Sexta, 08 Novembro 2019 21:05

COMBATE À CORRUPÇÃO | Ex-coordenadora da Operação Lava Jato participa do I Seminário de Combate à Corrupção de Roraima Destaque

Escrito por RODRIGO SANTANA
O evento foi promovido pelo Governo de Roraima e faz parte do Pacto pela Segurança O evento foi promovido pelo Governo de Roraima e faz parte do Pacto pela Segurança Raimundo Lima

Pela primeira vez, o Governo de Roraima realizou um seminário para discutir o combate à corrupção no Estado. Coordenado pela Secretaria de Segurança Pública e   sediado na APICS (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago) da Sesp (Secretaria Estadual de Segurança Pública), o evento contou com a presença da delegada da Polícia Federal e chefe do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça, Erika Marena, que coordenou a Operação Lava Jato.                                                                                                         

Durante a abertura do evento, o secretário da Sesp, coronel Olivan Junior, destacou a necessidade do fortalecimento da atuação dos agentes públicos para combater a corrupção no Estado.

"Todas as vezes que formos definir políticas públicas de Estado, precisamos ouvir a sociedade, setores da segurança pública e órgãos de fiscalização. Assim, podemos fazer uma política pública segura de combate à corrupção", argumentou.

O secretário lembrou  do esforço do governador Antonio Denarium para executar as ações de governo, respeitando os processos legais, no que diz respeito a correta aplicação dos recursos públicos.

"Queremos estabelecer uma política pública efetiva para o Estado combater a corrupção. O governador tem atuado com uma postura correta e nos incentiva, enquanto órgão de segurança pública, para aperfeiçoarmos nosso trabalho de enfrentamento à corrupção", ressaltou.

 MAIS INVESTIMENTO - Em sua apresentação,  Erika Marena, informou que o Ministério da Justiça intensificou suas ações para combater a corrupção no Brasil.

"O combate à corrupção é um dos pilares do trabalho do Ministério da Justiça. Hoje no país existe um grupo composto por 70 instituições que discutem sobre formas de combate à corrupção", lembrou.

Ela disse ainda que o Ministério está trabalhando para a criação de delegacias especializadas de combate à corrupção nos Estado.

"A proposta do governo é dar autonomia aos Estados para combater a corrupção. Precisamos de profissionais especializados para trabalhar com combate a esse tipo de crime, dando condições operacionais e conhecimento para investigar os recursos desviados por corrupção", declarou.

 TRABALHO INTEGRADO - O seminário contou também com a palestra da Procuradora-Geral de Justiça do MPRR, Janaína Carneiro, que falou sobre as formas de corrupção e da atuação do MP para responsabilizar as pessoas envolvidas em atos corruptos.

"O Ministério Público atua na fiscalização das leis e um dos seus papeis é combater a corrupção. Vemos que ela está inserida em diversos setores, impedindo a aplicação correta dos recursos públicos. A integração da polícia judiciária com os órgãos de fiscalização é essencial para coibir a corrupção no nosso Estado", enfatizou.

A acadêmica de direito, Ranna Arides, participou do seminário e parabenizou a ação do governo, porque segundo ela a sociedade precisa discutir sobre o tema de uma maneira ampla.

"Todos nós ouvimos falar sobre corrupção. Mas precisamos nos informar mais e entender esse processo. Assim, as pessoas poderão abrir os olhos para ajudar no combate à corrupção. Enquanto acadêmica de direito me sinto nessa obrigação", disse.