DIA DO IDOSO – Idosos e familiares participam de evento comemorativo no Parque Anauá

134

 

SIMONE CESÁRIO

Foto: Eides Antoneli

Para comemorar o Dia Nacional do Idoso, celebrado no domingo (1º), a Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) realizou um evento especial no Parque Anauá, que ofereceu atendimentos de saúde, além de atividades culturais e recreativas para idosos e familiares.

A secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Emília Campos, destaca que foi uma ação para oferecer tanto as atividades que eles gostam de realizar, como para valorização daqueles que já passaram dos 60. “É uma forma de reconhecer o que já fizeram e tudo o que contribuíram para a família e para a sociedade”.

Os idosos e familiares aproveitaram para participar de oficinas de artesanato, realizadas pela equipe do PAR (Programa de Artesanato de Roraima), como a Luzia Francisca da Costa, de 63 anos, que nunca tinha feito nenhum artesanato e durante o evento fez uma pintura em tecido. “Quero continuar aprendendo e fazendo mais coisas na Rede Cidadania Melhor Idade, como o artesanato. Estou lá a apenas um mês, mas estou adorando. Já melhorou minha saúde e estou conhecendo muitas pessoas”.

Também foi uma tarde para cuidar da beleza, com corte de cabelo e designer de sobrancelhas, além de diversão, com a animada competição de forró. A dupla vencedora, José Malaquias Silva, de 78 anos, e Gessina Lopes Rodrigues, de 65, contam o segredo para tanta vitalidade. “O forró faz bem para o corpo todo e para a mente, por isso adoro dançar”. E com quase 80 anos, José Malaquias, garante: “danço todos os ritmos e só vou parar quando não aguentar mais”.

Dia de cuidar da saúde

Os participantes também puderam dedicar o momento para cuidarem da saúde. O evento marcou o início da programação do Outubro Rosa da Carreta Saúde da Mulher, mês voltado às ações de prevenção ao câncer de mama. Neste domingo, foram 35 atendimentos, entre mamografia e ultrassonografia.

A Raimunda Laura da Conceição, de 63 anos, aproveitou a ação para fazer o exame de mamografia. “Fiz há muito tempo, por isso é importante continuar acompanhando para confirmar que está tudo bem”. E frequentando há cinco meses a Rede Cidadania Melhor Idade, ela garante: “Gosto muito das atividades como o crochê, que relaxa a mente. Depois dos 60, precisamos praticar muitas atividades e não parar nunca. Hoje sou ativa e muito feliz”.

Em apenas três meses de funcionamento a carreta já atendeu em nove municípios, totalizando 1.771 atendimentos. A unidade móvel continua os atendimentos até quarta-feira (4) em frente à Sesau (Secretaria Estadual de Saúde).

Para serem atendidas, as mulheres devem apresentar os seguintes documentos: Cadastro de Pessoa Física (CPF), Documento de Identidade e Cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

Na realização dos exames de ultrassom, é necessária a apresentação de encaminhamento médico. No caso dos exames de mamografia, o encaminhamento só é necessário para mulheres de até 49 anos. Após essa idade, não é preciso ter encaminhamento médico.

A equipe da Rede Cidadania Melhor Idade também realizou testes de glicemia e aferição de pressão. A unidade, que oferece atividades esportivas, culturais, pedagógicas e atendimentos de saúde para quem já passou dos 60, apresentou crescimento expressivo nos últimos dois anos.

No início de 2015 eram 320 usuários e hoje são 800, com previsão de continuar essa expansão. “A governadora Suely Campos autorizou a abertura de mais 300 vagas – chegaremos a 1.100 usuários que serão atendidos na unidade”, adianta a coordenadora da Rede Cidadania Melhor Idade, Adriana Ayres.