em Roraima e reforçando as medidas preventivas. Os secretários Francisco Monteiro e Patrícia Renovatto afirmaram que a secretaria já tem ações em execução e planejadas, caso se confirmem casos da doença em Roraima.

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Sesau, a última atualização do MS (Ministério da Saúde) na tarde deste domingo, 15, aponta para um aumento nos casos positivos, que foram de 121 para 191 registros. Já os suspeitos aumentaram de 1496 para 1917. Em Roraima existem 04 casos suspeitos que atendem aos critérios de definição para o COVID-19, sendo que dois já foram lançados na plataforma de monitoramento do Ministério da Saúde. Os demais aguardam a atualização no FormSUS, serviço de criação de formulário do SUS.

Ainda de acordo com a Sesau, o prazo para o resultado do exame para o COVID-19 é de cinco dias. A secretária adjunta Patrícia Renovatto informou que um técnico da secretaria está fazendo capacitação no estado do Pará e a partir da próxima semana o exame será feito em Roraima reduzindo o prazo para o diagnóstico.

Além do governador Antonio Denarium, também participaram da reunião a primeira-dama Simone Denarium, o infectologista Alexandre Salomão, o líder do Governo na Assembleia, deputado Marcelo Cabral, os secretários chefe da Casa Civil, Disney Mesquita, de Saúde, Francisco Monteiro, de Bem Estar Social, Tânia Soares, de Administração, Pedro Cerino, de Justiça e Cidadania, André Fernandes, de Comunicação, Ricardo Amaral, o comandante da Polícia Militar, coronel Elias Santana, o chefe da Defesa Civil, coronel Cleudiomar Ferreira, o adjunto da Casa Militar, coronel Ilmar Soares.

Ler 2774 vezes Última modificação em Segunda, 16 Março 2020 21:32