CAERR DE OLHO NO ÓLEO | Companhia mantém o recolhimento do óleo de cozinha que não serve mais para consumo humano

93
A Companhia recebeu nos primeiros seis meses deste ano mais de 1.100 quilos de óleo que seriam jogados fora

Texto e Fotos: ASCOM/CAERR

Em todo o mundo, a sustentabilidade é um dos principais pontos debatidos por órgãos ambientais e pela sociedade civil na atualidade. Em Roraima, o trabalho de sensibilização ambiental realizado pelo Governo de Roraima, por meio da Caerr (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), segue em ritmo acelerado. Entre as ações executadas, está o “Caerr de Olho no Óleo”, um projeto que possui como foco o recolhimento e a eliminação correta do óleo de cozinha que não serve mais para consumo humano.

Este ano, a Companhia recebeu, nos primeiros seis meses, aproximadamente de 1.141,9 quilos de óleo que seriam jogados fora.

“Quando começamos esse trabalho, sabíamos que, aos poucos, as pessoas iriam se interessar por essa iniciativa e, com o tempo, os bons resultados começariam a ser apresentados”, esclareceu o presidente da Caerr, Danque Esbell.

O projeto Caerr de Olho no Óleo, criado em fevereiro do ano passado, por meio do NMA (Núcleo de Meio Ambiente), tem o intuito de garantir a eliminação adequada do óleo de cozinha evitando que esse agente poluidor vá parar no meio ambiente.

“Com isso, a empresa contribui para a preservação dos recursos hídricos em especial do rio Branco, o principal manancial de água potável do Estado”, complementou a chefe do NMA, Airlene Carvalho.

Outro propósito é envolver a sociedade no trabalho de preservação do meio ambiente, por isso as ações contam com a parceria da Seed (Secretaria Estadual de Educação e Desporto).

“Essa sensibilização é feita por meio de palestras nas escolas públicas, para alcançar o maior número de estudantes. O foco é somar esforços para que o alcance possa ser maior, por isso o envolvimento das secretarias de governo é fundamental”, enfatizou a governadora Suely Campos.

A doação mais recente foi realizada por estudantes do Ensino Médio da Escola Estadual Ayrton Senna, no mês de agosto, durante um projeto executado pela Companhia na escola.

“Foi um momento ímpar para os alunos, que pesquisaram, debateram e fizeram na prática a coleta do material, o que enriqueceu ainda mais o conhecimento sobre o tema sustentabilidade”, disse a gestora da escola Ayrton Senna, Norma Geiza Barreiro Farias.

“Para mim, foi de grande importância, pois, além de aprender mais sobre o assunto, tive a chance dividir as informações com outras pessoas que acabaram se sensibilizando e doando o óleo de cozinha pra gente”, agradeceu o estudante, Lucas Gomes Cardoso.

RECOLHIMENTO – As pessoas que tiverem interesse em contribuir com essa ação podem doar o óleo de cozinha para a Caerr. O material pode ser entregue na sede da Companhia, no bairro São Pedro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30, na sala do NMA.

“Todo o material é repassado pela empresa para instituições sociais que utilizam o produto na fabricação de sabão caseiro, entre elas a Fazenda da Esperança, que realiza um trabalho social com dependentes químicos”, finalizou Esbell.