40ª EXPOFERR – Governadora Suely Campos inaugura primeira arena de leilão agropecuário do Estado

84

JOÃO PAULO PIRES

Foto: Neto Figueredo

Na sexta noite da 40ª Expoferr Exposição Feira Agropecuária de Roraima), nesta terça-feira, 10, a governadora Suely Campos inaugurou a primeira arena de leilão agropecuário do Estado. O evento foi marcado ainda pelo Leilão Criadores de Roraima, que expôs aproximadamente 800 cabeças de gado, das raças nelore, gir e gir leiteiro, de rebanho regional e animais vindos de outros estados, como Mato Grosso e Rondônia. O leilão foi transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo Canal do Boi.

Neste primeiro dia de leilão, foram comercializadas 180 cabeças de gado com a movimentação de aproximadamente R$ 200 mil.

Na ocasião aconteceu ainda lançamento da 34ª etapa da campanha contra a febre aftosa em Roraima, que teve início no dia 1º e segue até 31 de outubro.

Durante o lançamento, a governadora Suely Campos afirmou que a pecuária foi a primeira economia expressiva e que ajudou na fundação do Estado. “A história da colonização de Roraima caminhou junto à pata do boi. Minha origem também é do campo, e sempre tive a convicção de que era preciso investir na agropecuária. É por isso que temos como resultado a consolidação da mais nova fronteira agrícola do País. Esta arena é um patrimônio de todo roraimense”, disse.

Nesta edição da Expoferr serão realizados três eventos do tipo: além do leilão inaugural, ocorrem ainda outras duas feiras, o Leilão Senepol Taquiri, às 18h de sexta-feira, 13, e o Leilão Sinuelo, às 16h de sábado, 14. Também está agendada uma série de eventos até o final do ano.

O titular da Seapa (Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Gilzimar Barbosa, informou que a arena possui estrutura moderna, nova e de padrões encontrados nos maiores centros pecuaristas do Brasil.

“Nossa expectativa para a arena é das melhores. Só hoje [terça-feira, 10], foram vendidos lotes que totalizaram quase 200 cabeças. E isso é só o começo. Esperamos que além de Roraima, mais produtores venham expor seus animais aqui”, frisou.

O empresário agropecuário José Lopes afirma que o local será de grande valia para o Estado. “É uma das melhores obras que o Governo fez neste ano. Além de servir como lugar de leilão, vai servir para muitos outros tipos de eventos, como capacitação e palestras para o produtor rural. Mas todo o Parque de Exposições está muito bem organizado. É a primeira vez que visitamos o Parque de Exposições com Roraima livre de febre aftosa. Isso é um pleito nosso de 20 anos, que outros governos não conseguiram alcançar. E o mérito é sempre de quem faz”, adiantou.

O empresário do agronegócio Edigilson Santos, que trabalha com o gado de corte nelore na região do Cantá, afirmou que tem interesse em comprar espécies reprodutoras de qualidade vindas de fora do Estado, como o nelore.

“A ideia é exatamente arrematar algumas cabeças para melhorar a qualidade do nosso rebanho. É muito importante essa troca de experiência com outros produtores e a melhoria da genética do boi. Como nós apostamos nesse seguimento, parabenizo a governadora pela iniciativa, porque são ações como essa que fortalecem o setor e alavancam a economia do nosso Estado”, finalizou.

ESTRUTURA – A arena de leilão está localizada no Parque de Exposições Dandãezinho, e possui 900 metros quadrados de área construída, com três salas de aula, dois escritórios, banheiros masculino e feminino com acessibilidade, estrutura de bar e cozinha.

O tatersal (local de exposição dos animais à venda) tem 600 metros quadrados com cobertura, cerâmica e iluminação, além de estrutura completa de currais e amplo local para estacionamento de caminhões boiadeiros.

O espaço também será utilizado para outros eventos e realização de cursos, capacitações para os produtores locais, a exemplo das clínicas tecnológicas realizadas durante o evento durante o dia.

A arena possui estrutura moderna, nova e de padrões encontrados nos maiores centros pecuaristas do Brasil