Durante dois dias, Rede Cidadania Melhor Idade promove mutirão de saúde

602

SIMONE CESÁRIO
Foto: Vinícius Félix

A Alzira Rebouças da Rocha, de 73 anos, e o esposo João Viana Filho, de 74 anos, começaram a semana verificando se a saúde do casal está em dia. Eles participaram do mutirão de saúde realizado nesta segunda-feira (16), na Rede Cidadania Melhor Idade, unidade da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), em parceria com a Sesau (Secretaria Estadual da Saúde).

O mutirão é o segundo realizado em 2017 e conta com sete especialidades: clínico geral, urologista, cardiologista, cirurgião vascular, urologista, nutricionista e ultrassom. Os atendimentos continuam nesta terça-feira (17), a partir das 8h.

“Cuido muito bem da minha saúde e uma ação aqui na unidade, onde já frequentamos há três anos, é excelente. Fui muito rápido e o atendimento ótimo”, garante Alzira. A idosa elogia também todo o trabalho realizado pela Rede Cidadania Melhor Idade: “Aqui faço hidroginástica, dança e artesanato, o que ajuda muito a manter a saúde em dia. Gosto de todos e de todas as atividades que realizo”.

A coordenadora da Rede Cidadania Melhor Idade, Adriana Ayres, explica que desde 2015 são realizados dois mutirões de saúde ao ano, em parceria com a Sesau, o que contribui muito na qualidade de vida dos idosos da unidade. “É uma forma de prevenção e acompanhamento da saúde dos nossos usuários. Facilitamos o acesso às diversas especialidades trazendo esses profissionais para dentro da unidade”, disse.

Um dos profissionais que estão participando do mutirão, o urologista Fariel Galan, explica que o câncer de próstata, por exemplo, acomete principalmente homens acima dos 50 anos, por isso a prevenção é essencial principalmente nesta faixa etária. “Hoje os pacientes estão muito mais conscientes e realizam a prevenção, buscando o especialista. Isso é muito importante, pois, se detectado precocemente, a chance de cura pode chegar a quase 100%”, alerta o especialista.

João Viana, marido da Dona Alzira, foi um dos pacientes que passaram pelo urologista, além do cirurgião vascular, e elogia a iniciativa. “Estou tentando cuidar da minha saúde e gostei bastante dos atendimentos”.