Sexta, 29 Novembro 2019 19:30

Mobilização integra ação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher Destaque

Escrito por RICARDO GOMES
A mobilização ocorreu em 11 pontos de Boa Vista, assim como aconteceu em todas as capitais brasileiras A mobilização ocorreu em 11 pontos de Boa Vista, assim como aconteceu em todas as capitais brasileiras Charles Bruno

Por meio da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, em parceria com outras instituições, o Governo de Roraima realizou nesta sexta-feira, 29, uma mobilização em 11 pontos de Boa Vista em alusão aos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher.                                                                             

A ação ocorreu simultaneamente em todas as capitais do País. A data também marca a deflagração de uma ação integrada envolvendo várias parcerias para a erradicação do fim da violência contra mulheres e meninas. Esta programado também marca a realização de uma ação no dia 06 de dezembro, quando será comemorado o Dia Nacional e de Mobilização Estadual dos Homens Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, encerrando as atividades idealizadas pelas diversas instituições que se uniram nesta causa.

Segundo a titular da Setrabes (Secretaria de Estado do Trabalho e Bem-Estar Social), Tânia Soares, o objetivo da campanha é dar visibilidade, juntamente com os parceiros, nessa luta pela erradicação desse tipo de violência, garantindo o direito das mulheres, apoiando essas iniciativas que visam construir uma sociedade mais igualitária, sem opressão e exploração.

“Infelizmente, o mapa da violência em Roraima ainda aponta o Estado com um índice alarmante no ranking da taxa de homicídios de mulheres. Neste momento, é necessária a união dos governos federal, estadual e municipal, juntamente com a sociedade civil, escolas, universidades, empresas e pessoas voluntárias que manifestam sua solidariedade pela causa e sua importância social, abrangendo com esta ação um público cada vez mais frequente”, destacou.

A coordenadora estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Graça Policarpo, ressaltou que essa ação simultânea, realizada em 11 pontos da capital, tem o objetivo de sensibilizar, conscientizar e compartilhar conhecimentos relacionados ao tema e que a meta para o próximo ano é abranger essa ação para os municípios do interior, além de ampliar a visibilidade às diversas formas de violência sofridas pela mulher, construindo novas parcerias para a garantia de seus direitos.

“Este ano, tivemos a adesão e apoio de mais de 25 instituições que fortaleceram a rede de proteção e combate à violência contra a mulher, nesta mobilização dos 16 Dias de Ativismo. A causa requer uma ação contínua e, sempre nas ações itinerantes que realizamos, incluímos palestras e orientações com especialistas envolvendo o tema, direcionando as mulheres para que se encorajem e denunciem seus agressores, onde damos todo o suporte necessário na CMB [Casa da Mulher Brasileira]", informou.