Terça, 14 Janeiro 2020 22:32

Polícia Civil receberá duas novas delegacias em até 90 dias Destaque

Escrito por ASCOM/PCRR
O delegado geral foi acompanhar o andamento dos trabalhos na sede do 1º DP que está em construção O delegado geral foi acompanhar o andamento dos trabalhos na sede do 1º DP que está em construção Samuel Brandão

Duas novas delegacias serão inauguradas pelo Governo de Roraima no máximo em até 90 dias e vão resolver um problema estrutural que vem sendo enfrentado há anos pela PCRR (Polícia Civil). A Delegacia Regional de Caracaraí está prevista para ser inaugurada até o dia 25 deste mês. A outra delegacia é o 1º Distrito Policial, cujas obras devem ser concluídas para inauguração no mês de abril.                                                                                      

No final da manhã desta terça-feira, dia 14, o delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso, visitou as obras de construção do 1º Distrito Policial, localizada na esquina da Avenida Terêncio Lima com a Rua Pedro Rodrigues, no bairro Centro, de Boa Vista.

No ano de 2014, três distritos policiais na capital foram demolidos para que as novas unidades policiais fossem construídas, o que causou uma série de transtornos aos servidores e cidadãos que precisam dos serviços da PCRR. Com essa medida, os gestores tiveram que juntar duas ou mais unidades policiais em um mesmo espaço, para poder dar continuidade aos trabalhos.

“As delegacias da Polícia Civil, desde o tempo do Território, não foram construídas para serem delegacias. Eram casas, que foram adaptadas para funcionar como delegacias, o que já era um transtorno. A primeira delegacia de Polícia de Roraima construída com essa finalidade foi o 5º Distrito Policial, inaugurada no ano de 2011”, explicou Herbert Cardoso.

Cardoso disse que no ano de 2013 foram licitadas as obras para construção das delegacias de Caracaraí, 1º DP, 2º DP, 3º DP e 4º DP, com início de construção em 2014. Assim, foram demolidos os prédios do 1º, 2º e 4º DP, sendo que, dessas unidades, somente o 3º DP foi inaugurado em julho de 2017.

“Tivemos a partir daí uma série de problemas e os anos foram passando e não se apresentou solução para concluir essas obras. O caso do 4º DP, por exemplo, foi o mais grave. O prédio foi demolido no ano de 2014, mas será necessária captação de novos recursos para sua construção. É que o recurso da obra foi devolvido no ano de 2015, por não ter sido construída em tempo hábil e os gestores não conseguiram reverter à situação na época. Com a posse do governador Antonio Denarium, passamos a  fiscalizar esses trabalhos, acompanhando as obras e, com isso, vamos inaugurar agora a sede de Caracaraí”, anunciou.

Cardoso disse ainda que até o mês de abril está prevista a inauguração do 1º DP, que atende a 15 bairros da capital. “Desde o mês de junho de 2014 a sede do 1º DP vem funcionando na Cidade da Polícia Civil, no bairro Canarinho. Desde então, nunca se resolveu a questão da sede. Ano passado, após uma inspeção, tivemos que adotar uma medida emergencial, vez que foi apontado o risco de desabamento do prédio. Transferimos parte do 1º DP, para o 5º DP e, para atender ao cidadão, estamos usando o auditório do Denarc para o registro de boletim de ocorrência”, esclareceu.

Cardoso disse ainda que adotou outras medidas internas e conseguiu um espaço dentro da Cidade da Polícia Civil, ao lado da Delegacia Geral para abrigar novamente o 1º DP, que estava provisoriamente na sede do 5º DP. “São medidas emergenciais devido aos problemas estruturais que se arrastam há anos. A Polícia Civil não dispõe de outros prédios e tampouco tem recursos para alugá-los. Ou seja, enquanto não for inaugurada a sede do 1º DP, precisamos trabalhar com o que temos e nos reinventar”, explicou o delegado geral.

Ainda segundo o delegado geral, foi autorizada pelo governador a liberação de recurso para promover reformas nas unidades policiais. “Fizemos um planejamento e essas reformas estão acontecendo. Por exemplo, o prédio que abrigava antes o 1º DP está sendo reformado e vai abrigar outra unidade policial, provavelmente a Corregedoria, que funciona na sede da Secretaria de Segurança”, disse.

Cardoso informou ainda que o governador Antonio Denarium autorizou a liberação de recursos estaduais para a conclusão da sede do 2º DP, localizada na Avenida Mário Homem de Melo, no bairro Buritis. A obra foi novamente licitada, tendo em vista que houve rescisão do contrato com a empresa anterior no ano de 2017. O 2º Distrito atende a 13 bairros da capital.

“Atualmente, o 2º DP funciona em um prédio no bairro Liberdade, dividindo o espaço com a Delegacia de Acidente de Trânsito e a Custódia. Estamos reforçando os trabalhos para que haja celeridade e possamos receber a nova unidade policial até o final deste semestre, uma vez que já foi novamente licitada e estamos aguardando agora recebermos o contrato para a emissão da ordem de serviço e, assim, iniciar as obras”, afirmou.